1 1
Home Quem escreve Meus livros Contato

domingo, 4 de junho de 2017

VERSOS PARA UMA VIRGEM

Que rosa aos olhos meus 
És tu que a lua clareia; 
Tão belos são os sorrisos teus 
Que minha alma devaneia; 

Sinto o ar perfumado!
É o perfume dos teus cabelos 
Que passa carregado 
Pelo vento atando elos;

É um perfume doce como os teus lábios... 
O teu que me embebeda o peito... 
Que ocasiona tantos desmaios 
Das flores no meu leito; 

És tão bela minha flor 
A dormir no meu jardim... 
A suspirar de amor 
Como as estrelas no sem fim; 

Dormes no silêncio da noitinha 
Com a face toda iluminada... 
Pela lua a brilhar sozinha 
Só pra ti na madrugada;

O sol sorri deitado no véu... 
A brisa geme e desmaia... 
Como o azul no céu... 
Como a onda na praia!...

És um anjo de luz 
Com um sorriso de princesa... 
Com duas asas azuis 
Descendo o céu da beleza;

És a flor do meu sonho! 
Linda flor de jasmim... 
Brilhando no jardim risonho 
Bem aqui dentro de mim; 

sábado, 15 de abril de 2017

GATINHANDO














GATINHANDO

Lindamente pelo chão
Vai gatinhando feliz...
O amor do meu coração
Que palavra alguma diz;

Que lindeza poder ver
Teus movimentos querido;
Filhinho meu, bem querer
Que Deus me tem concedido;

Que fofura as gargalhadas
Alegrando a casa inteira;
Luz das minhas madrugadas...
Estrela mais verdadeira;

Vejo em ti tanta pureza
Meu bebê iluminado...
Em teus olhos a riqueza...
Um amor divinizado;  

domingo, 5 de março de 2017

O AMOR ELEVA

O AMOR ELEVA

Mergulho nos teus olhos com carinho...
Encontro dentro deles tanto amor;
Amor que escrevo neste pergaminho
Com perfumes suaves de uma flor;

Contudo, nem toda  a poesia do mundo...
Pode descrever com exatidão este grande amor
Pois o amor que sinto é tão profundo
Que agradeço todas as noites com louvor;

E quando este amor toca o coração
Sorrisos eu vejo nos olhares contentes
De ambos vivenciando sonhos inocentes;

Não há sentimento mais bonito
Que o amor verdadeiro..
Este levamos para o infinito
Como algo jamais derradeiro;

E tal sentimento por ti também sinto;
Ele se faz puro e sereno
Na minha alma eu pressinto
Um amor grande e não pequeno;

Em parceria com a amiga Aline

segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

SONETO DE NÓS DOIS















SONETO DE NÓS DOIS

Ofereço o meu corpo de papel em branco
Para escreveres tuas letras com ardor
Rabiscando as estrofes com um jeito brando
E molhando os meus versos com beijos de amor

Deslizo os lábios meus na tua pele nua...
Inebriando-me dos aromas teus poetisa;
Banhada pela límpida e formosa lua
Que nas noites encanta os céus, nos paralisa;

Compondo  nossa tão suave trilogia
O doce  entrosamento entre eu, você e a lua
Posso ser tua então... Num verso de poesia;

E sendo minha eu posso te abraçar no sonho
Sonhado quando em noites minha alma flutua
Ao teu encontro junto ao meu anjo risonho;

Com minha querida amiga e poetisa Nara  NLC POESIAS