1 1
Home Quem escreve Meus livros Contato

quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

O DESTINO DESTE MUNDO

O que podemos nós fazer? É tarde!
A canção das estrelas é tão triste;
A lua chora lá sozinha e assiste
O majestoso céu tremer... como arde!

Gritos de seres frios... voz covarde
De bocas sonolentas... O que ouviste
Alma lânguida que nunca mais riste?
O teu riso doente é frio... Não guarde!

Gargalha absurdamente... tal palhaço
Rindo de si mesmo em círculos d’aço...
Assistindo o destino deste mundo;

Ouço os sons tristes numa terra fria;
Os rouxinóis não fazem mais poesia
Com o seu canto cândido e profundo;  

44 comentários:

Cidália Ferreira disse...

Bom dia Samuel

Profundo é este maravilhoso soneto... Lindo de mais,Parabéns!

Adoro os teus poemas!

Beijo

Feliz Natal

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Ritinha disse...

Bomm dia amigo... um tanto forte, um tanto triste, um tanto real, um tanto tocante.. um misto de tudo com palavras fortes, mas que nos fazem muito pensar.
Beijos e Boas Festas
Ritinha

Sónia M. disse...

Nas mãos das crianças, está o destino do mundo...

Forte e profundo o teu poema. Gostei muito!

Meu abraço

Sónia

Rute disse...

Samuel, um poema que nos trás uma grande reflexão, parabéns!
Grande beijo de bom dia

Bell disse...

oi Samuca

Nós podemos ser a diferença neste mundo, se cada um fizer a sua parte.

Tenha um lindo dia =)

Laura Santos disse...

Muito belo e profundo soneto sobre um mundo que nos maravilha e nos decepciona todos os dias.
xx

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Lindo soneto e bem reflexivo!
O mundo seria bem melhor,se cada um fizesse a sua parte,como exemplo doarmos mais amor àqueles que precisam de um carinho e a mão amiga para ampará-los.
bjs amigo Samuel.
Carmen Lúcia

Ivone disse...

Bom dia amigo poeta!
É o apocalipse?
Belo soneto, bem escrito e rimado, fortes as palavras de dores e desencantos, descreves com ênfase "O Destino Deste Mundo"!
Muitas almas já estão assim, vivendo as amarguras dos arrependimentos sem acharem meios de reparação!
Abraços e desejo-lhe um lindo Natal, que todos os dias do Ano Novo seja continuação do Natal que deveria ser todos os dias!

Dorli disse...

Oi Samuel
"O Destino Deste Mundo" é a sua própria destruição feita pelo ganancioso homem que habita nele. Muitos estão aqui fazendo o mau pensando que serão eternos.
Ainda bem que já estou no fim dos meus anos aqui na Terra, pois jamais queria ver pessoas gemerem de dor.
Deus fez um Mundo tão lindo para seus filhos morarem e eles paulatinamente, com sua arrogância e maldade o estão destruindo.
Tenho pena dos jovens e das crianças que estão nascendo: o que lhes aguardam?
Temos que viver o hoje, não pensando no amanhã, do contrário enlouqueceremos
Beijos
Lua Singular

may lu disse...

Lindo e profundo! A nossa querida terra já foi destruída uma vez pelo dilúvio. Hoje em dia está sendo devastada pouco a pouco pelas mãos dos homens. Mas também chegará o dia do juízo final em que tudo virará fogo e lamento. Porém havemos de ter em nossos corações a certeza de que teremos uma outra terra, onde não haverá mais destruição, nem dores e lamentos...
Desejo-lhe um natal de muita luz e paz! Grande beijo

Mary disse...

Poxa Samuel, vc consegue tocar profundamente na alma

Em cada verso chega a doer!

A terceira estrofe fala bem do palhaço que bem sabemos quem o representa,, Já fui da igreja, e sempre tínhamos aulas aos domingos a tarde," Escola dominical" e eu gostava quando era sobre o apocalipse,pq passamos a entender um pouco do que está escrito lá, e a gente percebe que parte do que está escrito já estamos vivendo, e essa sua estrofe em especifico, é muuuito real, pois é assim que o inimigo irá se sentir ao ver tanto sofrimento.

Samuel, obrigada pelo carinho, obrigada pela sua amizade!
Um feliz Natal, cheio de saúde ,muita paz, e muuuito amor!

Bjos no coração!

Jussara Neves Rezende disse...

Samuel, não será tarde enquanto poetas como vc escreveram versos assim, de qualidade.
Abraço!

Fernanda Bender disse...

Ai que triste, Samuca!!
Mas gostei, porque até mesmo coisas tristes, quando expressas com tanta maestria de palavras, me encanta.
Um abraço!!

Vall Nunnes disse...

O inevitável vai acontecer...como bem diz: nada podemos fazer.
Versos lindos, linguagem direta.
Que saudade Samuel!
Tenho lido seus poemas e vendo seu desabrochar nos versos mais sensuais...amo seus sonetos e tudo que vc escreve, falem do que falar.
Te espero sempre!

Cidália Ferreira disse...

Olá…
Venho agradecer todo o carinho que me foi dado durante estes 7 meses de blogueira.

Que todos possamos ter muita Paz, Amor harmonia… e, principalmente Trabalho. Sermos honestos dignos, e respeitar o próximo!

Que não nos falte nunca a vontade de sorrir.

Talvez abrande no blogue e visitas, pois estarei de férias merecidas na Suíça. Juntos das pessoas que amo, mas prometo se puder dar notícias .

Desejo-vos um Santo e Feliz Natal, e um ano de 2014 repleto de positividade

Um beijo

Nádia Santos disse...

Muito trsite querido, mas infelizmente o mundo anda numa decadência triste. Um bj pra ti

Gaby Soncini disse...

O frio e feio do mundo que entra em nossos versos. Muito triste =/

Rafaela Sena disse...

Maravilha isso de a gente perceber a trajetória poética/literária do artista de forma mais próxima, porque chega um momento em que a poesia ultrapassa a palavra escrita, ela se desloca da forma pré concebida e provoca a chamada experiência estética, o êxtase da poesia. Uma escrita madura e dominante das ferramentas poéticas que escolheu pra si consegue fazer isso meu caro, parabéns, lindo. Grande abraço, até sempre!

nelma ladeira disse...

As vezes fico pensando:Como pode uma pessoa com poucas palavras,escrever esse lindo poema!!
Maravilhoso amigo!!Amei você escreve divinamente.
Boa noite beijinhos.

Adriana Paz disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Adriana Paz disse...

Belo e reflexivo seu soneto,Samuel.

Publiquei agora meu último post do ano.

Que seu Natal e Novo Novo Ano sejam lindos!

Obrigada por estar sempre presente em meu espaço

Até janeiro,amigo!

Beijinhos

Dryka

Malu Silva disse...

Passando para deixar meu carinho e que suas FESTAS de FIM de ANO sejam abençoadas pela real essência do AMOR, da PAZ e da HARMONIA..
Abraços

FELIZ NATAL e um NOVO ANO repleto de muitas e grandes realizações...

Clau disse...

Oi Samuel,boa tarde!
De uma maneira poética,profunda e forte, vc escreveu
revelações sobre o destino da humanidade.
Podemos fazer muita coisas...
mas isso depende da percepção de cada um...
Bjs \o/

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Oi Samuel,passando para desejar-lhe um Feliz Natal e um 2014,com muita luz,saúde,esperança e fé.
bjs amigo
Carmen Lúcia

Lívia Apetitto disse...

Olá Samuel,

Puxa vida, fico aqui de cara comigo mesma, de ver em teus versos tanta beleza e tenho a minha ausência. Perdoa. Me sinto até envergonhada, eu que era tão presente, hoje já não mais assim, um pouco desanimada, fugindo até mesmo de mim...
Você é uma pessoa divinamente bela, de coração ternurento, tem a canção em mente e nas mãos o seu depoimento. Quão inspiração profunda, que alma daqui fica moribunda, buscando carona nas asas de sua oração... Sabe, o soneto fala do mundo de agora, onde parece que até mesmo a aurora, já não brilha mais e pobre dos pardais que ninguém liga por ser um pássaro comum, mas atiram pedras como ensaios de caça e miras de pontarias. Lá fora nem a chuva parece ter brilho, as águas retornáveis dois rios, das lagoas, dos cantos das ruas, parecem que estão sujas da poluição das almas. Perdoa meu amigo, tenho muitos poemas para postagem, mas nem força tenho para prosseguir. Fim de ano, o natal despontando e tudo o que se vê são pessoas nas ruas, comprando e gastando, predestinando a forca de janeiro, onde dinheiro nem pensar. Engraçado pessoas que venho conversando, trocando ideias e outras tantas que ouvem um chorinho no ar, também dizem não está bem para o natal, mas quem lá está nas ruas gastando o que não tem para atender luxúrias? Será que é a minoria que ainda navega nesse mar? Bom, por aqui me estendi muito, hora de acabar, desejando a você um natal assim nem muito mais, nem muito menos, mas do suficiente para te fazer feliz, na torcida de um mundo melhor, envolvidos todos em mesma paz...

Beijinhos e perdoa mais uma vez
a falta que a mim mesma também fez...

Livinha

Lindalva disse...

uma verdade simbiose do consciente com a realidade, sempre emocionando meu Poeta menino. Te amodoro.

Arte & Emoções disse...

Olá Samuel! Passando para te cumprimentar, apreciar este teu belo soneto e, especialmente, para te desejar um excelente Natal e um magnífico 2014, repleto de muito amor, paz, saúde, felicidades e realizações, extensivo a todos os teus familiares.

Abraços e fiques com Deus.

Furtado.

Mariazita Azevedo disse...

Na impossibilidade de dirigir a cada amiga/o uma mensagem de Natal personalizada, escrevi umas palavras muito simples mas bem significativas do meu sentir:

“Neste Natal gostaria de trazer-te:
O verde da árvore – a cor da Esperança;
E, das bolas coloridas:
- O vermelho – a cor do meu Amor fraterno;
- O azul – a cor da suavidade dos Anjos;
- O dourado – a cor da prosperidade que te desejo;
- O roxo – a tristeza que sinto quando não te vejo;
- O branco – A Paz que quero para a tua vida.
No tanger dos sinos ouve a minha voz pedindo protecção para ti e toda a tua família.
Seja onde for que te encontres deixa-me ser um pouco do teu Natal.
Mas… acima de tudo, desejo que, na tua noite de Natal, o “Menino” não tenha que perguntar:
- Então e eu? - (V. minha postagem de 27/12/2009 – NATAL DE QUEM?)

Mil beijos natalícios
Mariazita
(Link para o meu blog principal)

LUZ disse...

Olá, Samuel!

Há sempre tempo para alterarmos o que não está bem. BASTA CRER, ACREDITAR!

Seus sonetos, como sempre, espelham realidades, sentimentos, de forma exígua.

DESEJO A VOCÊ E SEUS FAMILIARES UM SANTO E FELIZ NATAL E UM BOM ANO NOVO.

Beijos da Luz,

Evanir disse...

Que Deus abençoe seu Natal
seja uma noite linda junto dos seus familiares,
pois é uma noite muito especial.
Que as estrelas dos céus brilhe sobre
todos nós.
Obrigada por ter convivido
comigo mais um ano ,
que você contiue com um lindo sorriso sendo
anjo bom na minha vida.
Um abraço e meu carinho.
Um Feliz Natal para você e sua preciosa
família.
Que o amor de Deus
esteja em nossos corações sempre.
Carinhosamente, Evanir.
Nunca esqueça sou sua fã amigo.

Carla Fernanda disse...

Lindo Samuel!!

Feliz natal para você e toda a família!!

Carla Fernanda, 21 de dezembro de 2013

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨.-“``“-.
¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨/______;¨\\
¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨{_______}\\|
¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨(/¨a¨a¨\\)(_)
¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨(¨.-.#.-.¨“)
¨¨¨¨¨_____ooo__(¨¨¨=¨¨¨)_________
¨¨¨¨/¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨““-.____.-“¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨\\
¨¨¨¨|¨¨¨¨¨¨¨¨¨FELIZ NATAL¨¨¨¨¨¨¨.¨.“|
¨¨¨““|¨¨¨¨E¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨UM¨¨¨¨|
¨¨¨““|¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨PRÓSPERO¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨|
¨¨“¨“|“¨¨¨ANO¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨NOVO¨¨¨|
¨¨¨¨\\____________________ooo_____/
¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨(___|___)
¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨““\\__|__/
¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨““{__|__}
¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨““|_ | _|
¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨““/-“Y“-\\
¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨“(__/ \\__)


Bjussss

Lola Mantovani disse...

Que lindo e profundo.
o destino é algo móvel sempre dá pra mudar...
beijos

Tallita Monteiro disse...

Ain como eu tva cm saudade de ler um belo soneto!! O fim para o qual estamos caminhando é meio incerto, o destino será sempre algo que nos deixará intrigado.

Beijos

Fábio Murilo disse...

Já não se escrevem mais poemas,
Escrevem-se memorando e ofícios;
Já não se tem mais apreço,
Tem-se um preço, um custo.
Já não há mais relacionamentos,
Há um pacto, um contrato.
Já não se tem mais amor,
Tem-se um caso, um passatempo.
Já não somos mais humanidade,
Somos um aglomerado, um agrupamento.

http://apoesiaestamorrendo.blogspot.com.br/

Smareis disse...



Olá Samuel!
Tudo bem poeta!

Aqui a chuva anda castigando meu Estado. Hoje o primeiro dia de verão, e a chuva já fez grandes estragos por aqui, tristes demais... Imagine o verão todo, o que ainda vem por ai.
Lindo soneto poeta, versos que me deixa a refletir. Você é um ser muito sábio, artesão das palavras; conseguem sempre colocar sentimentos, impressões, sensações sempre de maneira muito especial nos seus versos. Você tem uma luz muito especial! Feliz por te encontrado.
Obrigada pelo carinho, amizade nesse ano de 2013. Que 2014 possamos estar novamente juntos se assim o Criador nos permitir.
Estarei vendo todos os últimos arquivos que me enviou e depois te faço um e-mail.
Deixo beijos, abraços, carinho no teu coração.
Vou estar ausente no blog dando uma pausa, mas estarei lendo e respondendo os emails.

Beijos!

Lu Nogfer disse...

Este é bem reflexivo, Samuel!
Só sei dizer, que ainda não é tarde, mas um dia será!

Beijos, garoto poeta!

Bia Hain disse...

Olá, Samuel, soneto incrível! Desejo que seu Natal seja iluminado, com os melhores sentimentos no seu coração, que 2014 seja sinônimo de esperança, conquistas e leveza, e que a sensibilidade sejam sempre renovadas. Um abraço!

Aline Teles disse...

Belíssimo soneto. Acredito que até o último segundo é possível, mesmo no meio de tantas incertezas e poréns. Feliz natal para você e sua família. Beijinhos estalados.

Celia Lima disse...

Oi Samu, o destino deste mundo é frio porque as pessoas ficam cada vez mais frias...
A lua chora sozinha a canção triste das estrelas triste...
Mais quantas vezes eu assisto o mar frio e sem carinho cansado de ficar sozinho?

Bjsss vc cada vez melhor.

Joaninha Musical disse...

Um poema triste mas,ao mesmo tempo,bonito e encantador!! Me encantei ao ler!! Venho aqui desejar-te boas festas,tudo de bom para ti,espero que passes um santo natal e que todos os teus sonhos e desejos se realizem em 2014!! Fica com deus e muitos beijinhos!!

Jéssica Mirtiany disse...

Oi, Samuel! Seu poema é lindo e me fez pensar que na vida também passamos por isso muitas vezes... Então que ergamos a cabeça e busquemos o melhor caminho para seguir em frente no lugar onde a poesia possa se fazer moradia em nossos corações, como já o faz. Já é tarde, mas também te desejo um lindo Natal! Tudo de melhor para você nesse fim de ano. Fique com Deus.
Beijos

Patrícia Pinna disse...

Boa noite, amigo. A humanidade está em sua maioria muito fria porque não tem amor de Deus em seus corações, portanto, cometem atrocidades que vemos diariamente custando a acreditarmos.
Que o amor exista em nós, que passemos aos outros, a fim de que o mundo fique menos violento, pois é muito triste e inconcebível vivermos em meio de tanta violência.
Onde está o amor?
Beijos na alma e excelente 2014 para você e família com muita paz, amor, união, fé, prosperidade e objetivos concretizados.
Conhecer você foi e está sendo uma bênção.
Desejo tudo de MARAVILHOSO para você com toda a sorte de energias boas, sabendo que estou ao seu lado, Samuel.
Beijos na alma e paz!

Simone MartinS2 disse...

Enquanto houver o nascer do Sol,
a visita da Lua, mesmo que triste...
O canto tímido do rouxinol e as tuas
lindas poesias, sentiremos a mão de
DEUS nos protegendo e nos devolvendo,
um dia lindo a cada novo amanhecer...

Gosto dessa diversidade de teus sonetos,
sempre bem elaborados, organizados...Bjos

pandora disse...

bora refazer o mundo em poesia
acalentar a terra
esquentar os corações