LAPIDANDO VERSOS

Home Quem escreve Meus livros Contato

segunda-feira, 4 de dezembro de 2017

AZUL DO CÉU


Contemplando o azul do céu...
Doce brisa a me beijar...
Me cobrindo com seu véu
Enquanto eu ali ficar;

A natureza sussurra
Lindamente em meus ouvidos...
Os sons na forma mais pura
Dos seus seres tão queridos;

Nela tudo é harmonia...
Tudo vibra docemente...
Paraíso da magia
A nos vestir puramente;

15 comentários:

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Palavras doces para nos encantar em um inicio de semana.
Gostei muito.
Bjs amigo poeta Samuel e uma ótima semana.
Carmen Lúcia.

Larissa Fonseca disse...

Que lindo, Samuel! Estava sentindo falta dos seus poemas :)

Cidália Ferreira disse...

Já sentia saudades tuas. Amei

Beijo e uma excelente semana.

Marcos Satoru Kawanami disse...

A natureza, essa eterna inspiradora...

:)

lua singular disse...

Oi Samuel
Linda poesia.
Só você mesmo
Beijos no coração
Lua Singular

Helena Rodrigues disse...

Que linda poesia, Samuel! O layout também ficou ótimo.
Parabéns!

Beijos, querido poeta!
Blog: *** Caos ***

Carolina Botelho disse...

Estava com saudades dos seus escritos.
Belo poema :)

Smareis disse...

Boa noite Samuel! Tudo bem meu querido?
Linda poesia Azul do Céu!
Estamos bem sumido né?
Não poderia deixar de passar aqui pra te desejar um Feliz Natal e um Novo Ano muito abençoado pra você e os teus. Que 2018 seja repleto de realizações, e que as estrelas da esperança te abracem de tal forma, que você venha a se alegrar a cada lembrança.
Um beijo e um abraço bem apertadinho.

Cidália Ferreira disse...

Dizer que:Natal "Deveria ser o Ano inteiro"...Desejo para NÓS, e para todo o Mundo: Paz; Amor; Harmonia; Fraternidade; Compreensão; Saúde; Fé; Honestidade; e que nunca nos falte a Esperança. Extensivo aos vossos familiares e amigos

Beijo

Tais Luso disse...

Olá, querido amigo! Pois é, Natal!! Quantos sentimentos lindos brotam nessa data, a Cidália diz certo, que maravilha se Natal fosse o ano inteiro! Que paz, que vida melhor não teríamos?
Amigo, BOAS FESTAS pra você, que quase tudo corra como você sonha, sim, porque tudo que sonhamos nunca corre na integralidade.
Beijos!

Tais Luso disse...

NÃO SEI SE ENTROU MEU COMENTÁRIO!
BEIJO.

Bandys disse...

Ola Samuel,
O blog ficou lindo.
Adorei sua poesia.
Que as comemorações do Natal sejam marcadas pelo desejo
de um novo viver e de um novo caminhar que nos conduza a
um só objetivo: semear o amor e a paz.
Beijos querido

Gil António disse...

Sempre um poeta de eleição. Linkei no meu blogue, Brincando com as palavras.
Deixo cumprimentos poéticos.

Patrícia Pinna disse...

Bom dia, Samuel.
Chamo ao que escreveu de paz.
Essa brisa nos acalenta e vemos a vida com um pouco mais de leveza nesse mundo tão castigadi pelas dores, sejam externas ou internas.
Que o bem, o amor, a saude e a paz, bem como a felicidade extrema, façam parte generosamente do ano que se inicia.
Tudo de bom.
Beijos na alma.
Saudades das nossas conversas.
Fique com Deus.

Alegria de Viver disse...

Olá Samuel, qto tempo! nosso último contato foi qdo encomendei os três livros, depois te perdi de vista, e agora encontro seu blog com novo e lindo visual!
Que belo poema "Azul do Céu" com uma linda mensagem de paz!
Ainda é tempo de desejar um feliz Ano Novo!

Abraços!
Diná