1 1
Home Quem escreve Meus livros Contato

segunda-feira, 13 de abril de 2015

NOVE MESES

Nove meses meu bebê...
Meu corpo se transformando...
E eu só querendo você
Em meus braços suspirando;

Nove meses te gerando
Numa linda gestação;
Cada dia desejando
Beijar o teu coração;

Minha barriga crescendo...
Dias alegres passando...
E você em mim vivendo
Com o amor que vens ganhando;

São meses maravilhosos
Que jamais vou esquecer...
Quanto sonhos luminosos
Tive com o teu nascer;

47 comentários:

Patrícia Pinna disse...

Bom dia, querido Samuel.
Não tem como esquecer esses meses de gestação, o amor pelo qual passamos e a responsabilidade de gerar uma vida, o que fazemos nesses meses com o nosso corpo será reflexo para o feto.
Que essa sensação maravilhosa jamais tenha um fim, mas que saibamos no futuro, deixar nossos filhos viverem suas próprias escolhas, pois mãe que entende isso, fará de seu filho um ser mais completo e feliz.
Parabéns por traduzir em poema o momento do nascimento, único, de fato.
Tenha uma semana de paz e beijo na alma de muita saudade.
Fique sempre bem e tudo de bom.

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Bom dia Samuel,como é linda a gravidez.
Bjs amigo,obrigada pela visita e um ótimo inicio de semana.
Carmen Lúcia.

Rute Beserra disse...

Acredito que a espera de um bebê para as mães deve ser de ansiedade e felicidade para ver os rostinhos dos bebês. Não só para as mães como pais e toda família.
Linda poesia a gravidez.
Beijos boa semana

Célia Lima disse...

Bom diaaaaaa! Que lindos versos amigão! Vc sempre arrasando.E como hoje é o dia do beijo,não poderia esquecer e vim te dá um beijão,recheado de saudades.Esta preparado? Agarra aí são todos seus...MIL BEIJOS PRA VC!

Cidália Ferreira disse...

Que bonito Samuel!
Sempre com uma refinada inspiração.
Amei

Excelente semana.
beijos

Coisas de Uma Vida 172

Poções de Arte disse...

É pura magia.
Quem tem esse privilégio, tem um amor poderoso.
Belíssimos versos.
Abração meu querido e linda semana pra vc.

Bell disse...

Sdd de vc sumido!!

Toda mãe sonha com o dia de poder ver o rostinho do seu filho, a gente esquece dos enjoos e desconfortos.

Um lindo dia pra vc =)

Elyane Lacerdda disse...

A vida sempre maravilhosa,
a chegada ao mundo alegra a todos os familiares,
gosto muito de criança,
sou apaixonada ´pela pureza delas!
lindo poema,amigo poeta!
Bjus
http://www.elianedelacerda.com

Juliana Rosa disse...

Como é divino o poder da Criação. Uma criança é uma bênção na vida de todos que a rodeiam. Falo por experiência pois sou apaixonada por minha sobrinha que só tem três meses. Uma linda semana, amigo poeta.

Célia Rangel disse...

O símbolo de gestar um ser é algo divino mesmo e repleto de uma magia mística que só como personagem principal, atuante e abençoada é que se pode avaliar.
Seus versos narraram com sensibilidade, que lhe é peculiar!
Parabéns!

Ivone disse...

Linda e ansiosa espera, tudo muda em nossas vidas, deixamos de ser um para sermos dois, três, quem sabe mais...?! Divina espera, nunca foi tão demorado passar os "Nove Meses"!
Abraços amigo poeta querido e sensível!

Vera Lúcia disse...

Quanta doçura em seus versos, Samuel!
Não sou mãe, por opção, mas acompanhei as gestações de uma das minhas irmãs e pude sentir a transformação que se opera numa mulher quando ela está esperando um filho. É uma linda espera, principalmente quando se trata do primeiro filho. Curti junto com ela. É algo divino.
Lindo, meu amigo. Sua sensibilidade é gigante.

Ótima semana.

Beijo.

Marcos Satoru Kawanami disse...

Bom poema.
=)

Mariangela do Lago Vieira disse...

Que maravilhosa sensibilidade Samuel,
Você é perfeito como poeta!
Nove meses de maravilhosa espera e muito aprendizado, como é bom e significativo!
Amei amigo.
Beijos,
Mariangela



Quantas coisas aprendemos nele.

Bandys disse...

Oi Samuel. Que lindo poema.
Tudo que esperamos com amor somos recompensados.
Saudades viu?
beijos

JAIRCLOPES disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Carol Russo S disse...

SAMUEL!!! Não estou gostando desse sumiço do senhor, okay?
E que soneto mais FOFO! Deve ser tão glorioso sentir nosso corpo se transformar para gerar uma nova vida, um novo ser... a gente se divide, completa outra pessoa. Isso é magnífico, muito lindo.
Parabéns amigo, ótima semana, beijo!!!

Tallita Monteiro disse...

O dom divino de gerar vida é a forma mais linda de encantar qlquer pessoa!! E que versos lindos!! Se superando a cada novo post!
Amei
Beijoss!! :*

JAIRCLOPES disse...

Soneto-acróstico
À gravidez

Garanto que é como estar no paraíso
Em minha barriga um bebê se aninha
Senti-lo estando em meu perfeito juízo
Talvez seja melhor experiência minha.

Adoro este permanente e novo sorriso
Nascido porque aquela fada madrinha
Deu-me este dom tão bonito e preciso
Onde e quando muito melhor convinha.

Um ventre o qual carrega esta criança
Me transforma em mulher, uma rainha
Bom ser mãe e trazer uma esperança.

Este é o sonho que qualquer uma tinha
Bebê tão saudável que no mundo lança
Ênfase na gravidez da barriga cheinha.

Kaka Stelê disse...

Samuel que lindeza de soneto, um carinho especial as mamães e a esse momento mágico de gerar uma vida.

Fiquei muito feliz com seu comentário la no Blog viu...muito obrigada querido poeta :)

Um grande beijo *-*

Lilly Silva disse...

Olá Samuel! Que lindo poema em homenagem a gravidez! Que eu acho um dos períodos mais lindos da vida de uma mulher. Mesmo ainda não tendo filhos me emociona a gravidez!
Abraços e beijos

http://simplesmentelilly.blogspot.com.br/

lua singular disse...

Oi Samuel,
O meu filho já veio pronto.
Abraços

Clau disse...

Oi Samuel, bom dia!
Que lindas e emocionantes palavras
de uma mãe para seu bebê...
Adorei!
Bjs :)

may lu disse...

Perfeitamente lindo! São nove mês de de gestação também na imaginação... Imaginamos a face, os olhos, os cabelos... Sim, sonhamos com cada detalhe, com cada meiguice. Realmente é um momento único e inesquecível tomar um filho nos braços pela primeira vez.
Que sua tarde seja abençoada!! Bjos mil...

Sinval Santos da Silveira disse...

Boa noite!!
Samuel...
Foi muito bom conhecer teu trabalho.

Um abraço fraternal.
Sinval

Lu Nogfer disse...

Versos delicadíssimos, afinal não há momentos mais mágicos e bonitos para uma mãe.
Parabenns meu amigo poeta.
Beijos e até sempre.

Marli Terezinha Andrucho Boldori disse...

Boa tarde, querido escritor Samuel, lindos versos que descrevem muitíssimo bem os nove meses de gestação. Só quem passou por isso sabe mensurar o valor destes sentimentos. As batidas do coraçãozinho, os chutes, a alegria de estar dividindo um pedacinho do próprio corpo para dar abrigo a um ser que vai nascer. Adorei seu poema. Eu estive ausente por uns dias, mas já estou de volta. Grande abraço!

Fábio Murilo disse...

Tocante, Samuel, é realmente um período inspirador. Abraços!

Tais Luso disse...

Olá, querido amigo, quanta sensibilidade!! Só pode ser coisa de poeta. Sim, a expectativa, os sinais emitidos no nosso ventre, uma criaturinha que não tem rosto (ainda), mas que desperta em nós o mais puro dos amores. Aquele amor que nos acompanhará pela vida inteira, incondicional. Nota 1000 pelos seus versos, pela sua sensibilidade e delicadeza.
Que dizer mais? Muito já foi dito e ainda será, mas todos os comentários o aplaudindo.
Beijos, Samuel, meu 'obrigada' por versos tão bonitos!

Helena G.S.R disse...

Que lindo, Samuel!

silvioafonso disse...

.

Oi, amigo.
Vim lavar os olhos e a alma
por estas bandas.

Um abração.





.

Nyce Pinto. disse...

Olá Samuel! Que linda poesia, você descreve com tanta ternura esse período inesquecível, esses nove meses que ficam "gravados" para sempre na nossa memoria e no coração! Aplausos e mais aplausos! Um grande abraço...

Nádia Santos disse...

É isso mesmo que escreveste nos teus versos querido. Ser mãe foi um período maravilhoso em
minha vida. Fui duas vezes presenteada, abençoada e sentir o amor de Deus quando me
deixou ser mãe do meu casal, são pessoas lindas, ser mãe deles foi calmo, tranquilo... Aprendemos um com o outro, cultivamos a amizade, o respeito e a individualidade de cada um. Amo meus tesouros e sou muito grata a Deus. Bjus querido.

Janaína de Souza Roberto disse...

Um texto extremamente sensível. Se não visse aqui juraria que foi produzido por uma mulher, pois eu consegui visualizar perfeitamente a descrição. Parabéns mesmo!

Beijão,
Blog | Youtube | Instagram

Araan disse...

Lindo poema, Samuel
Abraços

JAIRCLOPES disse...

Hoje é Dia do índio!

lua singular disse...

Oi Samuel,
Obrigada pelo carinho
Beijos

Vitor Costa disse...

Mesmo não sendo mulher e nem mãe, creio que tenha captado com excelência essa sensação que deve ser incomparável. Parabéns pelo poema tão terno!
Grande Abraço Samuel

Edna Sa disse...

Olá Samuel!
vim fazer uma visita no seu cantinho, que maravilha, amei tudo isso, amo poesias e esta em especial muito linda, pois vc soube colocar no papel aquilo q realmente passamos nesse momento unico. Sempre virei aqui, e estou te seguindo pra nao perder de vista!
beijos amigo!

quem puder me fazer uma visitinha e seguir fico muito grata, pois estou começando agora...rsrsrs
http://diamantenegroraro.blogspot.com.br/

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Olá Samuel,passando par agradecer sua visita em meu blog e desejar um lindo feriando.
bjs-Carmen Lúcia.

Edna Sa disse...

Olá Sam!
Vim te agradecer, obrigado pela atenção e pelo carinho, vc é lindo de todas as formas...
Ah e valeu pela dica boa ideia sempre responder no blog da pessoa gostei vou te copiar...rsrsrsrs...
Quero aprender sempre com pessoas como vc!
Beijos.... fica bem.

NLC POESIAS disse...

Lindos e ternos versos meu querido amigo, saudade de te ler, parabéns teu blog tá muito lindo, bjss

Larissa Fonseca disse...

Versos sensíveis, estrofes embaladas em sonhos. Quão linda é a gestação, a preparação para vir ao mundo de uma criança que é amada desde tão cedo...! O que me entristece é que nem todas (as crianças) possuam a benção de ser tão queridas... E assim surge parte do sofrimento do mundo.

Nequéren Reis disse...

Oi divulguei o seu blog da uma passadinha lá
para ver se gostou, Amo os seus poema passo todos os dia para da aquela oladinha, bom final de semana
Canal: https://www.youtube.com/watch?v=3xZdo8xMv34
Blog:http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br

Rosemary Lima disse...

Muito belo como sempre!

ótima semana
Beijos

Aline Thompson disse...

Amei este, querido amigo!
Muito belo e sensível!
Eu tenho tanta vontade de ser mãe!
Vivo babando quando vejo os bebezinhos! ^^

Malu Silva disse...

Não recebi a graça de gestar, apenas posso empatizar o quanto belo e majestoso é ver toda a possibilidade de uma vida dar vida à outra. Lindo poema...