LAPIDANDO VERSOS

Home Quem escreve Meus livros Contato

quinta-feira, 21 de novembro de 2013

A PAZ INTERIOR

Lembranças dos meus anos mais queridos...
Da vida tão mais bela e divertida;
São flores virginais da colorida
Primavera de tempos doces, idos;

Meu coração suspira sonhos tidos...
Minha alma canta a luz da minha vida...
Canta a paz interior ainda escondida
Dentro de mim, a paz dos meus pedidos;

E eu sei que a verdadeira paz existe
Nestas doces lembranças bem guardadas
Dentro do meu ser criança... dentro em mim;

E nada daquela idade era triste...
Lembranças que serão sempre lembradas
Na busca da paz do anjo querubim; 

60 comentários:

Mary disse...

Bom dia Samuel!

Quantas saudades de ser criança,tempo em que eramos felizes e não sabíamos,

Tenha um excelente dia!


ᄊム尺goん disse...

[ainda bem q temos boas lembranças!]

abç

*Mirtes* s2 disse...

Bom dia Samuel, tudo bem?

Adorei esse soneto...sinto muita saudades da minha infância, com certeza as lembranças que guardo dela são paz para o meu coração.
Mesmo adultos, ainda devemos manter o nosso espírito de criança, pois assim dia após dia enxergaremos a vida com outros olhos!

Tenha uma ótima quinta feira!
Bjos

Ivone disse...

Bom dia amigo poeta, lindas lembranças, amo lembrar da minha infância, mesmo que já tenha passado tanto tempo, meus netos me ajudam a recordar com muito prazer!
Amei ler, seus versos são lindos!
Abraços meu jovem poeta querido!

Kunti/Elza Ghetti Zerbatto disse...

e quantas lembranças boas trazem a infância!
lindos versos.
aqui não está chovendo tanto mas o calor está insuportável,rs.
abração com carinho

Bell disse...

Bom diaaa Samuel

Lembranças são flashes que guardamos na memória e no coração. Aquelas mais lindas e marcantes dão paz no coração e alegria. Maravilhoso isso.

tenha um maravilhoso dia =)

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Bom dia Samuel,quantas recordações guardamos da nossa
infância.Momentos que jamais se apagarão.

Um lindo dia à você.

bjs amigo
Carmen Lúcia-mamymilu

Laura Santos disse...

Líndíssimo, Samuel!
Que a criança que existe dentro de nós viva para sempre.
xx

Vall Nunnes disse...

Bom dia príncipe dos versos e sonetos!
Lembranças assim faz tanto bem. Publiquei algo sobre lembranças lá no meu outro blog, um lugar onde penso alto.
Até sempre!

http://vallnunnes.blogspot.com.br/

Tallita Monteiro disse...

"E eu sei que a verdadeira paz existe
Nestas doces lembranças bem guardadas"

O que seria de nós sem nossas lembranças...sem essa caixinha mágica de memórias que muitas vezes nos proporciona as melhores alegrias? Sábio aquele acumula em sua vida todas as lembranças vividas!

Bjs

Cidália Ferreira disse...

Bom dia Samuel

Lindo poema.. As saudades de criança vêm sempre às nossas lembranças.. Quando são boas vale a pena recordar...

Adorei!

Beijo
http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Adriana Vissotto disse...

Bom dia Samuel,
devido a muitos imprevistos só vi sua msg hoje.
Que lindo poema que deixou no blog, obrigada.
Moro perto de Ametista do Sul, acredita que nunca fui lá? Mas quero ir também gosto muito das pedras preciosas...
Super abraço e vou sempre te visitar...
Adry
makeeflores.blogspot.com.br

Marcos Satoru Kawanami disse...

Samuel,

É, os querubins são representados em pinturas de crianças.

:)
Marcos

Patrícia Pinna disse...

Boa tarde, Samuel. Como é bom lembrarmos da nossa infância com uma alegria indizível, que faz bem ao coração, sem tormentos e conflitos, sem choros e infelicidade.
Época em que estamos fortalecendo o nosso caráter, criando elos com o nosso eu, nos conhecendo mais.
Época de liberdade gostosa, faceira, que não sai no presente da nossa memória adulta.
Nada nos impedi de cultivarmos a mesma paz, de sentirmos o seu calor, sua energia e seguirmos em frente, apenas com lembranças boas ao coração.
Que os anjos que nos protegiam outrora, sejam os mesmos a nos proteger agora!
Beijos, amigo querido!
Tenha um dia abençoado e de paz!

Patrícia Pinna disse...

CORREÇÃO: IMPEDE

Beijos, lindo!

Clau disse...

Olá Samuel :)
Existem lembranças que mexem positivamente com as nossas emoções,trazendo-nos essa paz interior...
Bjs!

Dani disse...

Algumas lembranças trazem a paz a tona, mas não quero mais paz em lembranças e sim presente nos meus dias. Espero alcançar essa paz.
Beijos

Nádia Santos disse...

Tempos bons, onde tudo era felicidade. Lindo soneto querido. Bjinhos

Donetzka Cercck L. Alvarez disse...

Muito lindo,Samuel.

A infância e as belezas dela devemos levar para sempre em nossos corações para jamais perder essa forma bonita de ver a vida.

Saudades,amigo.

Estou retornando aos poucos e só visitando quem comenta no meu,pois nem sempre estarei disponível ainda.

Programo os posts que aparecem automaticamente e entro de vez em quando para liberar os comentários.

Beijokas e até breve

Donetzka

Fernanda Bender disse...

A infância é uma época tão boa... a tristeza existe, mas logo é dissolvida por qualquer coisa simples e corriqueira que acaba sendo um encanto aos nosso olhos inocentes... nada como a paz de uma criança.

Adriana Paz disse...

Muito belo,Samuel.

Sempre a nos brindar com suas pérolas.

Essa infância linda sempre estará dentro de nós.

Basta resgatá-la!

Beijinhos e ótimo dia

Dryka



Blog Suas Histórias Nossas Histórias

✿ Rê ✿ disse...

Oi amigo poeta do meu coração!
Nossa infância, tive muitos momentos de paz, outros nem tanto... Mas a vida continua e nos brinda com pessoas deixam nossos dias mais felizes.
Lindas palavras!
Tenha uma tarde deliciosa.
Com carinho de sempre

Femme Digital- Mãe, Esposa, Mulher!

LENAPENA disse...

Linda poesia, sempre me pergunto: por que será que a infância deixa marcas tão profundas em nós??? Sinto muita saudade da minha também. Cheguei até seu blog através do blog da Meri. Gostei muito do que li. Parabéns, a vc.

Elisa T. Campos disse...

Samuel
tempos doces, tidos ,sonhos idos . Você faz a gente mergulhar nos tempos felizes da infância. São esses tempos idos que nos tornou melhores hoje.

Um lindo dia iluminado.
bjs.

Hellen Hosseini disse...

Que poema mais simbólico.
Bonito demais.

Jéssica Mirtiany disse...

Seu soneto retrata e relata a beleza da infância. Este é lindo como os outros que já escreveste. Novamente, parabéns!
Obs.: Qual arquivo de sonetos que me mandaste? Foi por e-mail?
Beijos

*** ZIZI *** PARA OS AMIGOS!!! ### disse...

Lindas lembranças meu amigo! Tempos que não voltam mais, ficam as saudades!
Beijinhos até o infinito...

Joana disse...

Senti uma paz enorme lendo teu soneto... você tem este poder, o de me trazer paz e alegria quando te leio. Parabéns!

Dorli disse...

Oi Samuel,
Não viva de lembranças, elas judiam de saudades. Faça o hoje ser melhor do que o ontem e o amanhã ser melhor que o hoje.
Não deixe os sulcos fazerem morada cedo nesse lindo rosto.
Um beijo
Lua Singular

Marina Scholze disse...

Oi
Gostei, a minha infância foi assim também, com lembranças boas...
http://marinascholze.blogspot.com.br/

Ritinha disse...

Lindo isso!
Pois a verdadeira paz existe de um jeito nobre dentro da gente.
Adorei!!!!
bjs
Ritinha

Maria Luisa Adães disse...

E eu sei que é verdade o que dizes

E quem bem tu dizes...

Lindo,

Maria Luísa (os7degraus"

Bell disse...

Tenha um ótimo fds =)

nelma ladeira disse...

Olá Samuel,adorei seu texto!
Só de ler eu senti uma paz muito gostosa.
As vezes nós escrevemos,pode ser uma pequena frase,mas o significado é tão bom,que você viaja nas letras.
Adorei amigo,boa tarde beijinhos.

✿ Rê ✿ disse...

Amo seus comentários sabia?
Você sempre com palavras que ajudam, com conselhos verdadeiros. Eu sinto que são de coração.
Pode comentar a vontade, dar suas dicas, tenha certeza que ajudará muitas pessoas.
Estou precisando de uma massagem relaxante, pensei em reflexologia. Não consigo dormir direito, fico preocupada com o filho pequeno que dorme comigo na cama,acho que se eu dormir ele vai descer da cama e eu não vou ver, tenho TPM. etc, etc.rs
Eu li que você trabalha com terapia holística, acho super importante sabia?
O que acha de falar sobre o que é, o que trata, a importância e os benefícios dessa terapia para eu postar no blog?
Se você topar a gente combina e você me manda por e-mail.
Pode responder se topa lá no blog, se não quiser não se preocupe a amizade continuará a mesma. rs
Tenha uma ótima tarde!
Beijo carinhoso

Femme Digital- Mãe, Esposa, Mulher!

Rovênia disse...

Crescemos, é verdade, envelhecemos, é verdade, mas também é verdade que a criança que fomos vive em nós, eternamente.
Ótimo fim de semana, Samuel. :)

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Olá Samuel,passando para lhe desejar um ótimo final de semana.
bjs
Carmen Lúcia-mamymilu

Ariane Alves disse...

Olá Samuel! Vim retribuir a visita que você me fez no meu blog, desculpe a demora,pois até hoje não tinha visto o seu comentário!
Vim agradecer pelo soneto que você me deixou eu achei lindo, cujo nome é Soneto as Unhas. Queria pedir sua permissão para fazer uma postagem com ele no meu blog e é claro com o seu nome e divulgando seu blog que eu particularmente achei incrível; você escreve muito bem!
Aguardo sua resposta!
Bjkinhas...

http://artedepintarunhas.blogspot.com.br/

Nequéren Reis disse...

Olá!!!, Deus seja contigo, tenha um final de semana abençoado, amigo a minha alma canta a luz da minha vida, bela e encantada poesia SUCESSO AMIGO.
Blog: http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br/
Canal de youtube: http://www.youtube.com/NekitaReis

Smareis disse...

Olá Samuel! Boa noite grande poeta!

Que belo ficou seu poema.
Sinto uma saudade danada de minha infância, só tenho coisas boas pra recordar, hoje mesmo estava falando com uma amiga sobre essas doces lembranças que a gente guarda com tanto carinho de quando criança. Época que tudo era alegria. A gente cresce, amadurece mais as lembranças vividas e essa paz interior sempre existira. Só não podemos deixar morrer dentro de nós essa criança que vive.
Lembrei-me de uma frase de Rubem Braga que diz que "Ficar Adulto é se encontrar com a solidão, quando não mais se pode gritar: Mãe, me pega no colo! Pai me tira do buraco!"
Samuel, eu fico tão feliz quando te leio sempre me encontro em alguma parte dos seus poemas. Esse final de ano estou andando meia ausente, devido muitas coisas pra resolver, mas logo estarei mais presente aqui no seu blog. Muito obrigada pelo carinho meu querido.
Beijos e ótimo fim de semana!

Eu...Suzana disse...

Oi Samuel,
como é bom relembrar a nossa infância e isso serve de ânimo para enfrentarmos a realidade dos dias presentes.
Um beijo grande prá ti amigo e bom final de semana.

Anônimo disse...

Belo alvorecer meu menino poeta!
O soneto traz o desejo das boas lembranças,eu sinto saudades de tudo vivido e,saudades do que não vivi e desejava viver dentro da infância...

P.s.Aproveito para deixar uma nota.A identidade da minha conexão,tem uma CRIPTOGRAFIA DE 128 BITS.No entanto ,esta página da qual estou a comentar,incluí outros recursos que não são seguros.Esses recursos podem ser visualizados por outros enquanto navegam e podem ser modificados por um invasor para alterar à aparência da página.
A conexão usa a TLS 1.2
A conexão foi criptografada e autenticada utilizando;
AES_128_GCM e usa ECDHE_RSA como o mecanismo de troca de chave.
Por isso deixo dito que a identidade deste site do qual uso foi confirmada por ;
VERISIGN CLASS 3 SECURE SERVER CA-G3.
Desculpem o transtorno em ter que deixar essa nota em cada comentário que faço nos blogs dos amigos.Motivo por comentar em anônimo,mais sou do BLOG FOLHAS DE OUTONO.
Só poderei voltar a navegar quando o problema for solucionado.Que deve levar um tempo.Problema esse que está em outras redes do qual deixo como exemplo:blogs-facebook-skype-e-mails-sonico e outros mais...

nelma ladeira disse...

Vim te desejar um ótimo fim de semana,cheio de amor e paz.
Boa tarde beijinhos.

may lu disse...

"Dentro do meu ser criança... dentro em mim;" que meigo! Lembranças dos tempos de crianças para muitos geralmente lhes são as mais doces...
Como sempre você nos agraciou com mais um belo poema!
Tenhas uma semana abençoada! Grande beijo

Suzi (Vulgo, Emilie) disse...

Também lembro co carinho da minha infância. Só não tenho o mesmo coração [infelizmente] :(

Lindalva disse...

clap clap clap... Meu donzel querido, meu lindo menino poeta... foi-se o tempo... mas o tempo bom sempre fica no baú do nosso coração. Eu já disse hj que te amo?...

Maria Rodrigues disse...

Como são doces as lembranças do nosso tempo de criança.
Maravilhoso e terno poema.
Bom fim de semana
Beijinhos
Maria

Lu Nogfer disse...

As lembranças marcantes sempre se fazem presentes trazendo saudades boas.

Teus versos tem cheirinho de flores!
Lindo!!!

Beijos, menino querido!

Fábio Murilo disse...

Bons tempos que não voltam mais Samuel. Quer encontrar pureza, olhe nos olhos de uma criança.

http://apoesiaestamorrendo.blogspot.com.br/

Mirian Morais disse...

Perfeito querido,parabéns!E sim eu creio que essa paz existe , difícil crer em um mundo tão tenebroso e mal ,mas quando encontramos pessoas do bem ,pessoas que driblam as maldades do mundo , pra tentar fazer o bem, vemos que a criança dentro delas nunca vai morrer , fiquei conhecendo seu trabalho no blog da Zizi e passei pra conferir seu trabalho,é claro que amei e já virei sua seguidora.Também tenho aqui em casa ,um pequeno Samuel de 3 anos que está vivendo mesmo sem saber, toda essa paz .Resumindo ,amei ,amei o seu espaço,amei suas poesias,amei o seu nome enfim,parabéns por tudo e volto com certesa

Celia Lima disse...

Oi , parabéns menino!
Só uma perguntinha tenho a lhe fazer e isso será tudo.
Quando será que estarei participando de uma tarde de autografo sua?
Bjinhos

Ariane M. Santos disse...

Meus sinceros parabéns por tão belas palavras. Que poder de tocar a alma!

Ariane Alves disse...

Olá Samuel! Você me disse que me enviou um email, mas mas não recebi, tente me enviar novamente.
Tenha um ótimo Domingo!
Bjkinhas...

http://artedepintarunhas.blogspot.com.br/

Dorli Silva disse...

Oi Samuel,
Parece que foi brincadeira que fiz no blog, mas não foi eu mesmo já passei por uma situação semelhante, segunda explico.
Mas já ri tanto com algumas respostas.
Beijos
Mundo dos Inocentes

Rita disse...

Que bom poder voltar as visitas de vcs, hj
meu dia foi melhor,
Vim deixar um abraço de agradecimento por todo
carinho que vc tem comigo, muito obrigado pelas
palavras que são deixadas na minha pagina
Que Deus abençoe ricamente sua vida, e amigos eu guardo no coração
Abraços de sempre.....Bjussssss

└──●► *Rita!!

✿⊱Lilasesazuis✿⊱by Lígia✿⊱ disse...

Samuel,

Obrigada pelas sugestões musicais que você me enviou!!

Amei todas…todas, principalmente as de rock….rsrrsrs….menino, você tem bom gosto musical!!!

Seus versos são delicados. Gosto de gente que pensa e escreve com delicadeza, pois tocam a alma!!

abraços, e tenha uma ótima semana,

Lígia e =ˆ.ˆ=

Vera Lúcia disse...

Olá Samuel,

Lembranças dos tempos de criança sempre serão saudosas e eivadas de paz e de ternura. Naquela época, não havia espaço em nós para turbulências que nos tirassem a paz interior. Certo é, porém, que estas lembranças mantém viva a nossa criança interior, que nos ajuda a caminhar pela vida com maior leveza.

Amei o soneto.

Abraço..

Donetzka Cercck L. Alvarez disse...

Samuel

Obrigada pela visita e pelos parabéns.Eu lembrei a todos porque creio que temos que comemorar a vida a cada ano que ganhamos de Deus.

Sempre que posso visito seu espaço que continua na minha lista de favoritos.

Linda semana,amigo

Abraços

Donetzka

Ana Cecilia Romeu disse...

Samuel,
sempre guardamos, não só na lembrança, traços de nossa infância. Dentro de nós há querubins, mas que gostam de brincar de outras coisas, de assustar o adulto que também temos :)

Beijos!

Tais Luso disse...

Nossa, querido amigo, que lindo, quanta ternura ha nesse poema. Mas a infância é isso comparada à maturidade. Eu acho que sofremos um pouquinho, sim, aquelas bobagens de criança. Porém diante da vida madura, escura que de vez em quando enfrentamos, tudo o que passamos na infância se tornou alegria!
Lindo, aplausos!
Beijo.