1 1
Home Quem escreve Meus livros Contato

domingo, 29 de setembro de 2013

DONZELA

Queria a donzela tocar... o céu
E abraçar as estrelas... dos desejos;
Queria ela ficar... ao léu
Como as outras donzelas... cheias de tejos;

Queria a donzela usar... o véu
Entre mil velas... de lampejos;
Queria ela tornar... réu
Este que nas noites belas... pedia beijos;

Queria a donzela viver... o amor...
Provocar a colisão... de dois mundos...
Dividir o mar... ao meio;

Bem quis a donzela adormecer... no fulgor
Do meu coração... de sentimentos profundos...
E docemente acordar... sobre o meu seio;

Poesia

21 comentários:

Cidália Ferreira disse...

Bom dia Samuel

Soberbo.. Adorei o desfeche ...ou seja a ultima estrofe.

Tem um excelente Domingo.

Beijo
http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Dorli disse...

Bom dia Samuel
Lindas donzelas que permeiam sua mente fazendo sair lindas poesias.
Linda
Beijos
Lua Singular

Ana Bailune disse...

Olá, Samuel. A donzela quis muitas coisas que eu tenho certeza, deve ter conseguido! Lindos versos! Tenha um bom domingo.

O tempo das maçãs disse...

As donzelas também querem amar e serem amadas...

Beijos, Samuel e bom domingo.

ॐ Shirley ॐ disse...

Essa donzela não é boba, sabe muito o que quer...Bonito poema, Samuel! Beijo e bom dia!!!

Laura Santos disse...

Belo soneto, Samuel e todas as donzelas estão sempre cheias de desejos que não confessam à espera que se concretizem.
xx

Kaka Stelê disse...

"Queria a donzela tocar... o céu
E abraçar as estrelas... dos desejos" quanta inspiração querido Samuel! Parabéns *-*

Grande Abraço e Lindo Domingo!
Estrela,Flores...Melancia

Aline disse...

Olá Samuel, gostei bastante do seu blog, e fiquei feliz que visitou o meu. Esteja a vontade para visitar o quanto quiser. Bom domingo, abraços.

Aline Teles disse...

Tudo que uma donzela quer é: amar e ser amada. Linda poesia. Um ótimo domingo para você. Beijos.

Nádia Santos disse...

É poeta, enquanto vc canta em seus versos sobre as donzelas, eu já descrevo uma mulher sensual e fêmea, sempre intensa e ardente.... mas ela já foi donzela. kkkkkk
Bjus querido, como sempre, adorei.

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Essas donzelas,que ficam no coração de um jovem apaixonado.rsrs
Gostei amigo Samuel.
bjs
Carmen Lúcia-mamymilu.blogspot.

Natalia Scholze disse...

Lindíssima poesia Samuel!
Adoro suas rimas e sua expiração, é incrível seu dom.
Abraços,
Natalia,
http://nataliascholze.blogspot.com.br/

Fernanda Bender disse...

Samuel, quando li a primeira frase, lembrei na hora daquela poesia de Alphonsus de Guimaraens.... "Ismália" (gosto muito).
Gostei da frase: "provocar a colisão de dois mundos"... é bem assim, não é... o tipo de caos que todo mundo anseia fazer parte.

Larissa Bello disse...

Muito gostoso de ler a cadência desses versos.

Bjos!

Maria Emilia Moreira disse...

Ah! Que forma bonita e delicada de escrever, Samuel!
Este soneto é maravilhoso.
Abraços.
M. Emília

Suzi (vulgo, Emilie) disse...

A donzela queria mesmo era ser motivo de poesia!

Simone Melo disse...

"...queria a donzela acordar de teus sonhos,
e, quiçá vive-los intensamente, realiza-los!"

Você com esse seu jeito suave, nos coloca
no altar como mulheres valorizadas quando
tenta realizar nosso desejos...te ler!
Abraços carinhosos

Fernanda Oliveira disse...

Nossa amigo Samuel quanto romantismo!
Lindo demais seu escrito, é de fazer as donzelas suspirarem,rs

Beijos amigo e agradeço por sua carinhosa visita!

Fernanda Oliveira

Vera Lúcia disse...

Olá Samuel,

As donzelas anseiam por descobrir as alegrias do amor, esquecendo-se de que ele também traz dor.
Queria a donzela usar... o véu? Cuidado para não se transformar em réu desta donzela esperta-rsrs.

Gostei muito da cadência e rimas do soneto.

Abraço.

Lu Nogfer disse...

Ah essas suas musas inspiradoras... Deixam seus versos tao delicados! Voce ainda se casa com uma!rs

Lindo, lindo!

Beijos.

Paloma Viricio disse...

Achei a donzelinha por aqui, né Cinderelo? Elas são encantadoras mesmo, gostei.^^ Nesse lembrei bastante das súplicas do Azevedo por ela, aquele pensar de tê-la com ele.