1 1
Home Quem escreve Meus livros Contato

segunda-feira, 16 de junho de 2014

CONSCIÊNCIA

Só a expansão de consciência
Pode colocar um fim...
Em cada ato de violência
Que faz o mundo ruim;

Ainda hoje as limitações
Assumem o seu papel...
Derrubando corações
Como torres de babel;

São fáceis de controlar...
Parecem uns robozinhos...
Basta o botão apertar
Que eles fecham os olhinhos;

Assim como o celular
Podem bem estar chipados...
Ou não querem acordar
E serem reprogramados;                                                         

47 comentários:

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Oi amigo Samuel,uma vez já disse à você que sou completamente contra à tantas violências e à esses que aparecem com rostos cobertos por máscaras.
Além de tudo isso exibem uma cor de Bandeira que não é o Verde Amarelo,Azul e Branco.
Aplausos pelos versos com muitas verdades.
bjs amigo e um ótimo final de semana.
Carmen Lúcia.

Bell disse...

Oi Samuca

A tecnologia vem roubando muita coisa, em especial o tempo.
Assisti uma matéria, que tem gente terminando relacionamento em redes sociais e sms. Loucura loucura, isso mostra a falta de maturidade das pessoas em se relacionarem.

bjokas =)

Nanda - Arca de Rabiscos disse...

Oi Samuca!!
É preciso ampliar a consciência e colocar também mais sentimento nas coisas para que o mundo e as pessoas possam mudar. Se colocar no lugar do outro já seria de grande valia ao invés de tantas ofensas e julgamentos.
O mundo muda quando a gente muda. Abraço!!

Dorli disse...

Oi Samuel,
A vida do Universo sempre teve sérios problemas, mas agora temos que tomar cuidado para viver, muitas vezes você da flores e recebe ingratidão.
Temos que viver nosso tempo, então que façamos dele o melhor possível
Beijos
Lua Singular

Rosemary Lima disse...

E cada vez mais as pessoas ficam distantes dos outros e até de si mesmas, tudo culpa desse avanço tecnológico desenfreado que teima em substituir palavras ditas por mensagens de texto, olho no olho por fotos vazias e atitudes por impulsos impensados e ensaiados. Tá faltando conteúdo sim! Tá faltando quem ainda valorize uma boa conversa, a simplicidade dos gestos e a alegria de está junto num diazinho qualquer!
Otima semana Samuel
beijoos!

Cidália Ferreira disse...

Belo e refletivo poema, adorei.

Beijo, e uma ótima semana

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Carolina Russo S disse...

Esse mundo... Tão tecnológico e ao mesmo tempo, tão insensível.
Como sempre, bela crítica, Samuel.

Beijos e boa semana!

Ivone disse...

Amigo Samuel, que prazer poder de novo estar por aqui, voltei das minhas férias, alma renovada, saudade dos amigos sempre muito queridos assim como você!
Amei seus versos reflexivos, estamos passando por grandes transformações, bem sabes disso né amigo sensível?
Agradeço o seu carinho lá no meu cantinho, és e sempre serás muito bem vindo!
Beijos!

Clau disse...

Oi Samuel :)
E essa reprogramação é possível, mas depende de cada um!
A maioria das pessoas, não se permite
despertar a consciência pra nada...
Bjs!

ღ Miih...ღ disse...

Oi meu amigo, boa tarde.

Olha ,muitas vezes as pessoas se acomodam em certas situações, que mudar, agir, reagir dá trabalho demais.

beijos meus e uma semana linda p vc

Tallita Monteiro disse...

Cheio de tecnologia este poemaaa e rico em impactos que nos fazem refletir sobre nossa atual situação na humanidade... adoro por demais seus poemas!

bjsss

Vanessa Palombo disse...

Olá Samuel,

Palavras verdadeiras...

Só com Consciência limpa se pode mudar o mundo e a nós mesmos....

Abçs

Fábio Murilo disse...

Ninguém mais conversas com o amigo do lado, todos ligados aos seus fones de ouvidos, aos celulares. Nunca se falou tanto ao telefone nunca estivemos tão desunidos.

Lucas - Blog: Overture disse...

O ser humano aprendeu a embriagar sua consciência com desculpas e justificativas bem convincentes. Teu poema retrata muito bem isso. O despertar da consciência seria a morte do proibido por ela. Então, vai-se embalando a menina em cânticos suaves porque, acordada, ela daria um trabalho terrível. O que muitos dizem ser sua consciência, é seu egoísmo lobo, vestido de pele de consciência, enganando a si mesmo e aos outros de que é ovelha... Grande texto! Grande abraço, amigo.

Joana disse...

Bom dia, Samuel! Infelizmente, a curto prazo, não podemos mudar isso. Olha que loucura! Meu filho de 17 anos, nunca teve celular e não quer ter, simplesmente tem aversão, e pros amigos eles está fora do mundo. A que ponto chegamos :(

Excelente texto! Reflexivo, como sempre! Beijos

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Hoje, quem não tem celular e não entende tudo de Internet é hostilizado. Tenho celular, mas não o entendo e de Internet entendo pouco. A expansão da consciência é necessária e urgente mesmo.
Beijos, querido Poeta, e bom dia,
Renata

Marli Terezinha Andrucho Boldori disse...

Bom dia, querido amigo Samuel
pois é corremos o risco de sermos reprogramados , de sermos e estarmos sendo vigiados ....por não termos consciência do que ocorre em nosso meio.Texto maravilhoso e gera muita reflexão. Grande beijo meu querido amigo, poeta.

Marisa Alvim disse...

Olá,Samuel
Parabéns pelo texto e pela proposta do Blog.Sou uma estudiosa do tema e gostaria de poder "acordar" através da expansão da consciêncis.Vc já viu os vídeos do Prof.Laercio no Youtube?São sensacionais!
Vou linkar seu blog no meu "Editando a Vida! ,ok?
Abração

Patrícia Pinna disse...

Boa tarde, Samuel.
Consciência é algo que temos ou não.
Infelizmente seguimos rotas tão perdidas, fazemos massacres conosco e com o próximo porque achamos que o nosso pensamento é correto, nossa consciência não nos acusa e assim prosseguimos, só que existe um limite para tudo, até para os que pensam serem conscientes.Consciência rara é amor e paz habitando um mesmo coração, assim sendo, o mundo seria melhor infinitamente de habitar.
Enquanto não houver amor e respeito, não haverá consciência saudável e sim, manipulada.
Beijos na alma e fique com Deus.

Dorli disse...

Oi Samuel,
Passando para agradecer o carinho, eu quero o primeiro livro para meu "futuro netinho". Se vier, senão leio eu, aliás, vou ler antes
Beijos
Lua Singular

Zilani Célia disse...

OI SAMUEL!
ASSIM PARECE QUE ESTAMOS VIVENDO, SUBMISSOS, AGORA, À TECNOLOGIA QUE NOS ESCRAVIZA E CONTROLA.
ÓTIMO TEXTO.
ABRÇS
http://zilanicelia.blogspot.com.br/

ॐ Shirley ॐ disse...

Consciência não se vende, não se compra e sim, se alcança. Pouca gente tem.
Belas considerações, Samuel.
beijos e boa noite!

Lu Nogfer disse...

Consciência é algo quase inconsciente! Para que esta esteja leve e tranquila nos transmitindo paz, é preciso não nos deixarmos manipular por nada.

Um beijo de bom dia e ate sempre, querido amigo.

Tamires Cipriano disse...

Olá Samuel, como vai?
Que demais, como sempre ótimos poemas (=

É interessante tocas neste assunto, a consciência de cada um é uma, mas de todas da para reprogramar, não e di´ficil, basta a pessoa querer, certo?
No mundo de hoje as violências se tornam mais comuns, da até medo do futuro, espero que mude...

Beijos e ótima semana.
De tudo um pouco

Lola Mantovani disse...

as pessoas seguem a mesma linha, a famosa individualidade intelectual parece que não existe mais e todos parecem pensar e ser iguais, como uma programação seriada distribuída para todos.
adorei.
beijos

Bandys disse...

Oi Samuel,
Nas uma poesia que nos leva a realidade do "hoje".
Hoje se faz tudo pelas redes sociais,
inclusive crimes. As crianças não largam seu apa
de joguinho ou o proprio celular.
Enfim uma "wibe" onde o mundo esquece o mundo.
Um beijão pra voce
e um ótimo feriado!

Bandys disse...

*tentei corrigir os erros mas
não consegui, rs

Bruxa disse...

É... nem fale...
Ainda segunda comentava com a irmã e uma amiga sobre os "robôs".
Gosto de ler e me "alienar" um pouco da TV, dos jornais e da fissura da rede social.
Gosto dos seus poemas realistas. Aliás, admiro quem tem o dom da escrita. Colocar rimas em versos com tão boas mensagens.

Abração esmagador (de levinho rs) e um lindo dia.
Aqui tá começando a chegar o frio \o/\o/\o/

Adriana Helena disse...

Olá Samuel, como vai poeta?

Outra poesia que retrata a nossa realidade..
Estamos em um período meio virtual, cibernético não é?
Tudo é reduzindo a um breve aperto de botão...
Assim nos tornaremos robôs... tudo tão perto e ao mesmo tempo tão distantes..
Com certeza, atualmente é muito mais difícil ser "humano"!

Excelente crítica amigo, é sempre incrível com as letras!
Faz uso delas muito bem!
Beijos e uma semana linda! :))))

Bandys disse...

Voltei Samuel,
hahaha, ja fui muito estressada hoje sou bem tranquila.
passei 10 anos indo pro meio do mato(aquela poesia das diferenças
foi bem o que vivi mesmo) Fiz amizades por la e amanha estou indo pra lá.
Coisa boa ne? Pena que só vão ser 3 dias , mas da pra recarregar as energias. Lá nem cel pega. foi bom te-lo la de novo.
Um beijo na alma.
até segunda, e sempre :)

Bell disse...

Samucaaaa

Aqui ta uma friaca danada rs...
No frio é bom comer e dormir rs...
bjokas =)

Dorli disse...

Oi Samuel, eu ia oferecer a postagem para você. ( Fiquei com vergonha). Mas, precisa aprender a dirigir e comprar um celular do mais baratinho para uma emergência, pois criança não da aviso prévio para nascer.kkk.
Beijos
Lua Singular

Kaka Stelê disse...

Que se quebrem os chips, que se abram os olhos..o mundo precisa de pessoas com atitude e prontas para fazer a diferença, você já faz sua parte expondo de forma clara e bem feita sua opinião. Nunca me cansarei de dar os parabéns :)

Um Super Beijo

Carmem Grinheiro disse...

Olá Samuel, gosto sinceramente dos seus poemas, dessa sua escrita de intervenção, que expõe causas, que aponta os problemas, os medos, as insanidades de nossa sociedade. É para isso também, que a arte, seja qual for a sua forma, serve. É nisso que eu acredito, e por isso seus textos sobressaem.
Eu, pessoalmente, não sei se chegaremos um dia a esse ponto de consciência - deixo-lhe um bocadinho de Saramago aqui: http://caderno.josesaramago.org/162549.html
Aliás, não sei se conhece sua obra: "Ensaio sobre a cegueira"- adaptado para o cinema sob direção do brasileiro Fernando Meireles - em que o próprio autor diz: "Este é um livro francamente terrível com o qual eu quero que o leitor sofra tanto como eu sofri ao escrevê-lo(...) tentei dizer que não somos bons e que é preciso que tenhamos coragem para reconhecer isso."

Abç amigo
Carmem

Lari Fonseca disse...

Expansão de consciência... estive pensando nisto ainda há pouco. Sendo mais específica, estava pensando em como ler livros faz com que, colocando-nos nos lugar de personagens ou do eu-lírico, vamos abrindo a nossa mente. Acho honestamente que se as pessoas lessem mais, passariam a refletir com mais amplitude sobre a vida e todos os seus aspectos... Evoluiriam.

Beijos ♥ Jeito Único

Marisa Alvim disse...

Oi,Samuel
Bom dia,meu amigo!
Estou triste porque sumiram todos os comentários do meu blog.E .com isso fiquei sem o seu e-mail para trocarmos figurinhas sobre o link que vc me enviou!
Um belo fim de semana ,repleto de amor e alegria!!
Bjus

Patrícia Pinna disse...

Bom dia, Samuel.
Como já comentei neste e nos outros poemas teus, deixo o meu beijo desejando que tenhas um lindo fim de semana de paz.
Beijos na alma.

Palavras disse...

Triste realidade Samuel!!!

A tecnologia aproxima quem está longe e distância quem está perto!

Abs

Leila

Dorli disse...

Oi Samuel, a mulher do jeito que gosta não existe mais. Ou você tenta mudar ou ficará só. Eu com meus 66 anos, quando jovem com toda beleza que tinha, gostava de tudo que me deixava mais bonita e mais sensual: usava biquini, passei a maiô de 2 peças. depois o maiô inteiro, gostava de dançar e ir a festas com namorados , depois com meu marido.kkk
Adorava dirigir pela estradas do Brasil, ainda bem que eu não tinha medo de nada, pois meu marido ficou doente e quem o levava praticamente todos os dias a hospitais longe, às vezes a mais de 120km po hora?
Tinha que fazer os dois papéis.
Beijos
Lua Singular



Tudo tem sua fase, não deixe que a sua o vento a leve....
Beijos
Lua Singular

Miguel disse...

Bom dia, Samuel
Vi um comentário seu no blog da Marli Teresinha e senti curiosidade em conhecer seu espaço.
Gosto muito de poesia (de BOA poesia) e gostei imenso de vários de seus poemas, que acabei de ler.
Se quiser visitar-me terei muito gosto em te ver.
Fiz-me seu seguidor, faça o mesmo :)

Um abraço
Miguel

Aline Diedrich disse...

Vim conhecer seu blog e adorei o tom crítico da sua poesia. A maioria das pessoas está mesmo programada para acatar tudo e fechar os olhos... Esse abrir dos olhos é possível, é possível reprogramar, mas depende muito da boa vontade de cada um.

Rita Sperchi disse...

Cada vez que te visito vejo um poema
falando da atualidade ou coisas parecidas
um jeito bom de fazer elogios e criticas...eu adoro
td isso
Deixo um bj com carinho
Rita!!!

Carla disse...

Eu adoro os seus poemas, são os meus preferidos, sabe por quê?
Pode parecer idiota, mas eu tenho dificuldade em entender alguns poemas, acho a linguagem de alguns deles um tanto difícil, mas com os seus poemas eu não tenho esse problemas, eu consigo entender logo de primeira o que você quer dizer e eu adoro as criticas que você faz com eles.
Adorei cada poema seu que eu li, acho você um incrível escritor. Não tive oportunidade de dizer isso antes, mas parabéns!
Beijos,
comojulieta.blogspot.com

Bandys disse...

Oi Samuel,
Cheguei e nem precisa dizer que foi tudo ótimo.
Olha procurei aqui e não achei. Lembrei que alguns meses atras
meu pc estava super lento, aí fiz uma limpeza geral tanto com emals como
fotos.Que chato ne? Será que não tem outra pessoa que voce possa rever.
Bom boa noite e um céu cheio de estrelas para voce.

Lindalva disse...

fui ali e vim aqui kkkkkkkkkkk te lê em qualquer parte sempre vale a pena, afinal, tu, meu menino... Olá amigo vindo te dá um abraço e te convidar a participar do 9º Ostra da Poesia, seja como poeta ou votante. Não será agora, mas quem cedo madruga Deus ajuda *gargalhadas*. É um convite spam, sorry, mas tenho muitos bloguxos para visitar. Beijos no coração.

sol Tamalyn disse...

Nos acostumamos em viver e criamos um mundinho nosso, onde apenas colocamos a cabeça para fora e gritamos algo para o vazio e voltamos a nos recolher em nossa concha , é mais fácil assim .Ao contrário que pensamos nossa mente regride de acordo com nossas necessidades. Ola Samuel tenha uma grande semana beijos!

Donetzka Cercck L. Alvarez disse...

Boa note,querido amigo Samuel.

Belíssimo poema com verdades tão profundas e,infelizmente,tristes.

Muitos parecem robôs e não seres humanos.

É preciso mas diálogo,ais olho no olho,mais amor ao próximo.

Reprogramar é preciso,tanto quanto reciclar.

Obrigada pela visita!

Beijos e uma semana de alegrias

Donetzka

Face Book:

https://www.facebook.com/donetzka.cercck

Twitter: @donetzka13

Instagram: @donetzka


http://instagram.com/donetzka

Flickr(Minha galeria de imagens):

https://www.flickr.com/photos/123498631@N06/


Blog Magia de Donetzka