1 1
Home Quem escreve Meus livros Contato

segunda-feira, 28 de setembro de 2015

SONETO AO VINHO

















Magistrais parreirais, uvas em cor;
Cachos imensos, grãos selecionados;
Uvas finas do mais puro sabor;
Grãos rubros todos sendo triturados;

Aromas tão divinos, doce odor
Dos vinhos tão diversos preparados;
O fruto que os colonos com amor
Cultivam desde os tempos já passados;

Vinho que é corpo, sangue e alma de cristo;
Vinho magistral! Eu jamais resisto
A beber copos deste vinho tinto;

Quando bebo não sei dizer se minto...
Sei apenas que estou a beber vinho...
A beber paixão... a beber sozinho!...                  

30 comentários:

Patrícia Pinna disse...

Bom dia, Samuel, amigo querido.
Saudades de ti!
Um lido soneto ao vinho em todas as etapas, desde sua confecção, ao sabor e o que ele proporciona.
Se eu pudesse beber, certamente beberia vinho tinto que somente provei na Santa Ceia.
Parabéns!
Tenha uma semana de muita paz.
Beijos na alma.

Deixo um convite para você.
Criamos Zilda Oliveira e eu, um blog de poesia em parceria.
Mais um outro espaço que gostaria de vê-lo presente.
Grata pelo carinho.

http://divasdapoesianaturalmente.blogspot.com.br/2015/09/dois-amores-by-patricia-pinna-zilda.html

Tudo de excelente, amigo!!!!!!

Continuo com o meu blog pessoal,inclusive tem poesia nova por lá também.

Gracita disse...

Bom dia Samuel
Teu lindo soneto é um convite para saborearmos uma deliciosa taça deste rubro líquido
Um dia de alegrias
Um abraço

Débora Teixeira. disse...

Beber vinho,a beber paixão a beber sozinho.
Lindo Samuel,adoro vinho.
Sou neta de Italianos,vinho não falta em nossa mesa.
Belíssimo soneto.
Beijos.

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Oi Samuel,versos sobre o vinho são difíceis de fazer,mas você o fez com a delicadeza e o aroma da uva.
Bjs e uma ótima semana.
Carmen Lúcia.

Clau disse...

Oi Samuel,
Que delícia degustar um bom vinho hein?!
Lindo soneto, e a imagem muito bem escolhida!
Ótima semana, beijos :)

Marcos Satoru Kawanami disse...

Bem escrito.

=)

Cidália Ferreira disse...

Boa tarde Samuel
Parabéns, este poema é alusivo aqui ao Nosso outono, em que se colhem as uvas.
Adorei

Beijo e uma tarde feliz
http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Ricardo- águialivre disse...

E quem bebe vinho...adora os bons sabores da vida, Como sempre um soneto magistral...como é magistral um bom vinho
.
Deixo cumprimentos e um abraço

Edna Sa disse...

Olá!
Ao ler este belo poema deu-me vontade de tomar um copo de vinho agora, acho vinho uma bebida divina cai bem com tudo... Amooo
Beijos meus..
www.diamantenegroraro.blogspot.com.br

Adriana Helena disse...

Oi doce poeta Samuel!
É até possível sentir o sabor adocicado do vinho de tão bonito e singelo que ficou seu poema...

Eu gostos dos vinhos mais docinhos, o tinto.
O branco considero muito forte e é para paladares mais exigentes, creio eu...
Aliás, se for vinho, eu já aprecio,
seja de que sabor ou cor for...rsrs

Você sempre perfeito na arte de poetizar amigo, parabéns!
E aproveita bem o vinho, pois está na terra deles!

Tenha uma semana maravilhosa!! :)))))

Dorli Ramos disse...

Oi Samuel
Deve ser muito bom mesmo, já pelo cheiro, mas não bebo nada que contenha álcool, mas gosto do cheiro.
Mas o poema ficou lindo.
Beijos
minicontista

Tais Luso disse...

Lindo! Não deve ter sido difícil, e ainda mais para você, fazer um soneto para a bebida dos deuses pura, refinada e aveludada . Fechou com ouro o último verso!
Beijos, querido amigo, ótima semana pra você!

Mariangela do Lago Vieira disse...

Nada como saborearmos uma bela dose de vinho, Samuel!
Adoro!
Abaços,
Mariangela

Maria Adeladia disse...

Olá, meu querido Samuel. Como está vc? Desculpa-me o sumiço, mas é o pouco tempo. Muito bom o seu texto. Aprecio vinho. Gosto daquele tinto doce. É mais gostoso. Acho-o tb o vinho uma bebida elegante e romântica.

Poções de Arte disse...

Oi Samuel!
Eu também não dispenso um bom vinho, com alguma massa ou sozinho. Mas dos tintos, gosto dos mais secos (não sou chegada em vinhos doces - dão dor de cabeça).
Belo soneto, assim como a imagem.

Um lindo dia pra você e ótimo final de semana.
Abração.

Fábio Murilo disse...

Mais uma excelência em versos, inventivo e imaginativo, poetamigo. Abraços.

Laura Santos disse...

Olá Samuel!
Belo soneto ao vinho! Mas não sei se beber sozinho será boa ideia...;-)
Gostei muito, Samuel.
xx

Estive meses ausente, e estou voltando agora.
Muito gosto em reencontrar-te, Samuel.

Nádia Santos disse...

Como sempre, criativo e lindo soneto.
Bjinho poeta

Vera Lúcia disse...

Querido Samuel

Claro que esta delicia merecia um soneto em sua homenagem. O vinho tem lugar em qualquer circunstância e momento. Claro que saborear um bom vinho acompanhado seria o ideal, mas até sozinho ele cai bem. Além do mais, segundo consta, ainda faz bem à saúde, desde que consumido moderadamente.

Um belo soneto.

Beijo.

Dorli Ramos disse...

Oi Samuel
Você comemora tudo, que tal uma bela macarronada italiana? Hum...
Beijos no coração
minicontista

Lucas - Blog: Overture disse...

A arte imitando a vida! Teu soneto sai como uma promissora safra de vinhos! Apenas que não bebo sozinho. Beber vinho desacompanhado é não ter aquela essencial circunstância da degustação: a companhia torna esse momento mais especial! Belo soneto! Abraçosssssss

Aline Teles disse...

Eu sou apaixonada por vinho tinto. No inverno, é um ótimo acompanhamento. Adorei o poema. Beijinhos.

Lourisvaldo Santana disse...

Doce vinho tinto, doces palavras.


Abraços!

Bandys disse...

Oi Samuel,
Que lindo Soneto. Acho bem elegante o vinho.
Mas acredita que eu não bebo vinho. Gosto dos sucos de uva concentrados. Lindo dia pra voce cheio de paz e bençãos. ♥

silvioafonso disse...

Eu, Samuquinha, adoro
beber nessa fonte.
Um beijo, amigo.




.

Patrícia Pinna disse...

Boa tarde, Samuel.
Amigo, passando para reler tua poesia e desejar um excelente mês de Outubro.
Muitas felicidades.
Apareça!
Beijos na alma e tudo de booooooooooom!!!!!

http://divasdapoesianaturalmente.blogspot.com.br/2015/10/o-habitante-by-patricia-pinna-zilda.html

Sony Azevedo disse...

Um dos mais apreciado e antigo manjar dos deuses.
Muita luz e paz. Estou de blog novo, apreciaria sua visita.
http://pegadasdovento.blogspot.com.br

Poções de Arte disse...

Bom dia meu amigo!
Voando aqui para saber de você e desejar lindos dias.
Abraços esmagadinhos.

Dorli Ramos disse...

Boa tarde Samuel
Um lindo fim de tarde para você
Beijos no coração
Minicontista

Lu Nogfer disse...

Tambem nao resisto um bom vinho tinto. Amoooo.
Delicia o teu poema. Literalmente!!!
Beijo meu, doce amigo.