LAPIDANDO VERSOS

Home Quem escreve Meus livros Contato

segunda-feira, 13 de outubro de 2014

A MÍDIA

A mídia comanda tudo...
Manipula informações...
Tornando-te mais um mudo
A aceitar tais condições;

Pare de ver acidentes...
De alimentar tais tragédias;
Busque canais diferentes...
Existem tantas comédias;

Querem mostrar o ruim
Pois isto gera mais medo...
Todos só pensam no fim
Desta terra do segredo;

O segredo é ver o belo
Que a vida nos oferece...
Todos somos um castelo
Feito do amor que nos tece;


43 comentários:

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Oi Samuel,isso é verdade,não precisamos ficar vendo ou ouvindo tantas barbáries,há outros programas televisivos,sem deixar nossos pensamentos em negatividades.
Bjs amigo.
Carmen Lúcia.

Cidália Ferreira disse...

Bopa tarde Samuel

Uma verdade verdadeira. Comentam o que é e o que não é..e o que inventam?? é grave!!


Excelente semana.Beijo

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Edith Lobato disse...

Verdade, a mídia promove o que quer de acordo com seus interesses. Lindo poema. Feliz semana.

Ricardo- águialivre disse...

Os mídia precisam de viver. Quando não existe noticia, inventa-se uma e pronto...Em Portugal também é assim. Desportivamente então é um verdadeiro festim...Todos os dias se inventam jogadores que chegam e partem deste ou daquele clube...

Poema em tempo certo por falar em factos correctos.

Deixo cumprimentos

Querendo, visite(m)-me

http://pensamentosedevaneiosdoaguialivre.blogspot.pt/

Bell disse...

Bom dia Samuca

Parece que a mídia e a sociedade só foca no que é ruim. Ligamos a TV e só encontramos notícias tristes.
E por esses e outros motivos que deixei de ver novelas, todas passando conceitos distorcidos de família, casamento.
A gente não pode se deixar contaminar.

um lindo dia pra vc =)

Mariangela disse...

Parece que a mídia e muitas pessoas que existem por ai, só enxergam realmente o que querem ver, além de distorcer!
Valeu amigo!
Beijos!
Mariangela

Dorli disse...

Oi Samuel,
Obrigada pelo carinho na minha poesia no meu blog e no do Viviani. Me aguarde domane.
Beijos no coração
Lua Singular

Vera Lúcia disse...

Olá querido Samuel,

Creio que quanto mais damos ibope para as tragédias, mais atraímos perturbações. A mídia sobrevive de notícias chocantes, pois parece que é o que o povo deseja ver. Habitualmente, após assistir a um telejornal me pergunto: 'qual foi a notícia boa de hoje?' Nunca chega nada para nos 'esperançar'. A mídia entra nos lares desconstruindo, infelizmente. Cabe a nós optarmos por programações saudáveis, que nos elevem e energizem.

Excelente seu poema, principalmente a última quadra. Rimas perfeitas.

Feliz semana.

Beijo.

Nádia Santos disse...

Poeta, creio que temos opções melhores que televisão, basta termos vontade de mudar. Eu, por exemplo, não vejo mais televisão. Quando quero saber das novidades vejo nos jornais virtuis, mas nem todos os dias, e nem tudo. Sou seletiva. Bjus doces e parabéns por sua poesias tão cheia de verdades. Pena que a grande maioria não percebe que está sendo manipulado.

Aline Thompson disse...

É muito raro um filme de terror que dê medo - pelo menos para mim.
A maioria é mais divertida do que assustadora...
Claro que tem filmes e filmes... Tem muita porcaria... tem muito catchup... rs... Tenho meus preferidos... tipo "A Tempestade do Século" de Stephen King... Talvez o meu filme favorito! 4h de duração, mas acho que valem a pena, e que você deve gostar, se ainda não viu... Além do suspense em torno do "o que está acontecendo? quem é esse cara?"... acho que o grande lance desse filme é que ele lida com a hipocrisia humana, as máscaras... e tem emoção de sentimento! Acho que um grande lance do King é que ele “tem calor”, não é frio... no meu post falei que gosto mais do iluminado de 1997... e, entre outras coisas, o motivo é que o de 1997 tem “calor”, foi dirigido pelo próprio king... o Kubrick é excelente diretor, mas foi muito “frio” no filme de 1980.... Se não viu "o Iluminado 1997" você vai se surpreender como o final é bonito! ^^
Já ouvi que assistir filmes de terror faz mal... e também que faz bem... xD
Ouvi que as sensações ruins geradas pelos filmes daria câncer... há alguns poucos filmes (apelativos a meu ver) que até dão uma "sensação ruim" - mas a maioria eu não acho - o que me dá muita sensação ruim (que acho seria a suposta dos filmes) é ver o noticiário! Terror de verdade está no jornal: mães que jogam filhos no lixo, gente muito ruim praticando maldade, miséria, tanta coisa triste! - filmes é só gente tomando as piores decisões em situações absurdas! xD
E já ouvi que faz bem... tipo... exercita "o nosso alerta"... esses papos...
Isso de pagar para sentir medo acho que rola sim... mas a coisa do - como em gíria - "vício em adrenalina" seja mais coisa da montanha russa... Acho que o grande lance do filme é pagar para compartilhar o medo - todos sentimos medos e nos achamos impotentes com isso... quando vemos outras pessoas sentindo medo na telona, e vemos a galera das cadeiras ao lado no cinema cobrindo o rosto... vemos que não somos só nós que sentimos medo... e nos sentimos melhor... acho que pagam para isso... Enfim!
E falando nisso de 'notícias do terror' acabo entrando no assunto do seu poema! Muito bom! Acho que toca de uma maneira muito interessante no lance da vantagem para o "sistema" incutir medos na população... toda aquela paranoia do inimigo que ronda... A notícia tendenciosa... a mídia como ferramenta para incutir ideias... Acho que também fala de algo tipo alguns conceitos esotéricos, do tipo, as primeiras coisas que vemos assim que acordamos definem o restante do dia... então... não seria muito legal começar com telejornal - que é como começa o dia da maioria das pessoas... acho que fala de muitas coisas! Gostei bastante como sempre! ^^

Aline Thompson disse...

Carrie eu também adoro! Vi as versões de 1976 e 2002... É também Stephen King... rolou o nome dele pode crer que vem coisa boa!
Obrigada eu pela suas visitas! ^^
O "Chaves trocentas vezes" me fez lembrar que eu adoro F.R.I.E.N.D.S. - vejo trocentas vezes, racho do Ross!!! Outra coisa que me diverte muito é, depois de ler e comentar aqui no seu blog, ficar fazendo minha cabeça girar passando o mouse! =D Adoro! ...beijinhos***

Clau disse...

Oi Samuel, boa tarde :)
Devemos nos informar, mas
não é saudável assistir um noticiário sensacionalista.
Infelizmente, só as notícias ruins dão audiência,
e o povo adora isso.
Muito verdadeiro teus versos,
gostei muito.
Bjs e ótima semana!

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Concordo em gênero, número e grau e em poesia, querido Poeta.
Beijos e boa semana

Donetzka Cercck L. Alvarez disse...

Sempre concordo com suas idéias,amigo querido Samuel.A mídia pode ser cruel muitas vezes.

Feliz em ver suas fotos com os livros! Parabéns!


Obrigada pelas visitas,amigo.

Meu marido vai operar ainda em outubro e estou sem tempo para postar muito ou visitar,mas hoje escolhi você e mais 2 amigas para agradecer e me deliciar nos seus espaços.

Beijos e linda terça_feira!

Donetzka

Bruxa disse...

Com certeza! Eu já te disse que não vejo mais jornais há muito tempo né? Acho que eles perderam o foco, o amor pela notícia. Gostam apenas de chamar a atenção e esquecem de tantas coisas boas que merecem ser mostradas.

Como vc está meu amigo?
Eu ainda tô aqui, com dores, mas amanhã é um grande dia (tirarei o gesso e os pontos, assim espero!).
Dei risada do comentário da Gertrudes rs. Se sua mãe é fã, com certeza ela gostaria. Essas coisinhas sempre agradam às mulheres.
Abração e lindo dia.

Coluna da Mi disse...

Oi poeta das asas douradas! \0/
Não adianta, agora só consigo te chamar assim, dizem que a primeira impressão é a que fica e essa ficou por causa da primeira poesia tua que li.
Todos nós, sem exceção, de um jeito ou de outro somos influenciados pela mídia, até o ser mais crítico do mundo seria. É tanta informação, tanta coisa ruim e nós já somos inclinados para o mal, por isso essas notícias tendenciosas fazem tanto sucesso.
Acabei de ler o blog da Marilene e sua crônica sobre Predadores. Infelizmente é a realidade e ela deve ser retratada, eu só acho que não deve ser A ÚNICA coisa a ser retratada, pois temos muita coisa boa no mundo também.
Mas dizer que não se tem influência, eu creio ser impossível. Podemos sim filtrar.
Beijo grande e uma semana fantástica para ti!

Ivone disse...

Meu amigo poeta querido, concordo plenamente contigo, ver tragédias nos faz ficar pessimistas e medrosos, eu sempre acredito na Vida, sendo assim não preciso ficar em "alerta" com essas programações que querem nos submeter sempre!
Adoro bons filmes, leio jornais, assino-os e assim leio somente o que acho que é importante para ficar bem informada.
Amei mais uma vez ler aqui seus versos que são de ótima forma para que reflitamos sobre tudo, viver é simples, nós somos os que complicamos né mesmo?
Abraços apertados!

Dorli disse...

Oi Samuel,
Infelizmente a vida não é um sonho. Existem coisas piores que acidentes.
Existem quem tenta matar seus sonhos bons, mas não conseguem.
A gente se comunica por e-mail
Beijos
Dorli

Carol Russo S disse...

Gostei da opção, do amor, o outro caminho, que vislumbrou no final, Samuel!!!
Escrita super característica, rimas perfeitamente cabíveis e crítica digníssima, como sempre.
Manipulados, somos, por esse mundo que alimentamos.

Ótima semana querido, beijos

Lu Nogfer disse...

Ola Samuel!

Tudo bem que eu gosto de me manter informada mas não me concentro nisso não, pois ha muitas coisas na mídia que é só para dar mais ibope.
É puro pavorzinho pra quem da muita atenção!

E você, maravilhoso como sempre!

Beijos, meu querido!

Smareis disse...

Oi Samuel, querido amigo tudo bem!
Tava com saudades!
Como ta lindo seu blog, uma obra de arte, muito criativo.
Fiquei tanto tempo ausente que estou até meia devagar.
Adorei o poema, A mídia é uma maquina de manipulação. Distorce a maioria de informações, se alimenta só de coisas ruim que faz mal. Como é cruel alguns programas de tv. Usa informação pra ganhar ibope. Eu não assisto quase nada, depende do que preciso me informar ai sim eu vejo. Gosto mais de ver programação no Discovery. Novela eu passo longe, principalmente aquelas que só tem mal exemplos.
Passei rápido só pra dizer que volteiiii tava meia desanimada mais atualizei por lá. Depois eu volto devagar pra ver o seu livro, e encomendar o meu ok, Aliás da uma olhada por aqui.

Beijos querido!

Ariana Coimbra disse...

Gostei de ler um poema belo sobre a manipulação da mídia num momento em que estudo isso e vejo pessoas sendo manipuladas o tempo todo.
Seu poema ficou sincero e doce.

Beijos

Lavínia Carvalho disse...

Verdade Samuel, volto a relembrar aqui do filme V de Vingança. A mídia mostra o que querem que as pessoas acreditem, e isso é uma completa forma de manipulação. No dia a dia estamos cansados de ver mais e mais notícias ruins que só nos causam desgosto e desmotivação a ver o que há de bom para se viver. Mas como você disse "Que o segredo é ver o belo"

Ah, e meus sinceros parabéns pelos seus livros, pelo seu maravilhoso trabalho e pela atenção comigo, fico muito feliz mesmo por cada comentário de ajuda que você deixa em meu blog, e pelos e-mails que você me enviou. Saiba que isso tem me ajudado muuuuito mesmo. E apesar de não te conhecer você já é uma pessoa muito especial pra mim pelo que tens feito. obrigada de coração ♥ E mais uma vez parabéns. Espero que eu possa comprar um de seus trabalhos em breve rs!

www.pumpcolor.com.br

Bia Hain disse...

Olá, Samuel, como vai?
Seu poema é muito bom... eu deixei de assistir jornais e matérias sensacionalistas há um bom tempo e acredito que só me fez bem. Alimentar a alma com informações ruins não leva a nada. Ainda ontem meu pai falava sobre isso, cerca de 90% das notícias que passam são ruins, mas há coisas boas acontecendo em toda parte - mais uma vez será tema de um post próximo.
Ao que li, concordo, deve ser para intimidar o povo e manter a rédea curta.
Do belo, gosto muito! :D
Parabéns pelo livro!
Sucesso!
Um abraço!

Rosemary Lima disse...

Samueel, parabéns pelos seus livros! Sucesso sempreee, vc merece tudo de bom! Espero escrever o meu livro um dia também, mas ainda vai demorar um pouquinho, mesmo assim não vou desistir! rsrsr

beijos!

Patrícia Pinna disse...

Bom dia, Samuel. Cada qual faz suas escolhas e necessariamente, a mídia não é algo ruim, basta saber escolher a programação.
Somos livres e não condicionados a um pensamento que queiram nos impôr.
Alimentarmos a nossa alma com o belo é fundamental, mas vez em quando, pelo mundo em que vivemos, ficamos um pouco condicionados a enxergar mais uma morte brutal como números, infelizmente.
Tenha um fim de semana de paz.
Beijos na alma.

Hellen Hosseini disse...

Gosto da forma como escreves nossa realidade, não fugindo das rimas.

Bom final de semana pra ti!!

Elyane Lacerdda disse...

Amigo poeta, lindo demais o poema!
Somos um castelo feito de amor que nos tece.....que lindo!
Bravo!!!!!
Samuel gosto muito de seus poemas,querido!
A mídia entra na nossa casa e nos envolve com suas ideias,tentando induzir pensamentos e atitudes!
bom final de semana, querido!
http://www.elianedelacerda.com

Tamires Cipriano disse...

Olá Samuel, como vai?
Não me esqueci de você, só precisei dar um tempo nas redes sociais e inclusive no blog =/
Infelizmente vi que tive de dar um tempo em algo para ter tempo em outras coisas, aconteceram muitas coisas boas em minha vida e outra nem tanto.... Mas o importante que agora está tudo certo (=
Privei do blog para dar tempo dos estudos e a as aulas de rua, sim, carteira este mês se Deus quiser o/. Fora isso eu precisava passar um tempo com família e amigos.

Quanto ao poema, lindo poema como sempre, ficou demais e tem total razão.
Estamos perto de votar por exemplo, dai eu escuto as pessoas falarem de políticos não voto neste por isso, não voto naquele por isso, a TV mostrou isso...
Acho tão bacana quando mostram coisas legais, gosto de ver jornais, mas da para ver até sangue escorrendo dela, então fico com os canais que são mais educativos e dos principais jornais, que vão falar mais do futuro, da saúde, da educação e se falam de morte é porque não tem como o povo não ficar sabendo.
Temos também a novela, parei de assistir tem uns 3 anos falta de tempo também kk), mas percebi que na verdade não dava nada a não ser uma hora de minha vida e diversão, um hobby, mas que hoje nem me interessa. Vejo que pais privam filhos de fazerem e assistirem muitas coisas, mas em certos horários a TV é horripilante para a mente...

Amei, mas acho que deveria haver controle ou pelo menos que assiste saber como usar.

Beijos e tenha um lindo fim de semana!
De tudo um pouco

Lívia Apetitto disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Lívia Apetitto disse...

Ps: Tive que postar outra vez, porque faltou a quarta linha do primeiro verso. Tentei apagar, cancelar, mas não encontrei a lixeirinha. Faça isto meu amigo e perdoa essa falha minha...

Samuel

Cheguei para mais um poema,
mas veja que surpresa boa,
exposição de antologia poética,
esse momento não me é à toa

Outra ainda após o meio,
pergunta-se o que não sabe,
O que fazer com este amor,
pairando sobre tuas verdades...

Logo abaixo outra foto
creio devoto as donzelas,
no seu jeito precioso,
talvez as moças mais belas...

Lismel, o que seria?
lendo talvez viria a saber,
quem sabe Lis em mel,
segredo que cabe a você...

Por fim o livro das flores,
elas todas de bem querer,
somativa dos amores,
que a vida ensina a colher...

O que dizer sobre a Mídia,
se tudo foi dito em poema,
um carrossel de notícias
que não me sobra um tema...

É o mundo em nossa casa,
entrando por uma janela,
difícil descansar com mil falas,
que contam somente mazelas...

Como é bom está aqui,
como o sol sobre as manhãs,
ler você é ver a vida se abrir,
menino, na real, sou tua fã...

Deixo o meu abraço apertado
a espremer seu coração,
mas não se sinta judiado,
tenho por ti amor de irmão...

Fica na paz

Livinha

Lívia Apetitto disse...

Conseguir!!!

Beijinhos

Reflexos Espelhando Espalhando Amig disse...

Bem.. ..
Samuel,
não sou advogado do dia,
mas
como formadora de opinião e artista
eu estou atenta a tudo:
ouço radio, vejo tv, vou ao cinema,
frequento lugares e passo na internet para ver noticias em geral, nas redes sociais eu não fico, mas passo. Nesse mundo globalizado
quem se fecha e se isola se anula
e esse é um passo para a morte.
Conheço um verso que diz:
""Tudo me é permitido, mas nem tudo me convém"".
Samuel, você é um poeta do hoje que articula sempre enquanto faz poesia.
Bjins
CatiahoAlc.

Helena G.S.R disse...

Olá, Samuel.
Não é nem um pouco fácil distinguir o que é informação e onde começa a manipulação.
Adorei o seu poema.

Beijos!

Bandys disse...

Ola Samuel,
Você disse tudo. A televisão mostra tanta
violência , manipulações e etc... Que fica difícil.
Nós da cidade grande temos o privilegio de ter outras opções, mas as pessoas do interior não tem muita. Ou é novela ou programa violento.
Você sempre antenado e nos lembrando a importância dos assuntos.
beijos meu querido amigo.

Rita Sperchi disse...

Boa tarde de sábado de sol

Saber viver é saber esquecer as coisas que
te prendem no chão e lembrar das coisas que
te dão asas. Bom fim de semana!

Abraços com meu carinho de sempre

└──●► *Rita!!

Kaka Stelê disse...

Oi Samuel,precisamos da mídia pelo conteúdo informativo, mas hoje em dia há tanta noticia ruim e a gente precisa separar informações importantes daquelas que a gente não se sente bem em saber, eu sou assim estou sempre assistindo jornal, leio jornal mas se eu vejo que não me agrada eu mudo de canal e assim vai, achei ótima sua poesia, há tantas coisas boas para se assistir, ouvir e ler não é mesmo?

Um beijo querido poeta!

Fábio Murilo disse...

A mídia vive do medo, do escândalo, da fofoca. A anos deixei de assistir televisão, por falta de opção mesmo e olha que eu já cheguei a acompanhar novelas. Mas sou assim, coerente ao extremo, 8 ou 80.

Malu Silva disse...

Deixei de prestar atenção à mídia j´faz muito tempo, meu amigo! Um enorme abraço.
Olha, assinei para receber suas atualizações. Virei mais vezes...

LUCONI MARCIA MARIA disse...

Concordo plenamente com você amigo poeta, o segredo de ser feliz é observar as boas coisas da vida, saciar a alma com as pequenas alegrias tão simples mas que nos fazem um bem enorme, são estas pequenas alegrias que nos dão força para continuarmos a nossa missão terrena. Bjos Luconii

Soneto de Emoções disse...

Boa tarde Samuel
Mãe é inigualável
Boa eleição
Bárbara

Blog do Neófito [-] disse...

Olá. Vim aqui por recomendação da Nanda Bender e gostei bastante do espaço. Por enquanto, navegando e conferindo os poemas.
Abraços,
Kleiton.
P.s.: também mantenho um blogue com trabalhos autorais: http://poesias-ilustradas.blogspot.com.br
Quando puder, dá uma passadinha.

Tais Luso disse...

Olá, Samuel, báh, você acertou na mosca! O que estamos comendo na mão da mídia é nitroglicerina pura! De vez em quando me pego numa neura, aí começo a pensar... mas são tantas as tragédias em noticiosos 10 vezes por dia que não há como ficar descansada. Sem dúvida que morar no interior tem lá suas compensações! Você liga a tevê para assistir algo alegre e dá de cara co esquartejamento! Sei lá, amigo, o melhor é ser alienada, vender a televisão, rádio e não ler jornais e nem revistas!!! rss Gostei demais do poema, vou refletir...
Bjus!