LAPIDANDO VERSOS

Home Quem escreve Meus livros Contato

segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

CHAPOLIN

O Chapolin colorado
Com sua marreta biônica...
Atende qualquer chamado
De homem ou mulher irônica;

Silêncio, as minhas antenas
Detectam um inimigo...
Escondam-se nas pequenas
Salas, procurem abrigo;

Sigam-me os bons, quem o segue
Fica sempre desconfiado...
Embora ninguém o negue
Mesmo sendo atrapalhado;

É o polegar vermelho
Pronto para defender...
Sempre beija algum espelho
Quando chega sem bater;

45 comentários:

Patricia Galis disse...

Que lindooo amo o Chapolin, é o herói mais próximo dos mortais.

Cidália Ferreira disse...

Bom dia Samuel

Muito engraçado o teu poema. Adorei ;-)

Beijo e uma ótima semana.

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Laura Santos disse...

O poema é muito bom, mas a verdade é que eu nunca tinha ouvido falar de Chapolin!!...E fui ver quem era......pelos vistos um herói mexicano totalmente desconhecido em Portugal! :-)
Dias felizes, com heróis ou sem eles.
xx

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Oi Samuel,linda homenagem ao Chapolin.
bjs amigo e obrigada pela visita.
Carmen Lúcia.

Bell disse...

Ontem eu tava assistindo rs....
Sdd eternas.

bjokas =)

JAIRCLOPES disse...

Acróstico

Chaves era um dos personagens
Havia Chapolin bem mais esperto
Atento às tramoias e sacanagens
Parecendo sempre estar por perto.

Olhava sem nenhum preconceito
Levava seu raciocínio na minúcia
Invariável era sua frase de efeito:
“Não contavam com minha astúcia”

Bárbara disse...

Oi Samuel
Bem lembrado
Chapolin um lance, sempre assisti o Chaves com meu filho desde pequeno.
Beijos
Bárbara

Simone Lima disse...

Adoro!! Muito bom, Samuel ;)) Mais uma face de um grande, escrito por um grande tbm ;))

Beijoo'o

Rute disse...

Como sempre perfeito, Samuel
Beijos meu querido!

Carolina Botelho disse...

Eu ri agora me lembrando dos episódios, muito bom!

Clau disse...

Oi Samuel,
Bonita homenagem ao super herói mais
atrapalhado que conheço!
Ótima semana, bjs \o/

Eu...Suzana disse...

Oi meu amigo,
beleza de versos para esse tão querido e amado herói que nos fazia dar grandes gargalhadas.
Bela homenagem..
Beijos!! Suzana

Coluna da Mi disse...

Boa tarde poeta das asas douradas!
Li os dois poemas, que fez para o personagem Chaves e agora Chapolin do eterno Roberto Bolaños.
Sei que ele e os outros atores fizeram história e deixarão uma lacuna no humor televisivo, porém, como nunca fui ligada a humor televisivo, nem posso opinar por nunca ter achado graça dos poucos episódios que assisti.
Mas reconheço o trabalho, só nunca conseguiu me chamar atenção.
É, meu amigo, meu senso de humor é outro. Mas o que achava legal desses caras é que eles faziam rir quem conseguia rir com eles sem partir para nenhuma ofensa, o que não é o caso da programação humorística atual.
Beijos e uma linda semana, até sempre!

Carol Russo S disse...

Não só esse poema, mas como o anterior ficaram excepcionais, Samuel. Homenagem linda que cativou não só a mim, mas garanto que a grande parte de seus seguidores.
Chapolin e Chaves fizeram parte da minha infância, sempre com episódios repetidos mas que não poderiam ter maior sentido, maior graça, sempre como se na primeira vez.
Parabéns amigo.

Ivone disse...

Que linda homenagem prestastes aqui nesses versos meu amigo poeta!
Muitos estão indo, deixando corações partidos né mesmo?
Faz parte da vida e é preciso deixar ir!
Amei ler!
Abraços apertados!

Luma Rosa disse...

Oi, Samuel!
Leve e engraçada a sua poesia!
Chapolin que tanto nos fez sorrir, merece todas as homenagens!!
Parabéns pela "Xícara de Ouro"!
Beijus,

Daniel Costa disse...

Samuel
Adorei o bonito poema, tem um outro cunho diferente, dos que costumas servir. Isso prova a tua bela performance de versatilidade mental.
Abraços

Vitor Costa disse...

Mais uma singular e excelente homenagem a esses personagens atemporais.

Parabéns novamente Samuel!!

Rosemary Lima disse...

Ahh esse personagem fez parte da minha infancia... e quem não riu com as piadas engraçadas? Quem não se emocionou com o ''chavinho''? A vida seguiu e ele foi fazer sua arte lá em cima perto de Deus!

Beijos!

Célia Rangel disse...

Enalteceu as qualidades que fizeram esse personagem distribuir alegrias e bons momentos! Significativos versos.
Abraço.

Marli Terezinha Andrucho Boldori disse...

Meu querido amigo, Samuel quase não encontro palavras para expressar o que sinto ao ler o seu belíssimo e interessante poema em homenagem ao pequeno,grande homem Chapolin. Neste ano perdemos muita gente que de uma forma ou outra fez parte de nossas vidas. Beijos!

Roselia Bezerra disse...

Olá, Samuel
Passo pra parabenizá-lo pelo prêmio Xícara de Ouro... bem merecido...
Abraço fraterno

Lu Nogfer disse...

Olá meu amigo!

Mais um personagem do grande ícone do humor infantil, mereceu os teus versos e tua belíssima homengem.
Parabens!

Um beijo!

NLC POESIAS disse...

Deliciosos e puros versos de total encanto querido Samuel. Um herói tão puro e tão humano, que deixa saudade da nossa infância. Fizeste uma linda homenagem, parabéns, bjs

Ariana Coimbra disse...

Bela homenagem ao grande chaves e chapolin

Beijo

Jussara Neves Rezende disse...

Gostei bastante deste poema, assim como do anterior. Soaram singelos como os próprios personagens que já são eternos.
Abraço!

vendedor de ilusão disse...

Ele é, sem dúvida, um herói que merece ser retratado nos teus versos primorosos.

Donetzka Cercck L. Alvarez disse...

Lindo e comovente demais,amigo Samuel.

Mais uma estrela que o céu ganhou.

Estou sentindo falta de suas visitas.

Beijos e ótimo final de quarta.

Donetzka

Nádia Santos disse...

Querido, vim te desejar um feliz natal e um 2015 repleto de realizações. Estou dando uma pausa e só retorno em janeiro. Um bj grande querido poeta.

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Bela homenagem, Samuel!
Beijo*

Lucas - Blog: Overture disse...

Muito bela homenagem, meu amigo, desse que se tornou o Chaplin de nossos tempos, com suas piadas e circunstâncias tão simples e irresistíveis. Vale a pena usa todo esse talento num tema tão nobre! Parabéns. Abraçossssss

Just me disse...

Boa noite Samuel,
Linda a sua homenagem ao Chapolin. Quem nunca viu o polegar vermelho com sua mareta, todo atrapalhado. Seu poema retrata ele muito bem.
Te convido a ler o meu, espero q goste!
Bjs

http://www.achadosdamila.blogspot.com.br/

Célia Lima disse...

Bom dia menino dos versos!
E não é que achei a minha irmã gêmula aqui na blogosfera? É a Mi.
Gosto dela, sempre diz o que pensa e melhor com educação.Nem sei o comentário e pra ela ou para o seu texto.
Acho que para os dois e eu como ela tbm não acho graça em humor televisivo, aliais não sou nem chegada a piadas acho desnecessário. Mas tenho que dá a mão a palmatória que ele deixará muitas saudades.E como diz os meus netos...E agora quem poderá nos defender?
E quanto ao soneto, como sempre lindo!
Parabéns!

Bjsss

Nelma Ladeira disse...

Boa tarde Samuel.
Linda homenagem! Você é realmente uma pessoa muito especial! Você tem brilho! Carisma!
Obrigada por ser meu amigo.
Beijinhos.

Nelma Ladeira disse...

Boa tarde Samuel.
Linda homenagem! Você é realmente uma pessoa muito especial! Você tem brilho! Carisma!
Obrigada por ser meu amigo.
Beijinhos.

Vera Lúcia disse...

Olá querido Samuel,

Estou na correria e no sufoco por aqui, em meio a reformas internas no meu AP, mas dei uma fugidinha para vir ler o seu soneto. Mais uma linda e merecida homenagem ao ator e escritor Roberto Gómez Bolaños. Chapolin foi um personagem marcante e será eterno.

Lindo, meu amigo.

Beijo.

NLC POESIAS disse...

Que lindo querido Samuel, adorei reviver as aventuras do super herói atrapalhado. quem nunca deu muitas risadas com ele née. Parabéns pela inspiração, bjs

Bruxa disse...

Bom dia, Samuel!
Demorei mas cheguei! De madrugada... afinal é quando essa belezura de net me permite navegar.
Adorei essa série de poemas/homenagem para esse marco da TV.

Meu amigo, finalmente a chuva veio para Sampa. E são as tradicionais águas que alagam, de todo dezembro. Esperamos que com isso, as represas se recuperem um pouco e acima de tudo, que os governantes e o povo não relaxem achando que já está tudo bem.

Abraços esmagadores e lindo findi.

Rita Sperchi disse...

Hoje vim deixar meu abraço pelo ano
todo que vc esteve comigo, agradeço seu carinho
vou sair de férias e volto em janeiro com meus posts
favoritos, espero que nossa amizade permaneça em 2015
Desejo um feliz Natal e um novo ano cheio de muita Paz

Aqui minha gratidão por tudo

└──●► *Rita!!

Dorli disse...

Oi Samuel,
Obrigada pela visita, não estou podendo ficar no computador
Beijos
Dorli

Fábio Murilo disse...

Boa Noite, amigo Samuel. Roberto Bolãnos, foi um gênio, um Chaplin contemporâneo, é isso. Abraço.

Smareis disse...

Boa noite, amigo querido!
ADORO TE VER LÁ... E adoro quando minha imagem roda aqui no comentário, kkk.
Demorei mais cheguei!
Uma beleza de homenagem a esse super-herói atrapalhado que faz a alegria das criançadas e dos adultos também. Esse é o humor que deveria prevalecer na telinha. O humor do bem! Não se faz humor como antigamente rsrs. O México tem atores bons. Sabe que adoro as novelas mexicanas rsrsr, já assisti algumas que são excelentes.
Adorei a forma de como teceu seus versos, e de versos você é um mestre. Eu que o diga.
Ler-te e sentir você um pouco por aqui com seu carinho, e sua amizade.
Vou te escrever sobre outro livro que vou encomendar, aguarde!
Vou estar lendo sua atualização mesmo ausente.

Que o nosso Aniversariante JESUS CRISTO, esteja sempre presente em suas vidas, cobrindo-os de bênçãos.
Feliz Natal, Feliz Ano Novo!
Um punhado de sorrisos amigo queridão!
Um beijo no coração!
Volto logo!!!!

Aline Teles disse...

Mais uma bela homenagem, amigo. E agora: quem nos salvará? Beijinhos estalados.

Aline Thompson disse...

Oi, Samuca!
Eu gosto quando o Chapolin se atrapalha com os ditados populares!
No post anterior esqueci de mencionar o episódio do Chaves em que eles assistem a um filme de terror! Claro que gosto muito desse! xD
Também racho quando dissem "cadáver morto" =D
Mas o meu preferido é o dos "espíritos zombeteiros"! - Bom demais!

Tamires Cipriano disse...

Olá Samuel!

Que demais, um ótimo poema, elogio para o ator, foi de grande participação em minha infância e é até hoje.
Foi ótimo, demais, surpreendente e sucessos, uma pena que ninguém dure para sempre e a não pena.
Haha, ainda em sonhos, consigo sonhar com o atrapalhado do siga-me os bons, vou me divertir e demora a acordar =D

Beijos!
Olá!

Uhuuu, brubs aqui geentee, demais!!!
Parabéns por ser nova colunista e espero que o Rê volte também ^^

kkk de você sabia um pouco, seja bem vinda brubs e aguardo postagens aqui também, ah, amo você só por amar animais XD

Beijos!
De tudo um pouco