1 1
Home Quem escreve Meus livros Contato

quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

CIRANDINHA

Todos de mãos dadas...
Para que! Para cirandar!
Vamos ficar girando e girando...
Vamos todos brincar!

Vamos rodar até a exaustão!
Correr, abaixar, levantar...
Vamos fazer graça...
Rir, cirandar e cantar!

Ninguém pode ficar de fora
Desta brincadeira de criança...
Se dêem as mãos, sem vergonha...
E vamos dançar esta dança!

Vamos alegrar a alma!
Vamos todos fazer uma rodinha...
E brincar como na infância...
Brincar de cirandinha!

43 comentários:

Ritinha disse...

Bom dia... e lá vamos nós de mãos dadas...
rodando... rindo e cantando...
Boa recordação... adorei!
bjs
Ritinha
(em ritmo de ferias)

Mensagens, dicas e outras coisas disse...

Sempre bom lembrar, trazer os dias de criança para os dia de quem hoje é adulto... alivia p stress! obrigada Samuel, bjs
Isabel

Bell disse...

Eu adorooo brincar!!

Não tem coisa mais divertida e gostosa, melhor que não custa nada e faz um bem rs...

tenha um lindo dia =)

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Oi menino Samuel, você me fez voltar à infância,quando brincava de roda,com toda inocência de uma criança feliz.
bjs amigo
Carmen Lúcia-mamymilu

Laura Santos disse...

Lindo, Samuel! Um poema leve e alegre, uma verdadeira canção de roda . Fez-me lembrar o "lencinho da botica, lá vai, lá fica..." da minha infância...:-)
xx

Rute disse...

Oi Samuel amo brincar de rodas com as crianças é tudo de bom. E de ciranda então...
Beijos de bom dia a vc!

Rovênia disse...

Nem convide duas vezes... Me dê as mãos e vamos brincar! :)
Girando, girando, os versos aparecem! Parabéns, amigo! :)

Dorli disse...

Oi Samuel,
Tamos nessa, só que na hora de abaixar me segurem.kkk
Beijos
Lua Singular

Aline Teles disse...

Brinquei muito de cirandinha. Até me deu saudade! Se me convidar, pode ter certeza que não vou negar, risos... Beijinhos.

Simone Melo disse...

Ah, Samuel...dá-me tua mão
e vamos sim cirandar, brincar,
sorrir e cantar...Vamos espantar
a solidão e alegrar o coração!
Venha então comigo cirandar nas
linhas de teu poema, faremos uma
linda canção!"
Bjos e SDDS!

Dorli Silva disse...

Oi tio Samuel,
As crianças do Mundo dos Inocentes agradecem sua visitinha, nós somos inocentes e acreditamos em tudo. viu? kkk.
Beijinhos para você
Mundo dos Inocentes

Cidália Ferreira disse...

Boa tarde Samuel

Por momentos lembrei-me das brincadeiras de criança...Fabuloso o teu poema. Parabens.

Beijinho

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Carla Fernanda disse...

Oba!!! Vamos sim. Cheguei a tempo de brincar de cirandar!!

Muito feliz seus versos!!

Beijos Samuel!!!

Adriana Helena disse...

Oi Samuel, boa noite!
Que legal relembrar as cirandas da infância em seus versos!
E olha que hoje, 30 de janeiro, é o dia da saudade!
Então me vi de sainha de pregas, blusinha branca e gravatinha borboleta cantando e dançando cantigas de roda!
O meu uniforme da escola era tão bonitinho....rsrs E as cantigas e cirandas, eram presença constante na hora do recreio!

Atualmente, as crianças não dançam e cantam mais cantigas de roda... parece que um pouquinho da infância se esvai a cada ano.. é mesmo uma pena...
Ainda bem que você resgatou minhas tenras lembranças!!
Obrigada e um excelente fim de semana!
Beijos!

Jeanne Geyer disse...

lindo, uma das mais belas canções populares para as brincadeiras infantis...

http://umanjotriste.blogspot.com.br/

Cris Bo disse...

Letras que contagian alegría!
Bella noche, besos!

Marlene disse...

Lindo tempo e brincadeiras que jamais se esquece
quando todas as crianças tinham direito de sorrir e ser felizes
um abraço poeta bom final de semana bjs marlene

Lari. disse...

Nessa correria que é o dia a dia, nesse mundo onde as pessoas estão cada vez mais se afastando umas das outras, é extremamente necessários relembrar (nem que seja só de vez em quando) como é bom ser criança. E dar as mãos. E cirandar. E distrair. E divertir.

Então, quando a rotina chamar de volta, a alma estará mais leve...

Beijos ♥ Jeito Único

✿ Rê ✿ disse...

Oi querido amigo!
Que delícia relembrar minha infância através de seus versos encantadores.
Tenho alma de criança, brinco, corro, pulo e faço caretas com meu pequeno.rs
Bolo nega maluca e de cenoura com calda de chocolate é muito bom!!!!!
Mas pede com carinho para sua mãe fazer o de mandioca, de laranja, de abacaxi, etc.
Monta um caderno de receitas para ela, será que ela não iria gostar?rs
Tenha um ótimo dia!
Com carinho

Femme Digital- Mãe, Esposa, Mulher!

Clau disse...

Oi Samuel \o/
Agora fiquei saudosista...
Acho que a última vez que brindei de ciranda,
estava na pré-escola, faz tempo!
Muito lindo o poema.
Bom fim de semana :)
Bjs.

nelma ladeira disse...

Que fofo amigo! É simplesmente lindo!
Só lembro do meu tempo de criança,brigando de cirandinha.
Gosto muito!! Beijinhos.

Paloma Viricio disse...

Samuel, a descrição deste me fez voltar aos tempos de criança.Brinquei muito de ciranda e é uma que marcou os tempos de guriazinha!^^ Adoroo.
Beijos!
Paloma Viricio-Monólogo de Julieta.

Nádia Santos disse...

Estou dentro!!!! Que linda Samuel, uma inspiração muito fofa! Bjus

Patrícia Pinna disse...

Bom dia, Samuel. Linda demais a poesia! Um chamado tão angelical que não vemos quase mais nos dias de hoje.
Já brinquei muito de cirandinha, era ótimo!
Beijos, amado amigo!
Tenha um excelente fim de semana!
Beijos na alma!

Lu Nogfer disse...

Entao vamos, nè?
Doce como bala de caramelo o teu poema! E lindo como sempre!

Beijos amigo e até sempre!

Dorli disse...

Oi Samuel
Passando para lhe desejar um feliz fim de semana
Agora vou dormir. Tô com sono.
Beijos
Lua Singular

Rita disse...

Vim desejar um bom final de semana!
Deixar uma frase de amizade.....

Crer em Deus é nosso dever
Ter amigos é um presente
Conserva-los é um privilégio!

Abraços com carinho!

└──●► *Rita!!

Aline Teles disse...

Passando para desejar um ótimo fim de semana. Beijinhos.

Leidiana Pereira disse...

Ai lendo esses versos, me lembrei da minha gostosa infância. ^^
Foi uma época tão boa, uma pena que tempos bons não voltam né amigo? :(
Beijos. ♥

Diário da Lady

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Oi Samuel,passando para desejar um ótimo final de semana.
bjs
Carmen Lúcia-mamymilu

Celia Lima disse...

Tenho o enorme prazer em convidar a todos vocês blogueiros para a votação do top Blogueiro na Ilha da Lindalva e sua presença dará um brilho especial a essa interação blogueira, cujo o verdadeiro sentido é não deixar fenecer a blogosfera. Conheçam todos os blogs participantes antes de votarem.
O meu blog tbm esta participando entre outros. Mas convido a todos a entrar e interagir com todos os blogs, e votarem no que mais lhes agradarem...e não na amizade.Fiquem a vontade.
Conto com a colaboração de todos vcs amigos blogueiros.
http://anos-da-ilha.blogspot.com.br/
E claro te desejar um ótimo final de semana anjo bom!

Bjssss depois volto para comentar o seu texto lindo como sempre.

Evanir disse...

Amigo querido .
Seu blog lapida é a minha alma
me fez um bem enorme ler seu poema é voltar no tempo
é viver toda uma história mais uma vez.
Um feliz final de semana abraços da sua amiga e fã.
Evanir.

Evanir disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Fábio Murilo disse...

"Eu era feliz e não sabia"

Bandys disse...

Ola Samuel,

Tão bom lembrar a infancia.
eu não deixo minha criança adormecer jamais por isso curti muito seu poema.

beijos e um domingo cheio de luz e paz

Lia Noronha disse...

Samuel :na ciranda dos seus escritos...nos embalamos muito mais!!
abraços bem carinhosos pr ati

Suzi (Vulgo, Emilie) disse...

On, que fofinho. Acho que é a primeira vez que leio algo assim por aqui.

Daniel Andre disse...

Boa tarde Samuca, tudo bem amigo?
Aí no Sul está quente? Se estiver como aqui no RJ, darei um pulo aí para tomar um chopp contigo,rs.

Ainda pouco peguei a minha sobrinha no colo, e fui recitando pra ela sua linda poesia. Inocente, infantil e agradável. Vou até a ser uma criança por uns instantes, rs.

Abração para ti meu amigo,
Fique na paz.
Dan.

Vera Lúcia disse...

Ah, que delícia de versos, Samuel!
Confesso que não teria vergonha de cirandar como nos tempos de criança. Minha criança interior está vivíssima e não resiste a convites da espécie-rsrs.

A-D-O-R-E-I.

Grande abraço.

MARILENE disse...

A criança que existe em nós não pode adormecer por muito tempo. Nela está nossa ingenuidade tida como perdida e nossa alegria. Bjs.

Elisa T. Campos disse...

Samuel
Brincando
cirandando
cantando Deu uma linda canção.

Beijos.

Tamires Cipriano disse...

Olá.
Minha nossa, adorei que demais!!!
haha, como sempre digo a criança mora dentro de nós e é eterno, como o tempo passa, ficou mlhor que a própria música Samuel.

Beijos
De tudo um pouco da Thá

Ana Cecilia Romeu disse...

Samuel,
muito belo! Assim como é belo ser criança, mais que tenra idade, um espírito novo a cada dia.
Beijos!