1 1
Home Quem escreve Meus livros Contato

segunda-feira, 11 de agosto de 2014

POLITICAGEM

Época de votação
E dá nojo só de ver...
Promessas para o povão
Que não vão acontecer;

Sempre de terno e gravata...
E a maleta da barganha;
Que nojeira mais barata...
Quem paga é quem pouco ganha;

Governadores, presidente...
Dinheiro lá na Suíça;
Tratam toda a nossa gente
Com mesquinhez e preguiça;

E o que dizer dos partidos...
É uma podridão só...
Dentro deles só vendidos...
Babacas de paletó;

Deputados federais...
Farinha do mesmo saco;
São uns purgantes letais...
Deixam o país neste caco;

Danem-se todos vocês...
Vem cá pedir meu voto...
Me mostra o que tu fez
Seu babaca, seu escroto;

53 comentários:

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Mais uma crítica mordaz, poeticamente bem feita. Gostei muito.
Tenha um bom dia e até sempre, Poeta.
Beijos,
Renata

Sónia M. disse...

Uma crítica muito bem construída, entre cada linha dos teus versos.
Excelente, Samuel!

Boa semana.
Meu beijo!

Rô... disse...

oi Samuel,

pena que poucos são os que enxergam a verdade...
a grande maioria se vende por muito pouco,
os políticos realmente são seres desprezíveis,mas ainda pior são os eleitores que os colocam no poder...

beijinhos

Mariangela disse...

Boa crítica amigo, muito verdadeira cada palavra, mas "é chover no molhado", penso que isso é incorrigível.... mas creio na justiça eterna!
Beijos, e boa semana!
Mariangela

Ivone disse...

Amigo Samuel, infelizmente em política é assim, o povo que os coloca lá, muitos não dão também boa lição de como se comportar, pois é, entre o povo há e muitos que estão na mesma condição, difícil é poder confiar seja em quem for, povo ou poder!
Abraços meu amigo poeta!

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Oi Samuel,com tantas falcatruas que há nessa politica que a vontade é de não votar.
Adorei seu soneto,mostrando a verdadeira realidade.
bjs amigo e obrigada pela visita.
Carmen Lúcia.

Bell disse...

Querido Samuca

Eu não sei o que passa na cabeça do povo, qdo assisto a previa das eleições.
As pessoas se vendem pelas Bolsas (que o governo oferecem).
Fazem protestos, mas na hora de votar fazem tudo igual.
Realidade dura.

um lindo dia pra vc =)

Bruxa disse...

Bom dia, Samuel!
Eu sempre digo que se nessa "democracia" o voto não fosse obrigatório, só sairia pra votar quem realmente quer mudança.
Infelizmente, como somos todos obrigados, os corruptos se beneficiam disso: enganando, prometendo, trocando favores...
O que mais dói é que apesar de estar tudo assim escancarado, escândalo em cima de escândalo, ninguém paga por isso... Cada local tem sua praga: furacões, vendavais, gelo... Nós temos políticos!

Abração e lindo dia.

Clau disse...

Oi Samuel,
Gostei da sua crítica.
Os políticos quando estão pedindo votos, prometem mundos e fundos,
mas já têm o propósito de não cumprir.
Se infiltram no meio do povão e comem até cachorro quente no meio da rua,
igual a Dilma fez semana passada em São Paulo!
E o pior é que com a lábia que possuem, enganam muita gente...
Boa semana, bjs!

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Oi amigo Samuel,aqui respondo o seu comentário em meu blog pelo que escrevi hoje,não tem nada haver com o amor.
Você não leu a mensagem que postei a semana passada,por ter recebido comentário anônimo,denegrindo meu blog e que minhas poesias eram redundantes e sem sentido,isso me deixou muito magoada,postei aos amigos e ainda continuo sem vontade de poetar.
Obrigada pela visita.
bjs
Carmen Lúcia

Dorli disse...

Oi Samuel,
Tenho nojo de política, não voto em ninguém. Eu quero que o povo se...., pois vende seu voto por uma sexta básica.
Isso mesmo, mete bronca
Depois eu vou enviar-lhe um e-mail
Adorei
Beijos
Lua Singular

Cidália Ferreira disse...

Boa tarde Samuel
Dou razão ao teu poema! Adorei :-)

Beijo e uma semana feliz.

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Marcos Satoru Kawanami disse...

Samuel,

Sim, política é uma sujeira.

:)
Marcos

Vera Lúcia disse...

rsrsrs.... Desabafo muito válido. Você está certíssimo. Não suporto mais ver os sorrisos falsos desses políticos. Pena que parte da população se deixa enganar por promessas vãs ou dão seus votos em troca de bagatela. O pior é que o povo também não tem opção, pois os políticos são sempre os mesmos, o que não sinaliza mudança. Parece que tem 'grude' na cadeira deles. Se insistem tanto em permanecer no poder é porque 'tá bom demais'.
Valeu o protesto, caro amigo. Muito bem colocado.

Beijo.

Carol Russo S disse...

Pois é Samuel, com o povo brasileiro só descaso!
E o pior é que somos uma maioria de passivos, acomodados com o desrespeito.
Como todas as outras, uma ótima crítica. Lembro-me de ter comentado algo sobre esse projeto, e eu gostei bastante.
Uma ótima semana!

Laura Santos disse...

Pelos vistos, aí como aqui, os políticos aprenderam todos pela mesma cartilha. O intuito é sempre o de ludibriar o povo ao qual pedem o voto.
O poema é excelente, Samuel.
xx

Patrícia Pinna disse...

Boa noite, Samuel. Quanta revolta! Acredito que a maioria dos políticos pensam neles mesmos e em sua comodidade, sua prole, mas há de ter um que ainda não tenha se vendido para o sistema.
Tem político sério em alguns partidos, ao menos, na minha opinião.
Não entrarei muito na questão porque eu tenho um partido político do qual gosto muito e já disse inúmeras vezes que, a varredura tem de ser geral!
Consciência independe de partido, mas se não crermos nem um pouco ficará difícil cobrar qualquer mudança.
Tenha uma semana abençoada e de paz.
Beijos na alma.

Lu Nogfer disse...

Olá meu querido amigo.
Sou pessima pra falar de politica mas li o teu poema e ficou muito verdadeiro.
Hoje vim em especial pra te deixar um saudoso beijo.
Volto logo.

Beijo carinhoso.

Nádia Santos disse...

Poeta querido, meus aplausos, concordo com cada verso teu. Estou enojada desses políticos. Bjus

Célia Lima disse...

Menino poeta...Quanta verdade em suas palavras!
Pena que os políticos não leiam esses versos tão lindos e verdadeiros.
E pra vc tiro o meu chapéu de novo e sempre!

Bjss

Nanda disse...

Nossa, até palavrão saiu nesse soneto...kkkkk
Samuca, quanta revolta, hehehe! Infelizmente democracia deveria ser "poder ao povo", mas a realidade aqui não é essa.
Viu, te agasalha que até sexta é pra esfriar horrores... abraço!!

Lívia Apetitto disse...

O menino está bravio,
mas tenho que concordar,
políticos todos frios,
não sabe o povo agasalhar...

Gostei da sua tirada,
todo o dito é de verdade,
a presidência é lascada,
tem por zero a faculdade...

Somos roubados todo dia,
não há quem suporte mais,
alerta para as hipocrisias,
fingir inocência é demais...

Palavrão já nem mais cabe,
prejudica a nossa andança,
a paciência é insustentável,,
sem chance de ter esperança...

Eu vou ficando por aqui,
nada gosto desse assunto,
falar dessa gente é se diminuir,
antes orar pelos defuntos...

Um grande abraço
dessa amiga que te aplaudi

Beijinhos

Livinha

Crista disse...

\o/uhuuuuuuuuuuuuuuu\o/...dissestes tudo!
Amei e tiro o chapéu pra tu,poeta querido!
Então tu vens me visitar só quando o título é sugestivo????...ksksksksks...
Ainda bem que agora eu sei!
Vou procurar teu e-mail...pensei que tu não me querias mais(não é do jeito que já estás pensando)...huaschuaschuasch...
Beijão "deu"(de mim) pra tu...

Nanda Olliveh disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Nanda Olliveh disse...

Rsrsrsrsrsrs é isso aí amigo Samuel!!!
A gente ainda tem que perder tempo, indo votar nesses manés!

Boa tarde amigo!!!

Beijos! Até!

Rosemary Lima disse...

Uma tremenda palhaçada, um verdadeiro circo armado com palhaços querendo fazer o espetáculo ter graça a todo custo. Mas não é que dá ''graça'' mesmo... dá graça ver toda essa hipocrísia e falsidade dessa gente sem noção. Por isso eu voto NULO!

Beijos!

Maria Adeladia disse...

SAMUEL:Boa tarde, meu amigo!Desculpa-me a ausência,mas é tanta correria!
Gostei do seu escrito.É a realidade do Brasil, meu amigo.Os políticos, pelo menos a maioria, vêem a política como uma forma de ganhar dinheiro fácil, além do status.É uma pena!Bjs e todo o sucesso!

Miguel disse...

Finalmente vou de férias!
Confesso que estou necessitado de descansar.
Desde que vim para Itália, no dia 29 de Maio, tenho dado belos passeios, visitado locais que não conhecia e revisitado outros já conhecidos.
Mas, a par disso, o trabalho tem sido a um ritmo bastante acelerado, com o intuito de, o mais rapidamente possível, poder regressar a Portugal. Este objectivo ainda está um pouco longe de ser alcançado…
Agora chegou o momento de gozar férias. E aí vou eu, no próximo dia 14.
O regresso… é uma incógnita. Quando voltar vos farei saber 
Para que não me esqueçam… deixo-vos mais algumas fotos do passeio que me foi oferecido como prensa de aniversário…
Para veres as fotos e o resto do texto… terás que ir ao “DEUSA” 
Um abraço
Miguel

Elyane Lacerdda disse...

Adorei seu poema político, pois também fico com nojo nessa época de eleição!
Estamos vivendo um momento de muita dificuldade no nosso país em várias áreas, mas não consigo visualizar a melhora ....é uma pena!
http://www.elianedelacerda.com
segui vc,amigo!

Sissym Mascarenhas disse...

Samuel,

não acredito mais em ninguem, não vou dar meu voto!

Bjs

Luma Rosa disse...

Olá, Samuel!
Te vi doce na Patrícia e agora ácido com os administradores públicos. Pois há de ser sempre versátil e de opinião.
Parabéns!
:)
Beijus,

Vall Nunnes disse...

Olá Samuel, tá chegando os dias de mentir descaradamente e povo fingindo não entender apoia as canalhices, muitos por não acreditar que aja outra saída, outros por viver demente preguiça de pensar e de discordar.
Até sempre

Dorli disse...

Oi Samuel, eu discordo de muitas coisas que dizem, discordar qualquer um discorda. Nós estamos a mercês deles infelizmente, experimente ter um filho funcionário público e abrir a boca pra falar alguma coisa....... o resto você sabe. Acho que Deus já está vendo a hora de acabar com esse mundo cruel. Um querendo tirar proveito do outro.
Subam num palanque e falem mal do governo pra ver o que acontece.
Todos se esquivarão.
Beijos
Lua Singular

Mari disse...

Oi,amigo Samuca
Sua revolta é a nossa revolta!Sabe o que não entendo?Como a maioria do povo ainda confia ou pelo menos estende a mão para esses cínicos e hipócritas,que continuam sempre com a mesma política,não desistem nunca. Vc não acha que o povo poderia acabar com tudo isso,se quisesse?

Beijão

✿ chica disse...

Infelizmente estamos assim mesmo.De saco cheio com politicagens horrorosas ! Uma pena! Mas nos levaram a isso! abração tuuuuudo de bom,chica

Bandys disse...

Ola Samuel,
Como já dizia legião:Que país é esse?
Horario politico, panfletagem, venda de votos e
pra completar urnas eletrônicas!!! É o único pais que se vota assim
eu penso que deve ter maracutaia, porque os Estados Unidos é na caneta??
Voce esta certo, são exatamente uns babacas.
Beijos e final de tarde de paz e luz.meu amigo e até sempre.

Aline Teles disse...

Gostaria de não concordar, mas é impossível tecer uma palavra em contrário. A nossa realidade é essa. Infelizmente! Porém, o que nós podemos fazer para mudar isso? Beijos.

Sayuri Okamoto disse...

sem mais, toda a verdade dita em forma de poema, não fala de amor, não tem sentimento, mas tem verdade e diz o que pensa...

beijos ♥

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Obrigada sempre pelas visitas e comentários amigo Samuel.
bjs e um ótimo final de semana.
Carmen Lúcia..

Rita Sperchi disse...

Vixe adoraria que esses politicos de meia tigela lesse
o que vc escreveu....apesar que não ia adiantar nada né
pq eles não estão nem ai, mas gostei demais rsrsrssr

Abraços de bom final de semana!

└──●► *Rita!!

Dorli disse...

Oi Samuel, meu filho tem um blog com um amigo, mas ele não escreve mais, sobre política e nada mudou na sua vida, então pedi a ele que cuidasse da sua vida pois os políticos nunca iriam ler seus escritos. Que se especializasse muito para viver em paz e bem. Parou.
Somos os piolhos dos cachorros que latem em frente as mansões dos coronéis.Pense...
Beijos
Lua Singular

Marlene disse...

Querido poeta saudades de voce amigo estive um tanto ausente procurando melhoras de saúde ja estou um pouco melhor ,vou e volto até quando der um abração bjs com carinho marlene

Marlene disse...

Querido poeta saudades de voce amigo estive um tanto ausente procurando melhoras de saúde ja estou um pouco melhor ,vou e volto até quando der um abração bjs com carinho marlene

Lindalva disse...

Lambendo ainda as feridas pela perca do meu paizinho retorno a blogosfera certa de que o tempo não para e a vida continua, assim o 9º Pena de Ouro vai continuar e te convido a continuarmos esta brincadeira, estou te esperando lá. Beijos no coração.

http://ostra-da-poesia-as-perolas.blogspot.com.br

Aline Teles disse...

Passando para desejar um ótimo fim de semana. Beijinhos.

Luma Rosa disse...

Oi, Samuel!
Da última vez que saí daqui, fui pensando em que também poderia escrever algo no blogue para esvaziar a minha consciência. Ainda tenho esperanças que as pessoas façam boas escolhas no futuro próximo!
Bom fim de semana!!

Vieira Calado disse...

Aí, como aqui!
Um abraço!

Bia Hain disse...

Olá, Samuel, justificado seu poema repleto de reflexões pertinentes à época de eleição. Ando tão desacreditada que acredite, até hoje eu não sabia quem eram os candidatos a governador de minha cidade! Acabamos por chegar à conclusão triste de que, qualquer um que entre, acabará dando no mesmo. E a hipocrisia, então... nessa hora todo mundo vira anjo!
Uma pena, né?
Um abraço!

Fábio Murilo disse...

Dar nosso voto é como passar uma procuração a um estranho pra nos representear por quatro anos.

Paloma Viricio disse...

Oiee Samuca! Realmente dá nojo de ver esse banda de urubu em cima de nós. Eu tô nem ai...já foi o tempo que me estressava, apenas ignoro, sei que o país não vai mudar mesmo. Vou gastar meu tempo com coisas que me fazem bem e a revolução não é uma delas. kkkk
Saudade do meu cabeludo preferido.
Beijos!
Monólogo de Julieta

Jussara Neves Rezende disse...

Estive passeando pelos seus versos desde a página inicial. Parei aqui para me solidarizar. Sinto o mesmo. Claro que devemos ser obrigados a votar, pois se vivêssemos realmente numa democracia e não fôssemos obrigados, quem iria se abalar de sua casa até uma zona eleitoral para votar nesses cretinos?
É triste, mas eu não voto por ideal político há muitos anos, apenas escolho o menos pior.
..............................................................................................................................
Seria muito mais fácil se os críticos literários resolvessem se aprofundar na obra de escritores vivos, não é mesmo? Mas... um dia olharão nossos versos e entenderão o que dissemos e o que calamos. E mesmo sendo tarde, terá valido a pena.
Abraço!

Tais Luso disse...

rsss, penso o mesmo! Mas sabe por que eles estão lá? Porque nós o colocamos! E a maioria do povo não tem estudo, e o maior amigo deles é um povo ignorante, inculto, incapaz. E assim será para sempre, creio eu.
Beijo, querido amigo! Enquanto você não coloca postagem nova, tenho muito pra ler, é só ir descendo! Encontro belezas!

Tais Luso disse...

rsss, penso o mesmo! Mas sabe por que eles estão lá? Porque nós o colocamos! E a maioria do povo não tem estudo, e o maior amigo deles é um povo ignorante, inculto, incapaz. E assim será para sempre, creio eu.
Beijo, querido amigo! Enquanto você não coloca postagem nova, tenho muito pra ler, é só ir descendo! Encontro belezas!