LAPIDANDO VERSOS

Home Quem escreve Meus livros Contato

terça-feira, 7 de junho de 2016

SONETO AS UNHAS













SONETO AS UNHAS

 A beleza começa nas mãozinhas;
Ver as unhas pintadas lindamente...
Ou enfeitadas por lindas florzinhas
Alegra meu olhar sempre contente;

Não abro mão jamais das francesinhas...
Olho para elas de brilho inocente;
São tão lindas nas cândidas noitinhas
Deslizando o meu corpo docemente;

As mãos ficam formosas, divinais...
Poder olhar as unhas de pertinho
É suspirar amores com jeitinho;

Mãos lindas e pequenas, celestiais...
Mãos vestidas por unhas elegantes...
Mãos brilhando mais do que diamantes;

22 comentários:

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Seus sonetos são encantadores Samuel!
Amo pintar as unhas e acho uma graça quando feitas a francesinha.
Bjs,obrigada pela visita e comentário.
Carmen Lúcia.

Larissa Fonseca disse...

As mãos ficam mais bonitas tanto com unhas bem feitas quanto sob o olhar de um poeta...

Ivone disse...

Que lindo meu amigo poeta, estava com saudade de você!
Adorei sua sempre amável visita, és sempre muito bem vindo lá no meu espaço!
Seu belo soneto que falam, com lindos versos, sobre a beleza das unhas bem feitas, e é mesmo uma sedução, unhas lindas e bem pintadas dão essa maravilhosa inspiração a uma pessoa como você, poeta de precisão e emoção!Amei, lindo mesmo!
Eu amo as unhas pintadas francesinhas, as minhas unhas, mesmo estando sem esmalte, a parte crescida é branquinha, passo só esmalte clarinho transparente e ficam naturalmente francesinhas, sem nenhum trabalho,rsrs!
Abraços apertados!

Roselia Bezerra disse...

Boa Tarde, Samuel!
Gosto muito das francesinhas... ficam suaves...
Abraço fraternal

Bell disse...

Saudades de você!!

Como sempre sonetos encantadores.


bjokas =)

Adriana Helena disse...

Oi Samuel, como vai? Tudo bem?
Que lindo soneto, tão perfeito, suave e belo!
Realmente as mãos e as unhas bem cuidadas são muito importantes!
Você tem a arte de encantar em verso e prosa!
Obrigada pela singela amigo poeta!
Unhas francesinhas realmente são lindas!
Um grande beijo e uma semana maravilhosa!

Nequéren Reis disse...

Lindo soneto arrasando como sempre
Blog: http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br/
Canal:https://www.youtube.com/watch?v=DmO8csZDARM

Aline Goulart disse...

Mais um soneto encantador. É muito bom deixar as mãos lindas!
Estava com saudade da tua visita e de ver o teu blog atualizado.
Beijinhos...

Cidália Ferreira disse...

Boa noite Samuel
Só mesmo saído de ti. Bom demais,

Beijos

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Dorli Ramos disse...

Oi Samuel,
Acho lindas essas unhas francesinhas, pena que não tenho idade para usá-las,
Beijos
Obrigada pelo carinho
Minicontista2

Simone Melo disse...

Ah meu poeta divinal, vim te ler, mas vou sair a francesinha...Sdds de você. 😉😘

Mari disse...

Oi,Samuel
Quanto tempo!Voltei a escrever .E não poderia deixar de vir ve-lo e ler seus lindos sonetos.
Adoro estar com as unhas bem feitas,Francesinhas são lindas e uso sempre!
Grande abraço

Tais Luso disse...

Olá, querido amigo Samuel! Que doce encanto esses poemas; primeiro foi o sonetos dos pés, delicado; agora o das mãos! Você está postando menos, entendo, o trabalho não deixa, mas o importante é que mantém a qualidade!
Saudades, querido amigo. De vez em quando tenho passado por aqui.
Muito frio por aí? Cruzes, aqui não está mole. Está um tanto desagradável... kkk
Um beijo!

Rute Beserra disse...

Meu lindo como sabe, amo unhas pintadas de vermelhas e bem compridas. Lindo soneto as unhas. Estou em falta tremenda contigo, muita correria e trabalho também.
Devido o trabalho da contação de história, fui convidada para dar aula em faculdade no curso de Pós- Graduação, de formação de contadores de história.
será 1 vez por mês, na faculdade mais terei que gravar videos sobre o curso.
Ainda estou a pensar, se já estou na correria agora, imagino quando essas aulas começarem!
Em julho estarei de férias, ai sim terei tempo de colocar nossos papos em dia.
Não esqueço e não esqueci de ti. GrANDE BEIJO , CUIDE-SE

Bandys disse...

Oi Samuel,
Tão delicado seu soneto.
Assim como as mãos.
Eu adoro esmalte clarinho e sempre com as unhas bem feitas.
Mas de vez em quando eu colo escuro.
Agora mãos bonitas são aquelas que afagam , que acolhem, que abrigam.
feliz domingo meu amigo com muito frio e chimarrão.
beijos

Pensamentos Com Asas disse...

Seu sonetos belos e originais.. parabéns!
Um ótimo dia pra ti!
Beijos.

Lu Nogfer disse...

Delicadíssimos os teus versos tal qual unhas em francesinhas. Gosto de fazê-las desta forma quando estão longas mas o violão...Ah ando grudada nele!rs

Amei como sempre!

Beijo.

Helena G.S.R disse...

Oi, querido!
Saudades daqui.
Como sempre, adorei!

Beijo grande.

Patrícia Pinna disse...

Boa noite, Samuel.
Sempre soube que você adorava mãos, e teu soneto ficou adoravelmente delicado.
As mãos têm uma extrema importância em todos os sentidos!
Parabéns!
Beijos na alma e paz!

Poções de Arte disse...

Bom dia meu querido!
Como vc está? E o frio por aí? Por aqui as temperaturas caíram muito e infelizmente, já houve mortes de sem-teto. O inverno este ano acho que realmente será frio, ao contrário do ano passado.

Que lindo soneto! Tão delicadinho. Demonstra um olhar atento a pequenas coisas. Gostei, muito.

Abraços esmagadores e feliz dia.

Vanessa M. disse...

Olá Samuel

Que versos delicados e belos! Gostei muitíssimo.

Tenha uma linda noite..
Um grande abraço

Smareis disse...

Olá poeta, amigo lindo e querido.

Saudades! E ai como vai? Muito frio por ai? Aqui que é terra de calor ta bastante frio, imagine por ai.
Estamos um pouco sumidinhos em? Rsrsrs. Eu tenho atualizado bem pouco meu blog ultimamente, por isso minha ausência aqui no teu blog. Acho que minha fase de blog anda meia em baixa rsrs. Quando a gente faz uma pausa, da uma preguiça danada de voltar novamente.
Adorei teu soneto as unhas. Muito delicado e bem construído como todos que você tece. Gosto das unhas como essa da foto.
Deixo um beijo grande, abraço e muitos sorrisos.
Ótima semana !