1 1
Home Quem escreve Meus livros Contato

segunda-feira, 30 de junho de 2014

MEDO

Sentir medo atrai mais medo...
Faz baixar a vibração...
Te mantém preso em segredo
Com as chaves da prisão;

Quantos tem medo da morte...
Ou será da própria vida...
Quando esta sofre algum corte
Dói mais que uma ferida;

Os que temem um assalto
São justamente assaltados...
Dentro de casa ou no asfalto...
Pensamentos conectados;

Os medos são os teus filhos...
Vivem do teu pensamento...
Tirando você dos trilhos...
Matando cada momento;

Se continuar assim
Sentindo medo de tudo...
Vais presenciar o teu fim
Dentro de um quartinho mudo;                                               

60 comentários:

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

É preciso domar o medo e enfrentar a vida.
Amei, Poeta. Bom dia hoje sempre.
Beijos,
Renata

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

O medo é um sentimento que realmente poderá nos levar à morte.
Desata uma depressão incontrolável,que se não tratada arrasa com a pessoa
e isso logicamente levará quem sabe até à um suicídio.

Um grande alerta amigo Samuel.
bjs
Carmen Lúcia.

Mariangela disse...

Bom dia Samuel!
Quem tem medo não vive.
Precisamos ter fé que nada nos acontecerá, pensamento positivo sempre!
Obrigada pela sua visita e comentário em meu blog!
Um grande abraço e uma ótima semana!
Mariangela

Lari Fonseca disse...

Mas é difícil não ter medo, não é? Basta que liguemos o noticiário (eu preciso estar sempre antenada, já que boa parte das minhas matérias de humanas, que por sinal são minhas preferidas, se baseiam nas atualidades) alguns minutinhos para já recebermos uma dose de medo disfarçada de precaução...

Poesia forte, cheia de reflexão... Estou refletindo até agora!

Beijos ♥ Jeito Único

Nanda disse...

Não dá pra ter medo da vida. Todos vamos morrer, mas não dá para encarar isso em pensamentos diários... tem que buscar fazer as coisas que nos trazem alegria e felicidade.
Tenha uma ótima semana, amigo! Abraço!!

Clau disse...

Oi Samuel, bom dia \o/
Aquele medo que nos alerta, sobre o que devemos evitar, é até saudável,
entretanto, não devemos alimentar o medo,
que nos impede de seguir em frente, pois
ele produz uma sensação incapacitante e paralisante.
Achei perfeito o seu texto.
Boa semana, bjs!

Sony Azevedo disse...

Temos que seguir atentos aos caminhos com muita fé. E seguir, sempre; viver o presente, não se prender a passado que é onde são gerados os medos e como o segundo após seria futuro, mas já é presente, não há tempo para o medo. Excelente poesia. Muita luz e paz. Uma feliz semana. Beijo no coração.

Bell disse...

Sentir medo é terrível, vc fica refém de algo que nem existe.

Tenha uma linda tarde =)

allmylife disse...

Olá Samuel, concordo plenamente, também já escrevi sobre os medos...mas não em versos tão perfeitos como os seus...segue o link: http://allmylifepatnog.blogspot.com.br/2011/06/o-que-e-ter-medo.html

Bjs e boa semana =)

Cidália Ferreira disse...

Boa tarde Samuel

Sou por natureza uma pessoa medrosa.

Gostei muito do poema, uma realidade.

Beijinhos e uma optima semana

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Dorli disse...

Oi Samuel,
Ter medo por quê? O que tiver que ser será.
Viver enclausurado dentro da na nossa própria estupidez, isso sim é ruim.
Só tenho medo de ficar inválida numa cama precisando dos cuidados dos outros,
Já dirigi por todos os lados durante dia, noite e com chuva levando meu garotinho de três anos para muitos lugares, agora tenho labirintite, mas sempre renovo a carta, caso surja uma emergência.
Beijos
Lua Singular

Carolina Russo S disse...

Eu me considero uma pessoa medrosa e me acho totalmente tola por conta disso! Sempre temo e sofro por antecipação e no final das contas, percebo que não deveria ter me concentrado tanto em algo que era só um "se, talvez" e devia ter dado atenção para coisas mais importantes, me preocupando só com o "agora".
Achei interessante a penúltima estrofe... Quem mais teme são os nossos pais, mais ainda nossas mães! Mas sempre querendo o nosso bem, isso é inegável...
Ficou lindo teu poema, parabéns e tenha um bom dia Samuel!

Patrícia Pinna disse...

Boa tarde, Samuel. O medo natural como um limite, um freio, é algo perfeitamente aceitável, mas as fobias, não, elas são doentias e alimentam o nosso pensamento para o deterioramento da nossa alma e espírito.
Pensamentos bons atraem coisas boas, o Universo se abre quando pensamos o bem e coisas novas acontecem.
Você poetizou uma grande verdade.
Tenha uma semana de muita paz, amigo.
Obrigada por teu carinho e linda amizade.
Beijos na alma.

Ana Bailune disse...

Oi, Samuel. Já tive muito medo, mas a vida me ensinou que se cair, do chão não passa.
Tudo o que eu mais temia me aconteceu mais de uma vez, e eu... sobrevivi!

Marcos Satoru Kawanami disse...

Samuca, é isso aí. Coragem, fé e amor é um só costume!

Bandys disse...

Oi Samuel,

Bem legal esse poema. Quando eu era criança era meio medrosa.
Mas depois fui perdendo o medo e hoje não tenho medo de nada só
e temo somente a Deus, Sou uma pessoa de fé inabalável.
Uma ótima semana cheia de coragem, paz e luz.
Beijos

Lucas - Blog: Overture disse...

O medo é uma daquelas sensações - portanto, abstratas - que se nutrem de uma realidade palpável ou de si mesmas. Parece-me que tu falas do segundo caso. Sim, muitos têm medo que não passa de medo, que é puramente abstrato. Precisam despertar-se do pesadelo! Deve ser uma agonia indizível, esse ‘quartinho mudo’ que descreves! Grande poema. Abraços, amigo.

Cal Lim disse...

Lindo soneto como sempre!
Penso como vc, o medo trava e quando temos medo, os pensamentos ficam conetados mesmo! Já tive pavor de cachorro,se eu fosse trabalhar e visse um na rua retornava todo caminho até achar outro lugar por onde passar.
Minha vida quase toda foi esse pavor. Até que resolvi enfrentar meu medo e nunca mais tive esse pavor por cachorros.Mas não facilito não tá? rsrsrs
Bjss obrigada por ter ido ver a minha netinha.

Aline Teles disse...

Concordo com você. As pessoas que ficam fixadas nesse sentimento não vivem em paz, baixa energia e alimentam à alma de preocupações exageradas. O medo que é tão somente um limite e não corriqueiro é normal, mas quando vai além do normal é preocupante e deve ser tratado. Beijos.

Amanda Souza disse...

Nossa, poema mais verdadeiro não há! É verdade que o medo é importante para a nossa sobrevivência, mas tudo em excesso mais atrapalha do que ajuda.

Nádia Santos disse...

Pois é poeta, é bem verdade que o medo também serve de freio, mas não devemos deixá-lo nos dominar, assim não saberemos o sabor de momentos felizes. Um bju doce querido.

Rosemary Lima disse...

Adorei o texto Samuel!
É o que sempre digo: A gente atrai aquilo que transmite!
A vida só vale a pena se bem vivida, sem culpas, sem pesos, sem amarras e sem medo. Por isso mesmo eu me permito e deixo fluir...porque acredito no mecanismo do infinito, renovando tudo sempre!

Beijos!

Patrícia Pinna disse...

Boa tarde, Samuel, querido amigo.
Desejando um excelente início de mês para você.
Tudo de bom.
Beijos na alma.

Donetzka Cercck L. Alvarez disse...

Boa tarde,amigo querido Samuel.

O medo é importante para nos livrar de perigos,mas medo de viver,de se se aventurar,medo de tudo,trava o ser que fica solitário.

Obrigada pela visita e seu belo comentário.Realmente aqui se encontra mutos amigos de verdade.

Conte sempre comigo.

Conheço o Kafka e já li muito. Só agora vi que tem se email no perfil e vou enviar detalhes sobre mim,ok?

Para começar,meu apelido é Done,sou polonesa e no Brasil desde muito jovem,sagitariana de 26/11. Corpo de mulher mas muito criança sempre.

Amo joguinhos swf e tenho muitos.

Sou chamada por meu mardo de menina_mulher.

Creio que fale bastante de mim,mas esqueci que meu prazer é escrever,rir muito,a natureza e fazer amigos como você,um poeta dos melhores!

Beijos,Deus o abençoe e ótimo final de terça.


Donetzka

Sissym Mascarenhas disse...

Sou sua amiga, por isso mesmo vim assoprar o medo para bem longe de voce. Acontece, querido Samuel, não tem jeito, tem horas que dá frio na barriga.

Quer rir?
Quando estava para ter minha filha, pensei num momento de panico: e agora?! bom, pensei: - se fiz acontecer, agora é ter coragem para colocar para fora! kkkkkkkk

Não tem jeito, o negocio é respirar fundo e mandar brasa!

Bjs

Rute disse...

Samuel, tudo bem?
O medo muitas vezes nos ajuda a nos tornar corajosos ou não!
Beijos Sam, eu fui lá no Mauricio, depois te conto.
Bjs

Maria Emilia Moreira disse...

Olá Samuel!
Os seus poemas são especiais: Há sempre um tema de reflexão...ora o medo é algo que me acompanha desde menina embora com a idade fui perdendo esses receios e...ganhei outros!!!Faço sempre um esforço para me controlar quando não dá para evitar situações de perigo. Um abraço e boa semana.

Bia Hain disse...

Oi, Samuel, como vai? O medo é mesmo um sentimento paralisante, que tem o poder de tirar nossa força, nosso ânimo, como se fosse um filtro que encobrisse a realidade que é menos assustadora do que nos parece.
É sem dúvida um dos sentimentos que mais fico atenta para controlar. Um abraço!

Bruxa disse...

Verdade... escraviza e vira uma bola de neve. Ao menor sintoma, deve-se procurar ajuda. Já tive alunos com Síndrome do Pânico e não é agradável. Medo é fé ao contrário, por isso atrai o que tememos. Mais um lindo poema que serve como alerta.

Demorei, mas cheguei! Hoje - finalmente! - está frio por aqui, mas ainda lembra Outono pq o céu tá azulzinho, o sol esquenta e a noite gela, delícia!!! Acho que não será tão rigoroso qto outros, mas seco está demais. Precisamos de chuva por aqui. Manda um pouquinho pra cá!

Abração esmagadinho e até sempre!

Bell disse...

Tenha um lindo dia =)

Maria Emilia Moreira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Maria Emilia Moreira disse...

Voltei para lhe dizer que a sua professora deve estar orgulhosa de você. Vá em frente, pois é jovem e tem um lindo caminho a percorrer, Samuel!
Abraços.,

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Oi menino Samuel,obrigada sempre por palavras lindas deixadas em meu espaço.
bjs e muita luz.
Carmen Lúcia.

Dorli disse...

Oi Samuel, desculpe a demora. Fui fazer uma micro-cirurgia.Ai!Que dor!.kkk
Obrigada pelo carinho
Lua Singular

Donetzka Cercck L. Alvarez disse...

Boa noite,querido amigo Samuel.

Já comentei esse seu ótimo poema,com todos os que publica.

Vim agradecer sua presença sempre constante prestigiando meu espaço e textos com seus belos comentários..mas farei isso hoje mesmo,Não enviei o email ainda para você,pois estou um pouco gripada.

Mas farei isso hoje mesmo,quarta-fera.
Assim que receber o poema que certamente amarei,posto com todos os créditos e honras que merece.

Obrigada de antemão.Você é o máximo!

Beijos e um final de noite lindo com muta paz e sonhos,que um dia em breve se realizarão,amigo.

Donetzka

Donetzka Cercck L. Alvarez disse...

Desculpe alguns erros e palavras repetidas,mas estou lutando comum teclado com defeito...rsrs

allmylife disse...

Ei rapaz, muito obrigada, recebi as músicas aqui! Já estão embalando minha manhã de trabalho, Van Halen é demais! E eu ainda não conhecia Secret Sphere, não sei porquê com o passar dos anos vamos deixando de falar sobre música e indicar bandas...eu fazia muito isso quando era mais nova, mas parece que todos começam a trabalhar e vão esquecendo dessas coisas legais! (rs)

Donetzka Cercck L. Alvarez disse...

Querido amigo Samuel.

Recebi o lindo poema que fez para mim e já postei hoje,quinta, dia 3,com sua foto linkada que nos traz aqui.

Obrigada,amigo!

Assim que puder,visite meu blog para ver e comentar.

Vou responder a seu email que veio com o lindo poema.

Beijos,querido.


Donetzka

Dorli Silva disse...

Oi Samuel, tá difícil comentar, não deu certo.
Você tem um jeito que era um menino quietinho...Eu era um terror, batia nos meninos,kk
Beijos
Mundo dos Inocentes

sol Tamalyn disse...

Se pararmos e pensar maus hábitos nos escraviza e nossa mente trabalha muito mais rapidamente a favor do mau que do bem.
O medo é o pior, pois te impossibilita de ver grandes coisas a sua frente. Cuidar do corpo da alma e da mente é a uma boa tentativa... Beijos Samuel tenha uma boa noite e uma ótima sexta feira amanhã.

ღ Miih...ღ disse...

Boa noite meu amigo Samuca.

Olha é complicado lidar com esse tal de medo viu?!

Pq ninguém quer sentir, porém todos sentem medo.

Não vou mentir, eu tenho medo de N coisas , mas é claro que eu não posso deixar isso me dominar, senão eu acabo refém disso e não consigo ir adiante.

Mas sem medo, eu te desejo uma noite espetacular...rs

beijos meus ;)

Dorli disse...

Oi Samuel
Ah! Se todas as pessoas fossem iguais a você, o mundo seria uma maravilha.
Mas infelizmente, não o é
Beijos no coração
Lua Singular

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Oi Samuel,estou passando para lhe desejar um ótimo final de semana e lhe dizer que seu soneto ainda consta em meu blog somente o coloquei mais abaixo,junto ao lindo Céu que a querida Chica me presenteou.
bjs e um ótimo final de semana.
Carmen Lúcia.

Donetzka Cercck L. Alvarez disse...

Querido amigo.Que bom que gostou de meu post com o lindo poema que fez para mim.

Você é tudo de bom ao poetar.

Assim que o livro sair,compro mesmo.

Obrigada pela visita!

Beijos e uma semana de alegrias

Donetzka

Face Book:


https://www.facebook.com/donetzka.cercck

Twitter: @donetzka13

Instagram: @donetzka


Blog Magia de Donetzka



Miguel disse...

COMUNICADO:
TENHO ESTADO DOENTE
04.07.2014

Há cerca de cinco dias fui atacado por uma forte gripe, que mostrou intenções de invadir zonas do meu corpo que não lhe diziam respeito, nomeadamente a zona pulmonar.
O médico que me tem assistido moveu-lhe guerra feroz, e da refrega saíram dois vencedores: o médico e eu.
Hoje já tive autorização para me levantar duas ou três horas, e mal pus o pé fora da cama, corri – em sentido figurado, que as forças ainda não dão para correr – “corri” para o computador para estar um bocadinho convosco.
Espero em breve estar são como um pêro…“Bravo de Esmolfe”– o mais doce do reino *perófico* (de pêro).
Sei que a palavra não existe, acabei de a inventar… mas é gira, não é? 

Miguel, o rei perófico

(AQUI APARECE A FOTO DO REI, QUE POD VER NO BLOG)
Beijos para as meninas e abraços para os meninos.
Até breve, até sempre.
P.S. O meu primo vai-me fazer o favor de levar este comunicado aos blogues amigos, para que não me esqueçam...
Miguel

Célia Lima disse...

Oi Samu, amei o video e postei em meu blog quando vc puder passa lá pra dá uma olhadinha.
E quanto a sua postagem achei linda é assim mesmo que o medo faz com agente.Eu já tinha feito o meu comentário antes ok?
Bjss Célia Lima

Fábio Murilo disse...

É isso ai Samuel, tudo demais é veneno. E o maior perigo de quem vive com medo é morrer sem ter vivido.

Aline Teles disse...

Passando para desejar um ótimo fim de semana. Beijos.

Lindalva disse...

assino embaixo... Um beijo no coração do meu donzelo SEM MEDO de ser feliz :-)

Augusto Sperchi disse...

O que é isso poeta? Que tese desenvolvida em forma de poema tão espetacular!
Dizem, muitos estudiosos do assunto, que foi o medo (instinto de preservação da vida) o que mais contribuiu para que o homem se tornasse humano, principalmente pela constituição de sua memória. Mas não é desse medo que estamos falando, é daquele medo corriqueiro, banal, que sujeita o indivíduo, incapacitando-o de compor o seu próprio destino. É esse medo que deixa as pessoas tristes, desiludidas e desesperançadas. Bravo!
Um grande abraço, meu amigo de sempre!

Danilo Jhonata. disse...

O medo não nos deixa viver como queremos.
Abraço, Samuel.

Marilene Domingues disse...

Bom dia Samuel! Em primeiro lugar, Parabéns pelo dom maravilhoso de conseguir colocar em palavras tudo o que te vai na alma e coração...O poema Medo, dito com palavras tão simples e verdadeiras, ele nos prostra e nos faz incapazes de viver de um modo mais livre as nossas vidas. Me caracterizo como uma pessoa medrosa, (trauma de infância talvez), tenho muitos medos, mas aos poucos estou me libertando de alguns deles...Adorei ler alguns de seus poemas. Volto para te ler novamente e deixar o meu carinho por aqui.
Abraços com carinho
Marilene

Rita Sperchi disse...

Realmente muitas coisas da medo sim
e vamos continuar com eles, suas belas palavras
até que lendo da um pouco mais de coragem
Lindo mesmo

Abraços de bom final de domingo e
começo de semana

└──●► *Rita!!

Mari disse...

Olá,Samuel
Como sempre,arrebentando nos versos!
Sobre o medo,creio que é um sentimento incontrolável.Quando se tem medo de algo é preciso trabalhar muito no nosso autoconhecimento e buscar a causa.É muito árduo,mas possível!
Não tenho medo da morte,nem de fantasmas nem de chuva e temporal.Mas,morro de medo de barata!!!Pode isso?
Grande abraço

Aline Teles disse...

Queremos novidade! Queremos novidade! Risos... É saudade dos seus escritos.
Eu assisti um vídeo bem interessante, que depois vou enviá-lo no Face para você. Tenha uma ótima semana. Beijos.

M.R.A. disse...

Boa noite Samuel!
Agradeço imensamente a sua visita ao meu blog, desculpa a demora para aceitar o seu convite e conhecer o seu cantinho. Maravilhoso, adorei seus versos e o medo é algo que me da medo, são os desafios da vida. Escrever é para os corajosos, parabéns!
Um grande abraço, com certeza já estou seguindo suas escritas!
Sucesso!

Carmem Grinheiro disse...

Olá Samuel,
Credo, você tem uma maneira de poetar surpreendente: é forte, compassada - estou lendo suas estrofes e pareço estar a sentir sua vibração, é como se as palavras transportassem sua (de você, autor) própria carga emocional para nós duma maneira tão intensa, que é impossível ficar indiferente - é um texto que se sente. No mínimo, interessante. É o que me atrai,nos seus textos, e com certeza a muitos outros.
Este é perturbador. Mas, sem dúvida, o medo, apesar de necessário, pois que é o que despoleta em nós a atenção redobrada, o cuidado, em demasia, passa a ser realmente castrador. Como tudo: há que saber ter peso e medida.
Continue escrevendo, sem medo.
Eu, levo daqui o lembrete, para, pelo menos por hoje, deixar o meu medo fora do meu momento.
Boa semana de criação
Abço amigo

Liine.BMenezes disse...

Amigo fico feliz que tenha gostado por eu ter compartilhado no meu cantinho esse verdadeiro e lindo verso.
Adoro seu blog e sempre que possível venho aqui apreender e me entender..rs
Você é de um talento inexplicável, sabe usar canta palavra.
Parabéns, e continue compartilhando conosco todo esse talento..

Beijokas

Cecília Romeu disse...

Samuel,
os medos que muito humanos são..., mas controlá-los, superá-los, também faz parte do que nos é possível. Perfeito!

Beijos!

Vall Nunnes disse...

Muitas vezes criamos monstros que não existem...sempre digo que o problema tem o tamanho que damos a ele.
Bjocas menino!

PS; Sua voz de gaúcho é linda e combina com seu jeito meigo,criativo e simples.