LAPIDANDO VERSOS

Home Quem escreve Meus livros Contato

segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

DESORDEM MENTAL

Desordem mental, células ativas;
Pensamentos confusos aos milhares;
Rodopio das idéias depressivas
Na vulgaridade ética dos ares;

Alucinação das bactérias vivas
Ocupantes dum corpo sem pilares;
Desfragmentado pelas ilusivas
Formações de simbólicos luares;

Conformidade das formas possíveis;
Sons tímidos ouvidos nos terríveis
Espaços infundidos no meu ser;

Transmutação ilógica das formas;
Vislumbre de palavras e de normas;
Potencialidade onde sei viver;

50 comentários:

Ivone disse...

Bom dia meu amigo Samuel!
Bem colocados os versos, sua mensagem é o retrato de muitas desordens mentais que podemos perceber e sentir, portanto só podemos desejar que as mentes entrem em contato com o ser que há em cada um e faça a vida fluir!
Tudo é muito simples meu amigo, só é preciso poder perceber e aproveitar a leveza de viver!
Abraços bem apertados e um lindo e feliz Natal para você e sua família!

Rute disse...

Sam, passando para lhe desejar: Que o dia da noite de Natal lhe proporcione momentos de paz... Que a prosperidade faça sempre parte de toda sua vida... E que a vida lhe traga toda a felicidade do mundo... Esses são os meus mais sinceros votos para você e família
Beijos.

Célia Rangel disse...

Vivermos na potencialidade das palavras, traz-nos um efeito balsâmico em vivenciarmos tantas "desordens mentais"...
Abraços natalinos,
Célia.

Laura Santos disse...

Belíssimo, Samuel!
Adorei a"alucinação das bactérias vivas"!...:-)
Linguagem perfeita para uma desordem mental tão criativa!
xx

Aline Teles disse...

Olá, amigo do Bordando Palavras,

Estou passando para desejar um Feliz Natal repleto de amor e paz para você e sua família.

Muito interessante a forma que tu montaste esse poema. Gostei bastante.

Beijinhos estalados.

Cidália Ferreira disse...

Bom dia Samuel
Como adoro estas tuas alucinações.

Beijinhos
http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Um poema onde você coloca como são as desordens mentais,mas devagar e muita vibração positiva se consegue colocar a mente em ordem.
Gostei amigo Samuel.

bjs e um Feliz Natal.

Carmen Lúcia

Bell disse...

oi Samuca

estamos vivendo um tempo de desordens mentais, pessoas confusas agindo por extinto sem pensar no que vem depois...
Tempo maluco esse mas que tb servirá de aprendizado.

Desejo que o seu Natal seja brilhante de alegria, iluminado de amor, paz e harmonia. Feliz Natal!

bjokas =)

Carol Russo S disse...

Tema diferente e interessante...
As pessoas estão cada vez menos sãs, menos donas de si. Triste isso. Seus poemas sempre lindos.

vendedor de ilusão disse...

Olá, caro poeta!
Vim para deixar-te os meus votos de um Feliz Natal.
Abraço.

Miguel disse...

Venho desejar…

UM NATAL MUITO ALEGRE E FELIZ, COM PAZ E MUITO AMOR NO CORAÇÃO.

Um beijo
Miguel

PS – Às 0 horas do dia 22 publiquei novo post no DEUSA

Tais Luso disse...

Olá, Samuel, sabe, se não pararmos um pouco com esse burburinho intenso em que vivemos, e achar que tudo é moderno e que precisamos cada vez mais de tecnologia, há o perigo de acostumarmos com essa desordem mental em que vivemos. Depois, amigo, nunca mais sairemos, pois tudo vai tomando proporções tão fora da realidade que não saberemos onde foi parar o fio da coisa; onde estará o começo de toda essa confusão. A coisa já está muito confusa...
Bjs, Samuel, ótimo Natal pra você!

Larissa Fonseca disse...

Um poema bem complexo, desta vez... Um poema de múltiplas interpretações. Convivo com algumas desordens mentais leves, típicas da adolescência, mas sei que a tendência é que a humanidade cada vez mais se afunde nos abismos de seus próprios pensamentos. Isto porque o ser humano, que por si próprio já tem um quê de egoísmo, vem trocando os contatos com o próximo por uma relação quase doentia com a tecnologia. É assustador...

JAIRCLOPES disse...

Soneto-acróstico
Aos loucos

Dentro, no íntimo de nosso bestunto
Existe, as vezes, algo desordenado
Seja, consequente qual for o assunto
Ordem e paz não estão ao nosso lado

Rodopios de ideias auto depressivas
Desordem virtual da lei da existência
Espaços sem quaisquer almas vivas
Memória subvertida sem inteligência.

Milhares de sinapses vãs, aleatórias
Enlaçamento de neurônios moucos
Num cérebro esvaziado de histórias.

Todo mundo daquilo tem um pouco
Assim não poderemos cantar vitória
Lembre-se que todos somos loucos.

Leidiana Pereira disse...

Seus versos são os melhores meu amigo! ^^
Venho aqui lhe desejar boas festas e que você tenha um excelente natal!!
Beijos. ♥

Diário da Lady

Célia Lima disse...

Boa noite anjo das letras!
Hoje vim aqui especialmente para lhe desejar um feliz natal, não só a vc como a todos de sua família! Tbm agradecer por todas as vezes em que vc esteve em meu espaço mesmo quando eu não podia vir aqui.Agradeço esse ano que esta findando onde fomos grandes amigos,
Como sempre lindo soneto.

Bjsss e fica com Deus e até sempre!.

Nelma Ladeira disse...

Belo poema Samuel!
Um Feliz Natal! Cheio de amor e paz.
Que Deus te abençoe.
Beijinhos:-*<3

Simone Lima disse...

Gente! Eu fico impressionada com cada soneto teu! tu és um poeta e tanto!!
Feliz Natal pra você e sua família :*

Beijoo'o

Cristal de uma mulher disse...

Para este poeta que eu aprendi a viver suas letras divinas..

Nesse espaço que vem fortalecer
A vida em seu viver.
Que acrescenta o amor divino,
No caminho de nosso destino.
Onde a verdade explicitada,
Relata a vida em sua jornada.

Feliz festas com tua família poeta.

Rachel Omena

Bell disse...

Deixo meus votos de um Feliz Natal pra vc =)

Rosemildo Sales Furtado disse...

Olá Samuel! Passando para desejar um Excelente Natal e que o ano de 2015 seja de muita saúde, paz, amor, prosperidade e repleto de realizações para ti e para os teus. Temos um recadinho para o velho Noel. Espero que gostes. Rsrs.

Quanto ao post, belíssimo soneto, com ênfase para a quadra abaixo:

Alucinação das bactérias vivas
Ocupantes dum corpo sem pilares;
Desfragmentado pelas ilusivas
Formação de simbólicos luares;

Abraços,

Furtado.

Patrícia Pinna disse...

Boa noite, Samuel.
Viver na desordem, na confusão dos sentimentos não é nada bom, há de se esclarecer o que realmente queremos, precisamos e intuímos.
Nada melhor do que sair da desordem do caos e encontrar a paz, lugar seguro para fazermos morada.
Te adoro, amigo.
Tudo de bom.
Beijos na alma e excelente 2015 com Jesus no coração todos os dias.

Bruxa disse...

É... desordem mental ou de sentimentos causam males ao físico. Buscar o equilíbrio sempre!

Consegui chegar aqui pra registrar meus votos de Boas Festas a você e os seus. Que 2015 seja um ano próspero e de muitas vitórias.
Abraços esmagadores.

Bia Hain disse...

Olá, Samuel, como vai? A desordem mental é benéfica quando usada no sentido de se reinventar, se renovar... só não podemos nos perder nessa espiral.
Desejo um Natal de paz e harmonia, que seu novo ano traga sucesso, alegria e muito amor. Agradeço a companhia durante o ano, abraços, tudo de bom!

Fábio Murilo disse...

Estarei lendo por acaso um Cruz e Souza, ou um Augusto dos Anjos. Não apenas outro genial escritor de escrita elegante e disciplinada, Samuel Balbinot. mandasse bem cara. Feliz Natal!

Lindalva disse...

e sem ordem totalmente desordenada venho aqui dá um beijo de natal no meu donzelo. E hoje por ser natal Vamos cantar parabéns ao verdadeiro aniversariante do dia: JESUS. Que a mágica do natal possa entrar em tua casa e iluminar cada cômodo trazendo para tu e os teus muitas bênçãos. Te espero no Boas Festas para juntos cantarmos parabéns para o filho de Deus. Um enorme beijo no coração.
http://boas-festas-2014.blogspot.com.br

Marli Terezinha Andrucho Boldori disse...

Seu poema nos deixa de cabelo em pé rsssssssssssss tanta desordem, não é?
Meu querido amigo desejo-lhe um feliz e santo Natal. Beijos!

Cia. De Teatro Atemporal disse...

É com imenso prazer que temos a honra de conhecer este espaço maravilhoso!

Parabéns pelo seu Blog!

Te convidamos para conhecer o espaço da nossa companhia de teatro!

Este ano preparamos com muito carinho o "ESPECIAL GRANDE OTELO" que recomendamos para todos!

http://ciaatemporal.blogspot.com.br/

Obrigado pela atenção!

FELIZ NATAL! FELIZ 2015!

Clemente.

Aline Thompson disse...

Oi, Samuca!
Tudo bem?
Eu gostei muito do poema!
Boas festas para você também! ^^
...beijinhos***

Lucas - Blog: Overture disse...

Grande amigo, nesse soneto navegaste pelas ondas do Simbolismo, fazendo-me lembrar autores daquele movimento, embora obviamente alguns princípios daquele Estilo não fossem (nem devessem ser) tua preocupação.
A desordem mental é aparentemente caos, mas ele muitas vezes nos surpreendem no que traz à tona. Abraçossssssss

Vitor Costa disse...

Olá Samuel, meu, confesso que tive que reler muitas vezes o seu poema, tamanha a complexidade e a densidade do conteúdo.

Acredito que a desordem mental a que se refere seja um fruto direto do modo de vida da nossa sociedade, seja proveniente do "Rodopio das ideias depressivas.", da incomunicabilidade com o nosso semelhante, da falta de entendimento sobre si mesmo, das lógicas ilógicas do sistema, etc...

De qualquer forma, parabenizo-o por mais esse poema singular, grande abraço e tenha um excelente fim de ano poeta.

Coluna da Mi disse...

Oi poeta! :)
Eu li e reli teu soneto e cheguei à conclusão que a "desordem mental" a qual se refere é a do dia a dia, se é que ela possa ser chamada assim, já que a desordem mental literal é muito mais complexa. E incurável.
É uma desordem acima de tudo química e não basta "simplesmente querer". Seria o mesmo que mandar o diabético parar a insulina e "confiar" que vai melhorar.
Há uma psicofobia muito grave ainda, em pleno entrada de 2015 e isso é revoltante e desalentador.
Beijos.

Elyane Lacerdda disse...

Samuel, a complexidade desse poema me atraiu muito, gosto de pensar, refletir,isso me alimenta!
Muito bom, amigo poeta!
Bjus no coração!
http://www.elianedelacerda.com

Tamires Cipriano disse...

Olá Samuel ^^
Como foi o natal? Bem, obrigada pelo recado no blog e foi tudo maravilhoso XD

kkkk nem me fale, as vezes me sinto em desordem mental, me imagino como louca, sei lá, parece que não sou eu, mas a correria do dia-a-dia, a falta de conversar ou como digo, de sermos escravos do tempo, do relógio, nos obrigada a deixar nesta desordem mental, já quebrei copo, chorei e fiz diversas coisas nesta bagunça que o cérebro se tornou, mas tudo passa e o culpado somos nós mesmos que simplesmente não nos controlamos né? rs
Amei a complexidade de cada verso, suas palavras deixam a mais pura magia e amor à poesia aos leitores =D

Beijos e ótimo fim de semana!
De tudo um pouco

Aline Teles disse...

Olá, amigo do Bordando Palavras,

Estou passando para desejar um Feliz Ano Novo repleto de amor, paz e prosperidade para você e sua família.

Beijinhos estalados.

Bandys disse...

Ola Samuel,
E com desordem mental ou não estamos encerrando mais um ano e esperando outro.
Que venha pra gente desenhar, arriscar, poetar e claro viver. Feliz 2015, Feliz ano novo

Nyce Pinto. disse...

Olá Samuel, tua maneira de descrever a "desordem mental" foi fantástica! "Pensamentos confusos aos milhares" as vezes é bem assim... Mas, neste momento eu passo por aqui para desejar que 2015 chegue devagarzinho e com muitas energias boas e sentimentos verdadeiros! Muita luz! Feliz todos os dias! Abraços...

Rafaela Sena disse...

Adoro as desordens, mas só as poéticas! Gostei viu?! E venho aqui agradecer pela gentil companhia durante o ano lá no blog, que este laço siga fortalecido em 2015. Abraço Samuel, até sempre!

Gaby Soncini disse...

Samuel!

Obrigada pela sua presença esse ano, por todas as palavras belas, comentários, pelos seus poemas lindos, não tinha visto ainda suas fotos com seus livros, lindos, lindos e lindos!
Parabéns!
Desejo a ti um novo ano repleto de luz e felicidades!

Abraços!

Sónia M. disse...

Li de um fôlego. Forte! Gostei, como sempre, Samuel.

Apesar de andar um pouco ausente deste mundo virtual, não podia deixar de passar por aqui, para agradecer a sua companhia em todo o ano que quase finda e desejar tudo de bom, no novo ano que quase inicia. Seja feliz!

Meu beijo!

Aline Thompson disse...

Senti falta de ter um bom poema para ler na segunda!

...beijinhos***

Bell disse...

Querido Samuca

Feliz 2015!!!

Evanir disse...

Foi um privilégio caminhar a seu lado no decorrer desse ano .
Estou passando na minha última visita de 2014 e
agradecida por um dia ter conhecido uma
pessoa tão maravilhosa como você.
Nunca terei como agradecer seu companheirismo
que fez você ser tão espacial para mim.
Que essa amizade compartilhada no percurso
de mais um ano seja a alavanca para prosseguir em mais um ano.
Desejo um ano novo de grandes conquistas sonhos que se realize paz e esperança .
Sem despedidas deixo um encontro marcado para compartilhar novos momentos...
Agradeço esse presente divino que tem o nome de amizade.
Feliz Ano Novo.
Até nosso próximo reencontro em 2015.
Beijos ternos e carinhosos.
Evanir.

vendedor de ilusão disse...

Passando para deixar-te os meus mais sinceros votos de um Ano Novo esplendoroso; repleto de alegria, saúde, realizações e muita paz regada à felicidade...

Rosemary Lima disse...

Samuel, feliz ano novo... que 2015 venha repleto de coisas boas para todos nós!

Beijoo

Miguel disse...

VEJA NO MEU BLOG:
Aproveito esta linda imagem para desejar a toda(o)s um ANO NOVO pleno de felicidade.
Peço desculpa a quem ainda não retribuí as amáveis visitas, o que farei com a maior brevidade possível.
Obrigado! Um abraço
MIGUEL

Aline Teles disse...

Feliz 2015, amigo. Que o seu ano seja repleto de muitas alegrias. Que seja bordado de muita paz e amor. Beijinhos.

Ariana Coimbra disse...

A desordem mental quase sempre é necessária pra nos mostrar o que deve ser mudado.
Feliz ano/vida nova!

Beijo

Cristina Cebola disse...

Um poema, que é um verdadeiro desafio à vida, e à lógica da mente.
É tão fácil questionar o infinito abstrato , e tão difícil imaginar-lhe a forma...
Belíssimo, forte, diria até arrepiante....

Abraço e bom ano...

Ivone disse...

Meu querido amigo Samuel, obrigada pelo seu carinho á no meu espaço, retribuo aqui com prazer e aproveito para lhe desejar um feliz ano novo, com todos os sonhos em andamento para plenas realizações!
Abraços bem apertados!