LAPIDANDO VERSOS

Home Quem escreve Meus livros Contato

segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

OS CORPOS NUS

Os corpos nus vão rolando
Pela cama perfumada...
Aromas divinizando
As horas da madrugada;

Corpos suados do amor
Que acontece na magia...
Do toque leve na flor
Da mulher em alegria;

Caminhos idolatrados
Percorridos pelos beijos...
Corpos ficando molhados
Na saciação dos desejos;

Nesta chama de carinhos
Bate forte o coração...
Os lábios ganham beijinhos
Nas noites de viração;

48 comentários:

Vall Nunnes disse...

Bom dia meu Anjo Samuel, li seus versos lá no Espalhando, Espelhando... e amei o que falaste sobre a glória: magníficos versos!
Independente da técnica (da qual pouco entendo) fico com o lirismo e a emoção de seus versos. E por falar em emoções, este é uma maratona de desejos.
Cada vez que te leio aprendo e compartilho deste potencial a desabrochar dia a dia. Quanta honra!
Beijão, te espero sempre.

Daniel Andre disse...

Bom dia amigão ! Tudo bem contigo ?
A linda Vall disse tudo. Sua técnica poética é suave, e nossas emoções correm soltas nesse lirismo agradável. Melhor do que beijar na boca, é se amar como corpos nus. Parabéns pela linda poesia.

PS: Na poesia a fruta do pecado, quis desconstruir a imagem de vilã, que a igreja veio construindo a milênios, rs.Nada mal comer uma maçã e deixar que a libido floresça.

Uma ótima semana companheiro,.
Fique na paz!
Dan.

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Oi Samuel,quando há o amor,o coração bate mais forte e explode de tanta paixão.
Soneto bem sedutor.
bjs amigo
Carmen Lúcia-mamymilu.

Bell disse...

Poema lindo, regado de sensualidade e delicadeza =)

Marlene disse...

Lindos versos amigo Samuel
divina inspiração parabens uma bela semana de muito amor muitas alegrias bjs marlene

Laura Santos disse...

Belos versos, Samuel!
Todo o nosso corpo tem em si um intrínseco " desejo de água". Para lá chegar o coração tem de bater muito.
xx

Vanoska Buchholz da Costa disse...

Lindos versos , lindo sentimento e maneira de descrevê-los. Abraço!

Dorli disse...

Oi Samuel
Conheço alguém que fez muita viração e a cama caiu e a madeira quase matou um dos dois. Hoje eles têm cama de ferro contendo 50kg, podem rolar à vontade, nem que for pra só pra brigar.kkk
Beijos
Lua Singular

Cidália Ferreira disse...

Boa noite Samuel

Posso suspirar??? AMEI

BEIJO

Daniel Costa disse...

Samuel, aqui está a construção de um belo poema rítmico.
Abraço

Marcos Satoru Kawanami disse...

Lindos versos de amor, gostei.

Marcos Satoru Kawanami disse...

Podia fazer uma paródia: Os corpos, SUS.

Jeanne Geyer disse...

te convido pra fazer parte de um grupo de divulgação de blogs do face: https://www.facebook.com/groups/405760246235096/ bjs

Bia Hain disse...

Oi, Samuel, que maravilha!!! Aliou em seu poema sensualidade com romantismo como ninguém... ganhar muitos beijinhos, hummm, adoro! Um abraço!

☆Lu Cavichioli disse...

Oi Samuel "meninopoeta" estou voltando aos poucos e visitando meus amigos queridos. Então, eis-me a ler-te e me embriagar de lirismo.
Poema de ótima construção com aquele toque lúdico da sedução, sem cair no vulgar. Gosto e tanto!!
bjs saudade!!!!

Celia Lima disse...

Hummmmmm....
Quanta sensualidade!...
Isso é que eu chamo de romantismo...
Parabéns!

Lívia Apetitto disse...

Estais vendo, sou eu que estou a despertar instintos?
hehe...
Meu amigo como é bom te ler. Já disso isto a você né?
Mudemos de assunto então. O poema anterior sobre minha terra natal não abril comentários, nem vou por em prova algum espato, a blogosfera de vez em quando dá uma dessas, mas fazer o que, paciência e continuar, uma e outra postagem sempre sai, mais cedo ou mais tarde, no meu caso bem tarde...

Samuel, eu não vou me desculpar não tá, me sinto envergonhada, mas faz parte das entravas dos meus dias que nunca sei quando aqui estarei. De qualquer forma, deixando meu carinho e te agradecendo sempre a suas falas...

Beijinhos

Livinha

Lívia Apetitto disse...

Passa por cima do abril (abriu) com ela e do espato (espanto) sem (n)... ligeirices dá em erro...

Bjs

Nádia Santos disse...

Tem coisa mais maravilhosa que dois corpos nus, apaixonados varando a noite? Não!!!! Quadras lindas poeta. Bjus

Fábio Murilo disse...

Os corpos se completam na mais completa adequação. Na libertação temporária, na festa dos sentidos.

Ana Cecilia Romeu disse...

Samuel,
muito belo, e sempre a me lembrar os românticos.
Sensualidade na dose certa, brindando as intermináveis possibilidades dos corpos e os sentidos.

Grande beijo!

Ana Cecilia Romeu disse...

Já ia me esquecendo: adoro teus comentários por lá também. Sempre os aguardo, pois de uma sensibilidade muito bonita. Obrigada!

Ana Cecilia Romeu disse...

Samuel,
claro que aceito um soneto teu dedicado a mim.
Fico muito feliz!

Sinto que os poemas são os melhores presentes que posso receber, são bênçãos, sete vidas ou mais.

Estarei em breve pausa. No retorno, te procuro.
Beijos!

Dorli disse...

Oi Samuel
Poesia sensualíssima, gostosa se ler.
Beijos
Lua Singular

nelma ladeira disse...

Linda poesia bastante sensual adorei.
Samuel,estou ouvindo o vídeo que você falou.
Eu já sabia sobre isso!
Mas é muito complicado.Não é o meu caso,existe á química em ambas as partes,só que ele tem medo da família,porque ele é a pessoa que doei o rim,mas também foi o ex-marido da minha ex-cunhada.Ele não consegue enfrentar! Tem medo.Olha que já é coroa hem rsrsrs.
Beijinhos.

Bandys disse...

Uauuu deu ate calor, rssss!
De uma sensibilidade impar esse amor
que é feito com magia e flores. Adorei!
Um belo resto de dia cheio de poesia e amor.
Beijos

Nanda Pezzi disse...

Bonito e romântico este soneto!!!
Mais uma vez parabéns Samuel!

Beijos e um ótimo restinho de semana para vc!

Nanda Pezzi

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Oi Samuel,estou passando para agradecer sua visita e comentário.
bjs
Carmen Lúcia-mamymilu

Rute disse...

Lindo e sensual soneto, grande beijo, Samuel

Paloma Viricio disse...

Olá meu anjo! Te disse que ainda essa semana vinha aqui. Tomei vergonha na cara e comecei a responder os comentários que já estavam acumulando!^^ s2
Como sempre lindas palavras, nem sei o que dizer...pode parecer clichê, mas não canso se falar que sempre que leio suas obras fico muito emocionada, encantada...sabe que sou tua fã! Forever and ever!
Bloody Kisses
Monólogo de Julieta

Ivone disse...

Que lindos versos sensuais, amei ler meu amigo!

PS. Amigo, dissestes em comentario no meu blogue que me mandastes um livro de Mitologia, mas não o recebi, acho que pensas que mandou?!

Abraços!

Camila disse...

Boa tarde Sami :)

Que poema mais sexy esse heim!

Patrícia Pinna disse...

Boa noite, Samuel. Interessante. O amor é sempre bem-vindo e vivê-lo nada mais é do que a pura magia de felicidade em nós.
Tem uma leveza muito boa aqui, onde as cenas são facilmente imaginadas.
Adorei a última estrofe, fofa, rs.
Tenha um fim de semana de paz!
Beijos na alma!

Aline Teles disse...

Que poema mais lindo, Samuel. Por mais sensual que seja esse poema, há um toque de romantismo. Adorei! Uma ótima semana para você. Beijos.

Rita Sperchi disse...

Boa noite e um final de semana cheio de muita paz,
meus elogios e agradecimentos por estar sempre nesse
Blog,........abraços de sempre com uma frase que gosto muito

"Eu não necessito de um motivo especial para ser feliz. Felicidades são pedacinhos de ternura que colho aqui e ali."

Cecilia Meireles...¸¸.·´¯✻*

Lindalva disse...

ufaaaaaaaaaaaa deixa eu respirar meu donzelo... depois de ler este escrito fiquei sem respiração... você me faz tão bem. Bom dia meu lindo te espero na Ilha com o coração aos saltos. Beijos no coração.

http://anos-da-ilha.blogspot.com.br/p/4-anos-comemorado-em-4-dias-de-muita.html

Cristal de uma mulher disse...

Corpos nus...esto eu gostei muitoooo...nada como comprimir um corpo nu no outro e caminhar os dedos colando a pele e sentindo o cheiro do amor que exala pelos poros...ufaaaa...esta eu viajei mi amigo mui guapo...rsrs..nuestraaaa...

Me vou mi poeta pues no puedo leer esto...rsrsrrs

Te amo poeta del amor....

Cristal

Ariane M. Santos disse...

"Nas noites de viração..." Texto incrível, meus parabéns.

Lívia Apetitto disse...

Quanta lembranças
não guarda o coração,
tantas noites pelo tempo
em completa viração...

Olha suas inspirações entra
em acordo com olhos que lê,
com coração que se sente,
fazendo parte de todos,
nesta vida que se sente...

Não tenho palavras para exprimir
o que desprende de mim,
quando aqui eu te leio...
A sensibilidade é tanta que me faz
chorar, sempre me levando para outro lugar...

Muito bom Samuel...

Beijinhos meu amigo
tocando a vida porque é preciso seguir...

Daniel Andre disse...

Passando aqui para deixar aquele abraço ao amigo Samuca.

Fique na paz. Um ótimo domingo.

Leidiana Pereira disse...

Que versos mais lindos, nada com uma bela noite de amor né? Espero um dia viver isso. :)
Como sempre, lindos versos amigo. ^^
Beijos. ♥

Diário da Lady

Donetzka Cercck L. Alvarez disse...

Lindo seu soneto e retrata tão bem e poeticamente o ato do amor,da entrega total,Samuel.

Muito obrigada pela visita,querido amigo.Desculpe a demora em visitar vc,mas estou com excesso de trabalho no consultório e sem muito tempo de acessar a net.

Beijos e lindo domingo

Donetzka

Face Book:


https://www.facebook.com/donetzka.cercck


Blog Magia de Donetzka


Tamires Cipriano disse...

Olá.
De todos os poemas e blogs que sigo que fazem ou fizeram o mesmo, os seus são os melhores dou nota de um 8 deitado rs.
Adorei o poema com a expressão de pura sensualidade, você consegue fazer de tudo, sua palavras sempre são belas.
O desejo...

Beijos e desejo uma maravilhosa semana Samuel!
De tudo um pouco da Thá

Lu Nogfer disse...

Nossa!!! Eta que ta romantico este poeta hein!
Sensualíssimo, Samuel! Parabens pela linda inspiração!

Beijocas e uma linda semaninha pra ti!

MARILENE disse...

Momentos únicos e especiais. Uma união mágica. Bjs.

Vera Lúcia disse...

Olá Samuel,

Deliciosamente inspirado na elaboração deste versos.
É o amor/paixão que propicia momentos assim, de entrega e prazer. Achei romântico.

Grande abraço.

Fernanda Bender disse...

Bom dia, Samuca! Sempre retratando a paixão de uma maneira delicada, bem como deve ser :-)
Um abraço!

Melissa disse...

Que poema romântico, sensual, lembra muito o nosso querido poetinha, Vinícius de Moraes! Parabéns pelos poemas, muito bem feitos!
Bjs