1 1
Home Quem escreve Meus livros Contato

segunda-feira, 24 de agosto de 2015

LEMBRANÇAS MINHAS

Cada sonho meu, cada doce olhar...
Cada sorriso que correu meu rosto...
Cada esperança minha de beijar
Tua boca, guardo em meu ser com gosto;

Cada gesto meu, cada suspirar...
Cada palavra que disse no encosto
Das nossas almas... fez-me desejar
O carinho do teu corpo disposto;

Meus puros anos, nunca esquecerei!...
Foram neles que um beijo teu roubei...
Um beijo virginal na doce idade;

Nossas almas tão cheias de vontade...
Nossos corações no peito sorrindo...
Lembro-me com carinho... era tão lindo;
              

31 comentários:

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Lembranças de um grande amor é sempre muito bom recordar.
Lindo Samuel.
Bjs e uma ótima semana.
Carmen Lúcia.

Dorli Ramos disse...

Oi Samuel
Não gosto muito de recordar, pois dói a alma, mas às vezes, me pego a sonhar o passado que foi lindo.
Beijos no coração
Dorli Ramos

Bell disse...

Lindo e romântico

bjokas =)

Cidália Ferreira disse...

Como é bom recordar as coisas boas! Adorei como sempre, Samuel.

Beijinhos e uma boa semana
http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Roselia Bezerra disse...

Olá, Samuel
Recordar do tempo puro e feliz dos primeiros amores com alma limpa é salutar e compor versos sobre o que sentia o coração naquela época é fazer a outros felizes também.
Abraço fraterno

Cilegal disse...

Belas palavras amigo.
Passando para retribuir o carinho da sua visita e compreensão.
Lindo poema de um amor inesquecível.
Beijos da sempre sua amiga.

Tais Luso disse...

Tanto encanto assim só pode ter sido o primeiro amor!! Que época, que idade maravilhosa! Tudo era sonho.
Hoje temos um amor lindo, mas sem aquela pureza. Cada coisa no seu tempo.
Beijos, querido amigo.

Célia Rangel disse...

Essa é uma fase em que as palavras brotam de tal forma, como o encantamento da magia, desse seu poema amoroso.
Abraço.

Mariangela do Lago Vieira disse...

Que lindo Samuel.
Como é bom relembrar a coisas boas da nossa vida, que nos marcaram tanto!
Lindo poema, gostei demais!!
Beijão amigo!
Mariangela

Bandys disse...

Lindo. Uma saudade eternizada no coração.
Uma delicadeza que se transforma em poesia tatuada na alma.
beijos, paz e luz

V. Elisa disse...

Incrível *u*

Fábio Murilo disse...

Não conhecia, ou não lembrava, desse teu estilo romântico. Bons versos, inspirados. Gostei, Samuel.

Mila disse...

Lindo! Muitas vezes guardamos as boas lembranças com muito carinho!
Bjs

http://achadosdamila.blogspot.com.br/
http://facebook.com.br/achadosdamila

Dorli Ramos disse...

Oi Samuel
Obrigada pelos votos
Beijos
Dorli Ramos

Adriana Helena disse...

Poema lindo,sensível, doce, muito romântico e também cheio de atitude!
Adorei!
Gosto muito das palavras suaves, doces, que deixam apenas rastros de flores!
Você sempre se superando Samuel, parabéns!

Beijos e uma ótima semana, com muita serenidade! :)))

Lavínia Carvalho disse...

Que lindo Sam, eu sou poço de sensibilidade e então já deve imaginar como eu fiquei rs, e como já dizia uma das minhas frases favoritas. "Tudo vale a pena, se não virar amor vira poema". Muito inspirador seu poema. ♥ Beijos

Carol Russo S disse...

Samuel!!! Quanto tempo, desculpe. Eu gostaria de estar mais ativa aqui, sério, mas infelizmente estou toda atolada com trabalhos da faculdade e meu emprego.

Teus sonetos são sempre maravilhosos, querido amigo! Que lembranças mais inspiradoras!
Beijo grande!!!

Smareis disse...




Olá meu caro poeta amigo Samuel!
Saudades!!!!
Um poema escrito lindamente. Lembrar-se das coisas passadas que foram importantes, é vivê-la novamente de uma forma diferente, mais com a mesma intensidade. Teu pote de encanto sempre transborda nas tuas escritas. Tua alma é encantadora!
Adorei!

Beijos meu, e uma ótima quinta-feira.
Ate breve poeta!
P.S: vc já participou do pinterest? Até o final da semana te envio um e-mail.

afetocolorido.blogspot.com.br disse...

Bom dia Samuel! Li, gostei de cada verso de "O que fazer com este amor" , amor que você busca de todas as formas, tem alegria, tristeza, choro, solidão, dúvidas e questionamentos que prende o leitor do início ao fim. gostei dos três, mas este causou-me verdadeiro encanto.
"O Livro das Flores", este tem nostalgia, sensualidade sutil, e versos augustianos, muito bom de se ler...reflexivos.
e Lismel de Samul é uma delicia, um amor em versos também muito envolvente.
Parabéns pelo primoroso trabalho.

Bjs no coração amigo!

Carolina Botelho disse...

Muito bonito, eu gosto quando vc escreve versos assim :)

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Olá Samuel,passando para lhe desejar um ótimo final de semana.
Bjs-Carmen Lúcia.

Marli Terezinha Andrucho Boldori disse...

Olá Samuel, que doce soneto, quanto amor, quanta paixão , quanta sensualidade, quanto desejo trazido pelas lembranças do tempo que foi, mas que ficou também. Quem é que não teve um grande amor, que ficou no passado, porém, insiste em nos visitar. Belíssimos versos! Grande abraço!

POESIAS SENSUAIS E CONTOS disse...

Encantados versos! Um precioso e lindo fim de semana.

Vanessa M. disse...

Belíssimo poema, Samuel!
Teus versos exalam toda a doçura que faz-nos recordar das lembranças do primeiro amor..
Realmente encantador, gostei bastante.

Tenha um ótimo domingo!
Um grande abraço

Danny disse...

Que palavras mais lindas! Recordar é sempre bom, ainda mais quando são momentos incríveis que se passaram e só deixaram lembranças boas, e quando é um grande amor vivido, vale a pena guardar memorias.

http://destinoincertoo.blogspot.com.br/

Patrícia Pinna disse...

Boa noite, Samuel, querido amigo.
Libdo piema obde a lembrança de um amor tão puro vive intensamente preso nas lembranças que não querem partir.
Como é triste quando esse encanto vira um outro cenário, o de lágrimas e dor, solidão e ausência.
Um dia, novamente, o amor pleno irromperá como a luz e trará a felicidade para a nossa alma.
Amei ler você.

FELIZ ANIVERSARIO, lindo ciclo de início abençoado e conquistas de muita paz e luz em seu coração.
Desejo o melhor que os céus tiverem preparado para você.
Saúde, paz, amor e vida longa!
Seha sempre feliz!
Te amo, amigo.
Beijos na alma!

Sayuri Okamoto disse...

é porque as lembranças, são as mais valiosas de nossas vidas, e vale a pena guardá-las

abraços

Larissa Fonseca disse...

Algumas lembranças não somente nunca nos deixam, como também sempre nos despertam as emoções originais daquilo que nos fazem recordar.

Poesia belíssima, poeta Samuel!

Nanda Olliveh disse...

Ah, que lindo!
Simplesmente amei!

Beijos querido amigo poeta!

Poções de Arte disse...

Mandei um comentário, mas deu um erro esquisito aqui, não sei se chegou...

Comentei que esse poema é diferente dos que costumo ler por aqui. Tem um toque saudosista de um amor vivido intensamente. Eu gostei!

Abraços e lindo dia.

Simone MartinS2 disse...

Bom diaaaaa poeta sensível, saudoso e songador! Sdds...sdds...sdds! Tão bom amar e ser amado! Lembrar do sabor dos beijos, toques e cheiris...Amodorei! Bjos se cuida! To por ai 😉 😚