1 1
Home Quem escreve Meus livros Contato

segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

COMO SÃO FELIZES AS VIRGENS

Como são felizes as virgens a caminhar
Pelo jardim todo em flor;
Caminham na esperança dum dia encontrar
O caminho do verdadeiro amor;

Caminham com o coração a palpitar...
E com a flor em intenso ardor;
Como apagar a chama a queimar?
Como controlar aquele doce tremor?

Deixem a flor que delira
Gemer como as cordas da lira...
Deixem ela do amor sentir...

E durmam na noite banhada de luz...
Durmam com os seios nus
E com a flor a sorrir;  

37 comentários:

Cidália Ferreira disse...

Bom dia Samuel

Que bonito!!Adorei És sempre maravilhoso nos teus escritos,parabéns.

Beijos e optima semana.

Visite o blogue que hoje não quer sair.
http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

ᄊム尺goん disse...

[conservar a pureza nos olhos,
no coração é uma tarefa árdua.
mas vale a pena ....né?]


abç

Ivone disse...

Samuel, parecem os lindos versos de Salomão, gostei!
Abraços!

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Oi Samuel,Que as musas sempre
deixem essas lindas inspirações para
você.
Lindos versos.
bjs amigo.
Carmen Lúcia-mamymilu

nelma ladeira disse...

Olá Samuel,lindo versos,uma virgem caminhando no jardim de flor,na espera do amor...
Amei,bom dia amigo.

Bell disse...

Bom dia Samuca

Acho que todo mundo quer caminhar pelo jardim e encontrar um grande amor. É o sonho de toda mulher.

tenha um lindo dia =)

Rute disse...

Bom dia Samuca, tudo bem? A terapia holística começa hoje a tarde, depois lhe conto como foi, estou apreensiva, afff...

Puxa, a espera de um grande amor sempre é algo que nos traz muita esperança, principalmente se o amor é correspondido. Parabéns pelo lindo transcrito
Beijos de bom dia e até sempre

Laura Santos disse...

Já todos caminhamos , ou continuamos a caminhar, nesse jardim em flor em busca do amor, e os teus versos reflectem de forma muito pura o que cada virgem sente.
Muito belo, Samuel!
xx

Rovênia disse...

Oi, Samuel,
... que a pureza de alma pudesse ser eternizada.

"Ficávamos sonhando horas inteiras,
com os olhos cheios de visões piedosas:
Éramos duas virginais palmeiras,
Abrindo ao céu as palmas silenciosas."
(Alphonsus de Guimaraens)

Boa semana pela frente!

Dorli Silva disse...

Oi Samuel
As virgens antigamente se entregavam em sonhos e guardavam seus pecados no coração
Lindo soneto
Beijos
Mundo dos Inocentes

Ritinha disse...

Uau!!!
Em pensar que muitas foram fontes de grandes inspirações e delirios...
Lindo demais!
bjs
Ritinha

Nádia Santos disse...

"Deixem a flor que delira
Gemer como as cordas da lira...
Deixem ela do amor sentir..."

Eu não sou virgem (rsrsrsr) mais
é bem assim que sinto.... Uiiiiii!!!!!
Adorável! Bjusss querido!!!!


Eu não sou virgem (rsrsrsr) mais

Carla Fernanda disse...

Doce Samuel!!

Feliz Advento, tempo de esperança!!

Beijos

Marly de Bastos disse...

Não sei se elas são felizes ou não, mas com certeza há sempre quereres retorcendo o íntimo, perturbando o senso enquanto se guarda o corpo...
Bjkas doces, estou retornando e espero que o tema agora para minha escrita seja mais branda.

Patrícia Pinna disse...

Boa noite, Samuel.
As virgens na sua pureza pensam que um dia poderão viver um amor sem mácula, aquele que as faça entontecer.
Esse tremedeira que dá antes do desabrochar é pura emoção!
Os desejos segredados em mente e corpo esperam a felicidade da completude do amor, que em corpos e alma unidos, acalenta como a flor.
Ameeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii!
Adoro você e os seus poemas, tudo o que escreve, até os mórbidos, rs.
Beijos na alma e tenha um excelente dezembro de paz!

Eu...Suzana disse...

Creio que todos nós agimos assim enquanto esperamos ou encontramos aquele verdadeiro amor, e ficamos sim, apreensivos e felizes tanto quanto virgens sonhadoras.
Uma boa semana meu amigo.
Um grande beijo, Suzana.

Lu Nogfer disse...

Olá amiguinho!

Passei pela manha mas vejo que o comentario nao envio, agora com o sono o jeito é ser sucinta.
As tuas virgens...Bom ve-las de novo enfeitando os teus versos, lindamente!

Beijos e tenha noite linda...

Adriana Paz disse...

Belíssimo,Samuel.

Bucólico, magistral e diz bem das moçoilas que esperam seu príncipe.

Nem sempre virgens,mas aguardando o amor.

Beijinhos e ótima terça

Dryka



Blog Suas Histórias Nossas Histórias

Rita disse...

Bom dia dessa terça feira de chuva!!!!
Minha visita hj é para agradecer o carinho
que teve comigo e a bela mensagem que
deixou meu coração mais tranquilo parabéns
pelo belo post, pois a sua amizade é muito
importante pra mim bjussss

Abraços de sempre

└──●►Rita!

Dorli disse...

Oi Samuel,
Conheço casos que o jovem leva uma grande decepção amorosa e do jeito que as coisas andam, nem pra titio está ficando, pois é filho único.
Da medo de amar, é por isso que amo só com uma metade do coração, se houver um "infarto", a outra metade garante a sobrevivência.kkk
Beijos
Lua Singular

silvioafonso disse...

Enquanto nua caminha pela rua
eu, estupefato com o aroma do seu
corpo, a vejo vestindo um branco, lon-
go esvoaçante enquanto voa o voo dos
anjos inocentes.

Samuca, um beijo, se me permite.





.

Smareis disse...

Oi Samuel caro poeta!
Bom dia!

Seu poema descreve lindamente a forma estrema e arguciosa, da pureza de uma virgem sonhando com seu grande amor. Gosto muito do escreve, sua inspiração é admirável, você parece atravessar La no fundo do ser, de quem inspirou teus versos.
Parabéns Samuel pelo poeta que és!
Agradeço as palavras sempre de carinho, e fiquei maravilhada sobre o Soneto, nem sei o que dizer só agradecer, receberei com maior prazer. Meu email smareis@gmail.com, se puder me mande os arquivos que disse.

Desejo uma ótima semana!
Beijos!

Ricardo- águialivre disse...

Simplesmente um soneto maravilhoso só possível ser escrito por um poeta de elevado sentido de sensibilidade
.
Grande abraço amigo Samuel Balbinot

Maria José Rezende de Lacerda disse...

Nossa... que lindo!!! Grande abraço.

Clau disse...

Oi querido amigo \o/
Vc se supera em cada postagem.
Sempre inspirado,sensível e primoroso...
Bjs!

Rafaela Sena disse...

Que as virgens não só caminhem a procura de um verdadeiro amor mas que antes de mais nada amem a si mesmas e encontrem outras formas de liberdade e felicidade, que nem sempre o amor completa. É sempre muito bom voltar aqui e te ler Samuel, grande abraço!

Carol Bortolo disse...

boa noite samuel.. esta lindo, simplesmente lindo mesmo.. NO PONTO.. conseguiu me comover com estes simples e tocantes versos.. nem sei mais o que dizer.. apenas que ficou perfeito.. parabéns.. boa semana :)

http://t-alvez-p-oeta.blogspot.com.br/

Fernanda Bender disse...

Ai Samuca, só tu pra falar de virgens dessa maneira poética... se elas são felizes, quem sabe...kkkkkk
Tenha um ótimo dia, um abraço!!

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Oi Samuel,bom dia!
Vim para agradecer a sua visita e comentário.
Obrigada amigo
bjs
Carmen Lúcia-mamymilu

Joana disse...

Boa tarde Samuel!
Amei!
Senti uma pontinha de inveja delas rsrsrsrs
Beijos :)

Claudinha ੴ disse...

Um belo poema para as virgens... Eu só acho que não seriam felizes. Um beijo!

Bandys disse...

Ola Samuel,
Que todas as virgens achem
o caminho do amor. Belo poema.

deixei um recadinho pra vc la no blog.
Beijos

Suzi (Vulgo, Emilie) disse...

não preciso fazer muito esforço pra perceber que a flor é a vagina.... sabendo disso dá pra "sacar" o texto inteiro...

✿ Rê ✿ disse...

Oi querido amigo!
A pureza feminina não tem igual, seu soneto ficou especial.
Todo desejo que uma virgem derrama, a alma parece que inflama e vai explodir a qualquer momento.
Desejo, calor, amor, me lembro muito bem...
Tenha uma noite maravilhosa!
Com carinho

Femme Digital- Mãe, Esposa, Mulher!

Ana Cecilia Romeu disse...

Neste soneto a beleza casta e imaculada em branco. Lembrou-me um tanto o simbolismo, e a mulher anjo com sua beleza petrarquista. Lindo!

Beijos, Samuel!

Vera Lúcia disse...

Olá Samuel,

Que as virgens encontrem este tão sonhado caminho e possam se realizar através da perfeita sintonia com o príncipe idealizado. Aliás, este é um sonho comum a todas que anseiam pelo amor, só que nas virgens ele é revestido de maior ansiedade e expectativa.

Suas inspirações são sempre encantadoras.
Lindo o soneto!

Abraço.

Joaninha Musical disse...

Está super lindo e interessante,gostei imenso de ler. Que as flores brilhem sempre no teu jardim é o que eu te desejo!! Beijinhos fofinhos!!