LAPIDANDO VERSOS

Home Quem escreve Meus livros Contato

segunda-feira, 3 de novembro de 2014

HÍMEN

Guardas a bela e virgem flor tremendo...
Guardas ela na mais curta calcinha...
Guardas a flor cheirosa já querendo
Abrir-se e deixar de ser tão sozinha;

Guardas ela que só fica gemendo...
A flor que se mantém pura e lisinha...
E que quando tocada fica ardendo
E molhando a calcinha tão branquinha;

Guardas a mais bonita flor rosada
Ardendo cada doce madrugada...
Louca para se abrir feliz ao mundo;

Guardas ela na grande ansiedade
Para perder na cama a virgindade...
Para sorrir enfim cada segundo!...                                   

36 comentários:

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Bom dia Samuel,você aborda um tema lindamente em versos.
Gostei muito.
Bjs amigo.
Carmen Lúcia.

Ivone disse...

Bom dia meu amigo poeta Samuel, que inspiração aqui nos seus lindos versos!
Romantismo lindo com lirismo sem igual!
Abraços apertados e uma linda semana!

Lívia Apetitto disse...

Na simplicidade com que chora,
a flor purpura e virginal,
há que ser guardada ante aurora
para o momento mais especial....

Hoje não estou lá tão inspirada,
falar da rosa doce e fagueira,
razão de lembrança ser guardada,
de um broto fora ela passageira...

Admiravelmente belo

Beijinhos criatura linda
que nunca te falte inspiração,
és o encanto da menina
que guardas em seu coração...

Mais beijinhos

Livinha

JAIRCLOPES disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Laura Santos disse...

Um tema muito bem aflorado!...Mas será que as raparigas hoje em dia esperam assim tanto por esse momento tão especial de passagem...? A maior parte talvez não, e por vezes o que poderia ser um momento lindo e de grande significado, pode até ser um momento "banal", e quiçá traumático.
Muito bem, Samuel, lindo, poema!
xx

Bell disse...

Eu ri, vc coloca tanta naturalidade nos versos que fico a imaginar como filme rs...
Parabéns!!!

Cidália Ferreira disse...

Boa tarde Samuel
Tu realmente és fantástico.... mas que poema tão original.. Amei.. acredita que ri bastante :-)

Ótima Semana, beijinho
http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Bárbara disse...

Bom dia Samuel
Hoje a virgindade é peça rara.kkk
Bela poesia
Abç
Bárbara

Lu Nogfer disse...

Acho que o banquete errou de porta. Pros homens, este sim é o melhor!rsrs

Você sempre fantástico!

Beijo, poeta!

Rute disse...

Como sempre és fantástico nas poesias.
Sim, estou na correria, meu querido
GRande bEijo , até sempre

JAIRCLOPES disse...

Acróstico

Fenda úmida que todos querem ela
Onde deve ser lugar da trolha afinal
Defendida por uma radical sentinela
Acusada de impedir entrada do pau.

Sobre esse tal de hímen eu declaro
Encontra-se ele numa linha da foda
Onde jebas rompem esse anteparo
Há possiblidade dele entrar na roda.

Íntimo, esse obstáculo é da racha
Mas nem por isso vamos respeitar
Ele somente fica por ali e se acha
Não vai resistir a uma pica cavalar.

Simone Lima disse...

Te li com um sorriso bem aberto, pois é delicioso o que tu escreves sempre, seja o tema que for!!

Beijoo'o

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Versos perfeitos para uma passagem às vezes nem tão perfeita.
Beijos, Poeta, e boa semana,
Renata

Marly de Bastos disse...

Guardar essa preciosidade é muito difícil quando a libido começa a aflorar. É uma vontade tremenda de conhecer o temível e maravilhoso momento.
bjkas doces

Mariangela disse...

Só você Samuel, para abordar neste lindo verso um tema tabu tão original!
É uma pena que anda tão banalizado e desrespeitado.
Beijos, e uma ótima tarde!
Mariangela

Carol Russo S disse...

Eu lembro de quando me enviou este poema e disse que tinha certo receio em postá-lo, fico feliz que tenha o superado.
Nem preciso citar a delicadeza com a qual abordou esse tema por muitos hostilizado, parabéns!

Célia Rangel disse...

Olá, Samuel! Coisa rara! Em extinção mesmo... Feliz a mulher que obteve esse curso com sua flor na busca do prazer que tão bem descreve em seu poema! É um momento tatuado na mente de um amor pleno que se repete em êxtase de felicidade!
Abraço.

Nelma Ladeira disse...

Achei incrível o jeito de escrever sobre a virgindade! Lindo poema.Infelizmente amigo;Está em extinção!!
Beijinhos.

Elyane Lacerdda disse...

Muito lindo,amigo!
Há sempre o primeiro amor, não é verdade?
Acho que as pessoas estão sentindo menos, não sabem saborear esse prazer tão maravilhoso, que você descreveu em seu poema!
Que existem sempre amores, para que possamos sentir sempre como se fosse o primeiro!
Bjus e grande semana,querido!
http://www.elianedelacerda.com

LUCONI MARCIA MARIA disse...

Samuel a forma natural e delicada que descreveu sobre o tema me encantou, caso fosse um poema erótico eu não comentaria, mas você fez de forma natural, sem tabus, gostei, abraços Luconi

Vall Nunnes disse...

Olá Samuel, belos versos. Sensualidade discreta e rimas fantásticas.
Até sempre

Vera Lúcia disse...

Você é demais, querido amigo! Criativo demais em suas inspirações e sempre delicado ao versar.
Achei o soneto excelente, mas também divertido. Querendo ou não, me fez lembrar do meu tempo de virgindade. A recomendação das amigas à época era para não deixarem mexer na 'caixinha', pode???
Fantástico!

Beijo e feliz semana.

Coluna da Mi disse...

Hímen é uma parte que alguns (afinal, deves saber que existem mulheres que nascem sem hímen) julgam sinônimo de pureza, quando a real pureza é a que vem do coração.
Ao contrário das colegas, as quais respeito a opinião e não me importo se não respeitarem a minha, acho super positiva a extinção, desde que a mulher tenha responsabilidades para lidar com isso, qual é o problema? Por que "se guardar" para alguém "especial?"
Definir o que é especial é bem complicado, a mãe de um ex "se guardou" para um casamento que terminou depois de 28 anos porque ela adoeceu, pegou HPV DELE!
Valeu a pena para ela se guardar?
A real é que nunca conhecemos as pessoas, se o auto-conhecimento já é complicado.
Não devemos pensar que pessoas são exclusivas, que mulheres devem esperar por alguém especial porque ninguém merece todo esse pedestal aí não!
A única coisa que sei do ser humano é que ao tocar no tema sexo, o que vem são tabus e até desrespeito com o corpo da mulher como acabo de ler um acróstico aí com um linguajar tão chulo que nem em blog de conteúdo adulto deveria ser aceitável como arte.
Fico feliz Samuel por estar mais encorajado em escrever suas poesias mais genuínas e aguardarei pelo próximo blog que sei que virá. ;)
Beijo grande poeta das asas douradas! :)

Bárbara disse...

Boa tarde Samuel
Um bom dia para você.
Abç
Bárbara

Bandys disse...

Olá Samuel,
Gostei. É um tema que da pano pra manga.
Uns cultuam a virgindade, outras ja são mais moderninhas e outras ate colocam em leilão.
mas nunca devemos esquecer as que são molestadas por pedófilos ou que tem sua virgindade"arrancada" por estupradores.
Muito legal a singeleza que você abordou.
Beijos meu amigo querido que a luzes do universo te cubra com um manto de paz e luz. ☼

Marli Terezinha Andrucho Boldori disse...

Olá Samuel, querido amigo poeta, seu poema trabalha um tema tão polêmico,mas em seus versos aparecem a volúpia, o prazer, um hímen que se tornou digno de estar nos versos e se transformar em poema de alta sensibilidade. Grande beijo!

Bruxa disse...

Bom dia meu querido!
Não há como deixar de admirar seus versos, pois vc tem sensibilidade para criar com os mais variados assuntos de uma forma tão natural que parece mesmo que as palavras brotam de você sem o menor esforço.

Um lindo dia e ótimo final de semana.
Abração.

Elyane Lacerdda disse...

Passando pra desejar bom final de semana,amigo poeta!
Quando tiver post novo,avise!
http://www.elianedelacerda.com

Paloma Viricio disse...

Olá meu amore! Tudo bem com você? Há tempos que não passo por aqui e muito menos falo com você! :( Saudades... o tempo anda curto d+.
Esse ai eu já conhecia, mas adorei ver que postou aqui no blog. Eu adoro...singelas e doces palavras. Originalidade ímpar.
Beijos!
Monólogo de Julieta

may lu disse...

Boa noite querido!! Nossa, amei as mudanças por aqui...
É incrível como o mundo parece ás avessas, mas ainda abordar certos assuntos nos deixa com um pé atrás... E você o fez com uma maestria que me encanta!! Simplesmente lindo...
Doce final de semana!! Bjos no seu coração...

Augusto Sperchi disse...

Olá Sam! Como está?
Ah, esse desejo que vem dessa flor querendo desabrochar e saciar sua libido! Foi magistral em captar algo que não se vê, mas que deixa marca no ar. Muito bom, poeta!
Um abraço!

Aline Thompson disse...

Oi, Samuel!
É preciso sensibilidade para escrever um poema assim picante, mas delicado!
beijos!

Rita Sperchi disse...

Como sempre vc escreve coisas picantes
mas não deixa de ter sua beleza como poema
Elogios meu doce poeta

Bom dia de domingo

└──●► *Rita!!

Bia Hain disse...

Olá, samuel. A sensualidade também é ótima fonte de inspiração e você arrasou em seu poema. Um abraço!

Evanir disse...

Samuel ..
Estou feliz por poder estar aqui nesse Domingo.
Um belo poema com muito inspiração.
Abraços.
Evanir.

Vitor Costa disse...

Que belíssimo poema Samuel! Na minha opinião, é um dos melhores que já li por aqui, sobressaindo-se perante um vasto padrão de qualidade dos outros poemas seus. Acho que o meu encanto, foi fruto da sua coragem e delicadeza para abordar um assunto áspero aos olhos moralistas da sociedade, um "tabu" lindamente desfigurado pela sua poesia. Parabéns!!!

P.S.: Te indiquei para uma Tag no meu blog, acredito que não seja um hábito seu responder esse tipo de coisa, porém, de qualquer modo, fica como uma expressão do meu profundo esmero pelas suas poesias.

Grande Abraço