LAPIDANDO VERSOS

Home Quem escreve Meus livros Contato

segunda-feira, 5 de maio de 2014

DECADÊNCIA

Eu ainda busco as respostas
Para tamanha violência...
Tanto fardo em nossas costas
Vão mostrando a decadência;

Estupros, assassinatos...
Roubos generalizados...
Sem falar dos podres atos
Racistas dos desalmados;

Pai pulando com o filho
No colo depois da briga;
Onde procurar o brilho...
Você que agora lê, diga!...

E o que dizer da madrasta
Sem amor no coração...
Uma beleza nefasta
Fedendo lá na prisão;

E as escravas sexuais...
São tantas em nosso mundo
Sofrendo os atos banais
Nas garras de um vagabundo; 

58 comentários:

Dorli disse...

Oi Samuel,
Quer saber o que penso de toda essa barbárie? Ela foi pior antes do dilúvio e Deus se arrependeu, então temos que aguentar toda e qualquer indignação da vida sem chiar.
O mundo não tem mais jeito, salve-se quem puder, pois não há quem mande em nada, se os absolutos tem seus carrões blindados e muitas seguranças, nós , muitas vezes, pagamos pela falta de uma bela modificação na nossa velha Constituição, mas não é interessante para eles. Dão esmolas aos pobres para continuarem no poder.
Beijos
Lua Singular

Ana Bailune disse...

Você ainda procura pelas respostas.
Ah, eu já desisti, Samuel. Limito-me à indignação.
Belos versos!

Lari Fonseca disse...

Ontem eu estava lendo Os Sofrimentos Do Jovem Werther (estou amando essa leitura!) e achei um pedaço que exprimia que a poesia é algo que diz muito em poucas palavras... E como isso é verdade! No poema de hoje, Decadência, vi pedaços do nosso "pobre" e grande país, vi trechos dos tais noticiários que vivem fazendo nossa fé na humanidade fraquejar, vi a negligência das leis e vi o sofrimento dos inocentes. Tudo em poucas estrofes, e ornado com rimas, ainda por cima. Portanto, mais uma vez e como sempre, eu só tenho elogios a fazer a você! Ser poeta é dom. Usar a poesia, a arte, para passar um mensagem tão verdadeira, então... é ainda mais belo e mais raro.

Beijos ♥ Jeito Único

Dorli disse...

Oi Samuel,
Deixei um recadinho para você no meu blog. Venha vê-lo.
Beijos
Lua Singular

Bell disse...

oi Samuca

Estamos vivendo tempos difíceis, em que o que falta é AMOR na vida das pessoas.
Vc liga a TV só notícias ruins, eu até desanimo de assistir.

tenha um ótimo dia =)

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Oi Samuel,eu também não consigo acreditar em tanta violência.
Estamos com medo até para sairmos das nossas casas,tudo nos amedronta.

bjs amigo,adorei o que escreveu.
Carmen Lúcia.

Clau disse...

Oi Samuel,
O mundo está em ruínas...
Só caos, tristeza e dor.
Você sintetizou muito bem nossa realidade,
seus dramas e violência incontida...
Bjs!

Marlene disse...

Bom dia Poeta este grito de revolta que em nossa alma grita e se recusa em aceitar tanta maldade tanta falta de amor falta de Deus nos corações se é que ainda existe coração em um peito que pratica tais atrocidades como as que temos que presenciar em noticiarios em conversas e muitas vezes até mesmo ter que ver diante dos olhos,a impunidade impéra e domina na maioria dos casos minha revolta é enorme com tudo que somos obrigados a assistir neste mundo um abraço meu querido amigo tudo de bom temos que ter fé esperanças apesar destas coisas bjs marlene

Nanda Olliveh disse...

Perfeita descrição amigo Samuel!
E o que tem ocasionado tanta decadência... é a falta de amor.
A falta de amor, traz desrespeito, ódio... tira a beleza do ser humano, o deixa deformado interiormente, de modo que ele age de forma irracional.

Amei ler-te!

Beijos no coração!

Smareis disse...

Olá Samuel, bom tarde meu amigo!
Você resumiu muito bem a violência atual, e fez uma construção excelente.
Eu não sei se essa violência tem jeito ou não, o que sei é que cada dia as coisas fica mais complicada, antes andávamos pelas ruas mais tranquilas, hoje a gente anda como se estivesse sendo seguido o tempo todo, cada olhar sobre a gente gera desconfiança e desassossego. No farol, nas avenidas, nas ruas estamos sempre em alerta, é uma loucura angustiante até chegar a casa, e pior que em casa também não estamos mais tão seguro. Não existe mais lugar de paz. A violência aqui no ES esta tirando sossego da população, vejo cada caso que não consigo entender de onde vem tanta maldade. A falta de amor é visível nas pessoas... Hoje Repórter Record Investigação 22:15hrs com Domingos Meirelles irá mostrar casos terríveis de violência principalmente esse casos dentro de família. Acho que nunca vou consegui entender o que passa na cabeça de uma pessoa que comete esse tipo de violência dentro da família. Enquanto o povo esta sofrendo com vários tipos de violência, os governantes estão passeando com seus carrões blindado, viajando de avião de um lado para o outro. E o povo - cada um se vira como pode. E a Presidenta deu um reajuste de 10% na bolsa família. Que humilhação aos povos tão necessitados! Fico tão revoltada com essas atrocidades, a falta de amor, o respeito um pelos outros, isso é que tem causa decadência. São tantas coisas abomináveis, que só Deus para nos proteger.

Beijos e ótima semana Samuel!
Depois te envio um e-mail!

Fernanda Bender disse...

Gosto do jeito que tu te expressa através de rimas e versos, Samuca! O mundo está virado, há muita violência, o ser humano é um bicho contraditório. Felizmente há uma parcela de pessoas boas para equilibrar e nos manter esperançosos de que o amor é sempre o caminho correto.

Augusto Sperchi disse...

Pois é, meu amigo! O desencanto é geral e poucas são as vozes que, indignadas, se levantam para bradar essa desumanidade que vivemos. Parece que clamamos no deserto e quem deveria fazer algo para mudar tudo, pouco se lixa, não é? Tristes trópicos!
Abraços!

Cidália Ferreira disse...

Boa noite Samue

Lindo e muito sensível, o teu poema apesar de ser diferente,amei.

Beijinhos e uma excelente semana.

Adriana Helena disse...

Samuel, grande poeta, boa tarde!
Versos belos, mas que mostram a cruel realidade...
Hoje mesmo fiquei estupefata com a notícia de que espancaram uma mãe de família até a morte. E ainda participaram adolescentes no linchamento....
Nossa sociedade está caindao aos pedaços..
Quanta maldade, quanta crueldade...
Chega a dar medo das pessoas...
Estou perdendo a confiança no ser humano...

Obrigada por trazer também a dura realidade da vida Samuel, pelo menos seu poema abranda a " feiúra" da nossa atual realidade...
Beijos e uma boa semana para você!

Fábio Murilo disse...

São os frutos da civilização, produto da ei da competitividade, que leva a ver o outro como um oponente. A lei da vantagem, do tirar vantagem, do cada um por si e Deus pro todos.

allmylife disse...

Sim.. a história se repete..e a decadência nos acompanha!
Minha esperança em seres humanos mais humanos não morre...um dia, quem sabe! Boa semana p vc Samuel, sempre nos fazendo refletir...

Maria Emilia Moreira disse...

Boa noite Poeta!
Este mundo está um tanto podre, pois o ser humano tem vindo a degradar-se...
Mas vamos ter esperança em que um dia isto vai mudar!!! Boa semana.

Ivone disse...

Que pena que é assim, nem digo só aqui no Brasil, está de forma generalizada, o mundo todo está "na berlinda" da violência!
Indignação compreensível, ainda temos isso, podemos nos indignar, pior será quando não mais for assim, quando ficarmos acostumados a ponto de achar isso tudo natural, olhe que está caminhando para isso, pois quando penso que já vi tudo, vem mais "bombas" essa da madrasta, nossa!!!
Abraços amigo poeta sensível, pois é, sensibilidade dói né?

Nyce Pinto. disse...

Olá Samuel, triste realidade descrita nesta poesia! As vezes nos perguntamos, onde foi que a humanidade se "perdeu" de si mesma? Falamos tanto de amor e vivenciamos tão pouco... Não esmorraçamos, continuemos fazendo tudo que é possível, na busca do ideal! Muita luz SEMPRE... Abraço...

Sónia M. disse...

A humanidade em decadência...
Uma realidade profunda, e triste, bem espelhada nos teus versos.

Beijo

Marina Scholze disse...

Olá, isso que anda acontecendo serve para vermos como são ruins e tentarmos mudar um pouco, começando com nós mesmos, fazendo campanhas, preces, isso ajuda :)
Beijo,abraço
http://marinascholze.blogspot.com.br/2014/04/exercicio-fisico-caminhada-e-corrida.html

Ricardo- águialivre disse...

Sem dúvida. Palavras sábios, sentimentos reais e profundos, escritos em poesia
BRILHANTE

Deixo um abraço
***************
Visitem:
http://pensamentosedevaneiosdoaguialivre.blogspot.pt/

Ana. disse...

Também não consigo aceitar/acreditar em tanta violência. É realmente triste, ver as pessoas fazendo isso em troca de simplesmente nada E eu nem sei como falar sobre esse poema... Maravilhoso, como sempre. "Vejo humanos, não vejo humanidade."

Beijos ♡
wakin-g.blogspot.com

Cristina Cebola disse...

Quero acreditar na consciencialização humana, quero acreditar que evoluímos para um mundo melhor...
A poesia também pode ser um veículo que leva à transformação...
Gostei muito...

Abraço!

Joana disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Aline Teles disse...

Samuel, é difícil de compreender tanta maldade humana. Muitas vezes já me questionei sobre esse assunto. Não é de agora. Isso sempre foi uma realidade: o ser humano cometendo atrocidades desde sempre. Só basta analisar a história. A sociedade atual é reflexo da falta da conscientização, do amor, do respeito e da tolerância. Há pessoas maravilhosas neste mundo, mas também há pessoas que são simplesmente más. O que fazer? O que pensar? Até onde o ser humano vai chegar? Quem é o culpado disso tudo? São perguntas com possíveis respostas, mas cadê a efetividade? Beijinhos.

Joana disse...

Falavam-me que em 2012, o mundo não iria acabar, como se anunciava. E, claro, eu sabia disso, mas acreditava, e isso falavam-me também, que haveria uma grande transformação, que as pessoas se voltariam mais para o lado espiritual. Que buscariam amar-se uns aos outros, mais e mais. Agora pergunto: Não está acontecendo o contrário? Triste e desmotivador isso!

Boa noite, Samuel! Beijos

Vanessa Palombo disse...

Olá Caro Samuel,

Você tem razao, vivemos em torno da decadência, cada dia que passa a humanidade fica mais longe da pureza...

Excelente texto...

Abçs

Gyzelle Góes disse...

Poeta Samuel, é tanta coisa monstruosa que acontece nesse mundo que para nos salvar um pouco, só a poesia! A poesia nos salva um pouco cada dia. Gosto dos seus poemas, voltarei sempre... Aliás, amo sua presença em meu blog.

Vall Nunnes disse...

Acredito que falta Amor nos corações, isso somado às diferenças socioeconômicas ( criação humana) resulta em tudo o que vemos. Vale lembrar que nem tudo é mostrado, de modo que é pior do que se imagina.
Abração querido e até logo!

Maria Adeladia disse...

SAMUEL:Tb procuro pelas respostas. O mundo é tão repleto de maldades, que ainda procuro entender...! Como sempre, escritos admiráveis!!Amigo, beijos e uma abençoada tarde.

Dorli disse...

Oi Samuel,
O ser humano é descrente e nada podemos fazer.
Os que têm que dar exemplos são os piores
Beijos
Lua Singular

Laura Santos disse...

Um mundo de violência nas praças, nas ruas e dentro das casas.
Tristemente belo poema, Samuel, o dizer poeticamente como as coisas são. Infelizmente.
xx

Eu...Suzana disse...

É o caminho para o fim da humanidade. Acredito que com tantas atrocidades ocorrendo no mundo inteiro e também incentivados pela impunidade, as pessoas estão mostrando abertamente e sem receios, o que elas são, ou são boas ou são ruins. Bonito poema Samuel, mas, mais uma triste realidade que nos rodeia diariamente.
Beijos querido amigo e até!!

Lucas - Blog: Overture disse...

A decadência que tu mostrastes nesse poema é apenas o reflexo. Veja, as pessoas costumam se assustar, desiludir-se, sofrer com o reflexo. Está claro que vejo tais coisas e tenho os mesmos sentimentos expressados tantas vezes aqui. Mas estas coisas são somente os reflexos; o problema maior é o que está nos levando a isso. A sociedade está sendo bombardeada como nunca antes por uma cultura de egoísmo, egocentrismo, descrédito de valores e devassidão. Isto está em todas as camadas da sociedade. Então, se cada um vive para si, se o mundo gira em torno do que 'eu' quero que seja, se cada um faz o que quer, se desde a infância se tolera que crianças façam tudo que desejam, se a violência e a impunidade são divulgadas em programas 'de sangue' todos os dias na mídia, e se cada um pode ter sua 'moral-imoral', o reflexo disso tudo é o que estamos vendo. Os governos e as escolas estão jogando todos os valores éticos e morais no lixo. Então, a promiscuidade, a violência, o descaso das leis, da moral e do próximo só vai crescer. Teu poema nos faz refletir. Contudo, mais do que refletir, é preciso lutar pela volta dos valores, ou tudo irá pelo ralo. Abraçosssssss

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Esqueceu de pôr os seres e as redes sociais. Amei o poema.
Beijos, Samuel, e bom dia sempre,
Renata

Vera Lúcia disse...

Olá caríssimo Samuel,

Saudades de você.
Seus versos me trazem à mente os questionamentos que me faço diariamente diante das barbáries dos acontecimentos atuais. Por mais que eu me esforce para compreendê-los, notadamente à luz do espiritismo, confesso que a compreensão não me chega à altura.
Vivo estarrecida com o noticiário, que me choca diariamente com os desequilíbrios noticiados. Não posso me furtar de me manter atualizada com os acontecimentos, mas há momentos em que tenho vontade de ignorá-los.
Resta-nos orar para que Deus ilumine os corações daqueles que ignoram sua
lei de amor e que não O deixam entrar em seus corações.

Beijo.

Marina Melissa disse...

Olá Samuel!
Vi o link do seu blog em um outro blog qualquer e resolvi vir aqui conferir. Queria te dizer que fiquei, de verdade, visivelmente encantada com seus poemas, por isso decidir ficar por aqui pelo blog, segui-lo. Você é muito talentoso. Parabéns! s2

Ah é claro, vou deixar o link do meu blog aqui para que se quiser e puder faça uma visita ou siga lá.
http://brokenheartdgirl.blogspot.com.br/
bejos :*

Daniel Costa disse...

Samuel

A decadência, parece ter vindo para ficar, nunca obstante uma grande intervenção de grandes poetas, como tu. A que ter em conta que a poesia, nunca foi literatura menor. Talvez mais interventiva, isso sim.
Abraço

Dos amores disse...

Belo seu escrito.
Infelizmente isso é o resumo poético de nossos noticiários de cada dia.

Bom fim de semana.

Abraço.
Lu
dosamoresmeus.blogspot.com

Mariana Penna disse...

Bom dia Samuel, obrigada pela visita no meu blog. Sinta-se a vontade para voltar sempre.
Sobre esse poema, essa semana tive que socorrer uma amiga que apanhou do marido. E pior: ela ainda está morando com ele. Triste vida de co-dependencia (da qual eu tb sofro).

Um beijo e bom fds!!

Paloma Viricio disse...

Muito bonito como sempre, Samu! E senti um ar de crônica embutido nesse texto que infelizmente reflete nossa atual realidade. Enfim...vamos fazendo o melhor para que o mundo fique bom um dia...quem sabe!
Bloody Kisses
Monólogo de Julieta

Bandys disse...

Ola Samuel,
Descrevestes também o nosso pequeno mundo.
São tantas as violências que o mais triste são esses
políticos que não mudam as leis. Mas ainda há esperança.
Deixo um beijo e que seu final de semana seja cheio
de luz e paz.

Bruxa disse...

É querido amigo, o mundo é cheinho de coisas feias e há muito tempo deixei de ver jornais (que k pra nós, parece que têm prazer em mostrar detalhes), pois sei que apesar de toda a maldade, também há muito coisa boa que não é divulgada.
Já imaginou se todos os jornalistas despendessem tempo para notificar algo bom, mostrando tantos detalhes qto mostram nas coisas ruins? Acredito que o bem se propagaria mais rápido.
Belos versos!

Abração esmagador e até sempre ;-)

Dorli disse...

Oi Samuel,
Hoje rodei seus blogs
Deixei comentário la no Bar do escritor
Eu achei meu par certo, logo o seu virá.kkk
Beijos
LuaSingular

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Oi Samuel,passando para agradecer sua visita e comentário e desejar um ótimo final de semana.
bjs amigo
Carmen Lúcia.

Denise Kirsch disse...

É isso mesmo meu amigo, já nem sei mais quem somos, em que tipo de pessoas estamos nos tornando. Depois do triste episódio de Guarujá, ocorrido essa semana, que já fala por si só, penso que estamos indo por um caminho sem volta. Mais uma vez obrigada pelo seu carinho, estou gostando muito das coisas que me mandaste.
Beijo querido e um lindo final de semana,
Denise - dojeitode.blogspot.com

Kaka Stelê disse...

É triste Samuel...tanta violência, como falta amor e respeito,ainda sonho com um mundo melhor não vou perder as esperanças.

É lindo sua forma de se expressar!
Um Grande Beijo *-*

Tallita Monteiro disse...

Olá amigooo queridooo...saudades exacerbada de seus cantinho e de seus belos versos... Infelizmente vivemos em tempos difíceis, é gente que quer o mal pra gente que faz o bem, tanta gente com dignidade que vive com medo de qm não tem, estamos vivendo a ditadura da violencia...porém jamais esmorece a esperança de um mundo melhor ao nosso redor!!

Beijossss!!

Liine.BMenezes disse...

É a triste realidade que vivemos em suaves palavras :)

Resp. Sabe amigo eu também achei o filme muito fantasioso, me despertou curiosidade o livro que citou, será que até a princesa não é quem passou a ser no filme, uma pessoa doce e generosa? Me mata essa curiosidade? rs.
O filme mostrou somente ela, nem os filhos não foram expostos. Só passou mesmo o romance secreto que ela teve. Achei esse ponto desanimam-te, como disse no post. eu esperava conhecer tudo sobre ela, mas não rolo. Mesmo assim gostei bastante, já que gosto de filmes românticos.rs

Beijos e obrigado pelo carinho em minha pag.
Torno a repetir que adoro seu blog, e sempre estarei aqui te fazendo uma visita :)

Rita Sperchi disse...

Ofereço a sua MAMÃE...


Nesse domingo comemoramos o dia das Mães
Vim deixar meu abraço pela nossa amizade e desejar
um dia bem alegre pra vc, que seja um domingo feliz

Parabéns pelo nosso dia especial bjussss,

└──●► *Rita!!

Letícia Costa Tomsik disse...

Infelizmente essa é a nossa realidade...
Beijo
Letícia
www.leticiapsicologa.blogspot.com.br
www.tipoassimtomsik.blogspot.com.br

Donetzka Cercck L. Alvarez disse...

Triste,mas tudo muito verdadeiro e poetado com vc com maestria,Samuel.

Obrigada pela visita,amigo.

Beijos ótimo fim de semana

Donetzka

Aline Teles disse...

Passando para desejar uma ótima semana e um feliz dia das mães para sua mamãe. Beijinhos.

Reflexo d'Alma Fase 2014 disse...

Mais um poema
lindo Samuel.
Bjins
Catiaho Alc.

Celia Lima disse...

Oi Samu, tudo bem com vc?
É muita violência amigo.
Mais para quem ler a Bíblia sabe que isso é Bíblico infelizmente.Teríamos aflição, pai contra filho, irmão contra irmãos etc.
Acho que só nos resta pedi a proteção do Pai.
Bjsss

Vulgo Emilie disse...

Seria eu que não acompanho o seu blog há tanto tempo assim, ou esse é o seu primeiro poema de cunho social? Eu gostei.

Cecília Romeu disse...

Triste e horrível realidade. Por sorte, existe a Poesia e a esperança de que ela não faleça a causa dessa realidade, mas que gere bons frutos.

Beijos, Samuel!